Como cuidar de manjericão: em vaso e os diferentes tipos, como o roxo!

Como cuidar de manjericão: em vaso e os diferentes tipos, como o roxo!

Você sabia que tem vários tipos de manjericão? Confira aqui seus principais cuidados, utilidades e curiosidades da planta.


O que é o manjericão?

O que é o manjericão?

O manjericão é uma erva aromática nativa do continente asiático e das ilhas do pacífico, além de ser uma planta muito comumente utilizada na culinária italiana e mediterrânea.

O manjericão tem sabor e aroma poderosos, e cresce bem rápido: dentro de um mês desde plantado, o manjericão já estará pronto para a colheita e, a cada semana, uma planta bem cuidada poderá fornecer em torno de ½ xícara de folhas.

Por conta de ser uma planta que cresce rápido e que é de fácil cultivo, é muito indicada para iniciantes na jardinagem. Adotando alguns cuidados básicos para o cultivo da planta, é bem simples ter em casa o manjericão mais fresco que há: aquele que sai direto da horta para a panela.

A seguir, conheça as dicas para cuidar do manjericão, suas variedades e propriedades culinárias e medicinais!

Informações básicas do manjericão

Informações do manjericão


Nome científicoOcimum basilicum
Nomes popularesManjericão, basílico, basilicão, alfavaca
OrigemÁsia
Porte0,3m a 1,5m 
Ciclo de vidaPerene
ClimaTropical, subtropical, equatorial

O manjericão, de nome científico Ocimum basilicum, é uma planta originária do continente asiático. Também é conhecido no Brasil como basílico, basilicão ou alfavaca, e é uma erva de aroma marcante e muito utilizada na culinária. 


Seu tamanho varia de acordo com o local em que está plantada: em uma horta, pode chegar a mais de 1m de altura, tendo a partir de 30cm quando cultivada em vasos. Por possuir um ciclo de vida perene, o manjericão é de fácil manutenção, especialmente quando cultivado em locais de clima tropical, subtropical ou equatorial. 

Como plantar o manjericão:

Como plantar o manjericão

Para o plantio do manjericão, algumas escolhas devem ser feitas, como o uso de sementes ou mudas, o plantio em horta ou vaso e o tipo de solo ideal. Confira informações sobre o plantio do manjericão a seguir.

Semente

Uma das maneiras de se plantar manjericão é utilizando as suas sementes. As sementes do manjericão podem ser plantadas diretamente no solo da horta ou no vaso, e elas se desenvolvem bem rápido: depois de cerca de um mês desde plantadas, as sementes já terão se desenvolvido e estarão prontas para a colheita.

Para o plantio das sementes, basta colocá-las no substrato – você é quem decide se será na horta ou no vaso – e cobri-las com aproximadamente 1 cm de terra. Depois disso, é importante aguar a terra e sempre mantê-la úmida.

A temperatura ambiente deve ser de a partir de 18ºC e, dentro de sete a dez dias, as mudas de manjericão estarão prontas. Esse é o momento ideal para transferi-lo de recipiente, caso tenha sido feita a opção de cultivar as mudas em um potinho melhor antes de alocar a planta no local definitivo.

Mudas

Uma outra maneira de dar início ao cultivo do manjericão é a partir de mudas da planta.

Se você optar por plantar mudas de manjericão, é importante lembrar que, quando for o momento de transferi-las para o seu local definitivo, a temperatura deve estar acima de 18ºC. Além disso, no momento da transferência, a planta deve ter por volta de 6 folhas e em torno de 10cm à 15cm de altura.

Fazer a transferência é muito simples: você precisa escolher as mudas de manjericão mais fortes dentre as disponíveis e transferi-las para o local definitivo. Não se esqueça que esse local deve apresentar as condições necessárias para o crescimento da planta, como luminosidade suficiente e bom escoamento da água.

Em vaso ou em horta?

Se você deseja dar início ao cultivo do manjericão, pouco importa se você possui um quintal amplo com um cantinho dedicado a uma horta ou se você mora em um apartamento pequeno no centro da cidade. O que realmente importa são as condições adequadas para o bom desenvolvimento da planta.

Quando o manjericão é plantado na horta e recebe os cuidados adequados, a planta pode passar de 1m de comprimento.

Por outro lado, se o manjericão for plantado em vaso, ele tende a crescer menos, o que não compromete seu sabor e suas propriedades. Nesse caso, é interessante dar preferência a cultivares de menor porte, mas não é regra: cultivares de maior porte também podem ser plantados em vasos.

Independentemente de ser plantado em vaso ou em horta, os cuidados com o manjericão são os mesmos, e envolvem adubação, rega, luminosidade e temperatura adequadas. Ao seguir esses cuidados, a planta irá se desenvolver, seja ela plantada em uma horta, cercado de outras plantinhas, ou em um vaso pequeno, próximo a uma janela do seu apartamento.

Saiba qual é o melhor solo para o manjericão

O solo ideal para o plantio do manjericão é aquele que é fértil e adubado até duas vezes por estação. Além disso, o solo para esta planta também deve ser irrigado com frequência e de fácil drenagem.

O objetivo é que o solo sempre esteja úmido. Portanto, sempre faça o teste do toque: se a terra do manjericão estiver seca ao toque, é porque passou da hora de regar a planta. Mas cuidado com exageros, uma vez que um solo encharcado demais também é prejudicial ao manjericão.

O manjericão pode ter plantas companheiras?

O manjericão pode ser plantado próximo a outras plantas, desde que essas tenham necessidades parecidas com as do manjericão em relação à irrigação, ao solo e à luminosidade.

Alguns exemplos de plantas que podem ser cultivadas próximas ao manjericão são o tomate, a salsa, o orégano, a camomila, o alface ou pimentas. Muitos acreditam, inclusive, que plantar o manjericão próximo ao tomate faz com que ambos tenham seu sabor enriquecido.

Como cuidar do manjericão:

Como cuidar do manjericão

Com as escolhas a respeito do plantio do manjericão explicadas e definidas, confira informações a respeito dos principais cuidados que se deve ter com a planta.

Adubação do manjericão

A adubação do manjericão deve ser feita sem exageros, uma vez que um solo adubado demais faz com que o sabor do manjericão fique mais fraco. Por isso, a recomendação é de que o solo do plantio do manjericão, quando plantado em horta, seja adubado até duas vezes a cada estação.

Já quando o manjericão é plantado em vaso, o indicado é realizar a adubação, em média, de mês em mês. Assim, os nutrientes que foram levados embora pela rega serão repostos pelo adubo.

Sol e temperatura para o manjericão

O manjericão é bastante sensível ao frio e, por isso, o ideal é que a temperatura ambiente para o seu cultivo seja de a partir de 18ºC. Isso significa que, em regiões de clima frio, o manjericão deve ser plantado em estufas ou durante os meses que fazem mais calor. Já em regiões de clima mais quente, o manjericão pode ser cultivado ao longo do ano todo.

O manjericão deve ser exposto ao sol durante em torno de 6 a 8 horas diárias. As plantas que são menos expostas ao sol não crescem tão bem quanto as que são expostas por esse período de tempo. Por sua vez, a luz da manhã é a mais indicada para a manutenção do manjericão ao sol, então é interessante que ele se tome sol próximo a janelas voltadas para o leste.

A rega do manjericão

O manjericão deve ser regado com certa frequência, uma vez que o seu solo deve estar sempre úmido. Por isso, é importante sempre verificar por meio do toque se o substrato está seco ou se está adequado. No entanto, não exagere na água: o solo deve estar úmido, e não encharcado. Isso porque o excesso de água também prejudica o crescimento da planta.

Uma dica para a rega: se possível, deve ser feita próxima à base do manjericão, e não sobre as suas folhas.

Podagem no manjericão

Para que o manjericão seja constantemente estimulado a crescer, é importante podá-lo com certa frequência. É interessante que, a cada mês, seja retirado em torno de ⅓ das folhas da planta. Essa estratégia fará com que o manjericão seja estimulado a crescer mais.

Também é importante retirar as pequenas flores do manjericão quando elas surgirem; desse modo, a planta vai conseguir direcionar sua energia ao crescimento de novas folhas em detrimento das flores.

Há duas dicas para quando você tem mais manjericão do que precisa usar: uma delas é deixar com que as folhas sequem. Para isso, é preciso cortar o maço e deixá-lo pendurado de cabeça para baixo até que as folhas fiquem secas. É importante observar que, durante esse processo, é natural que as folhas vão ficando amarronzadas.

Uma outra dica para o armazenamento do excesso de manjericão é cortar suas folhas em pequenos pedaços, armazená-los em uma forma de cubos de gelo e preencher o restante dos espaços da forma com azeite de oliva. Em seguida, deve-se congelar esses cubos de azeite com manjericão.

Dessa maneira, quando precisar utilizar o manjericão, é só desenformar quantos cubos forem necessários e usá-los na receita da vez.

Como fazer a colheita de manjericão

O manjericão é uma planta que, dependendo do clima, cresce durante o ano todo e, por isso, a sua colheita pode ser feita em qualquer estação, e não necessariamente em um período específico. Para realizar a colheita, basta usar os dedos em forma de pinça e cortar justamente acima do ponto em que duas folhas grandes se encontram.

Um cuidado a ser tomado é o de retirar até 2 ⁄ 3 das folhas do manjericão, e não muito mais do que isso. Dessa forma, ele continuará produzindo novas folhas mesmo após a colheita.

Os tipos de manjericão

Agora que já sabemos um pouco sobre como cultivar o manjericão, veja a seguir algumas variedades de dessa plantinha com as quais temos contato e as suas principais características.

Manjericão roxo

Manjericão roxo

O manjericão roxo não tem um sabor ou um aroma muito forte. Ou seja, dos tipos aqui apresentados, ele é o mais suave. Essa característica é importante, pois devido a isso, não o indicamos para temperar ou compor pratos quentes. Seu sabor se encaixa melhor em pratos frios, como saladas. No entanto, o seu charme é justamente a sua cor, que ajuda a dar uma tonalidade vinho aos pratos - e, claro, ao jardim.

Basílico

Basílico

O basílico, também conhecido como manjericão-de-folha-larga, alfavaca ou, simplesmente, manjericão, é uma variedade da planta que possui folhas médias e ovaladas e uma cor verde. É uma variedade muito comum, sendo facilmente encontrada nos mercados.

Manjericão francês

Manjericão francês

O manjericão francês também é conhecido como manjericão cravo por conta de seu aroma característico. Suas folhas são pequenas e pontudas, e possuem um sabor suave. Por isso, traz uma leveza aos pratos, e é mais utilizado em chás, de modo a aproveitar seu potencial medicinal. Mas também é muito utilizado na culinária, podendo compor saladas, molhos e pastas.

Além disso, é uma espécie de pequeno porte, portanto interessante de criar em apartamentos ou locais com pouco espaço.

Manjericão doce

Manjericão doce

Também conhecido como alfavaca doce, o manjericão doce é bastante comum no Brasil. Ele possui um sabor bem marcante e folhas verdes, médias, serrilhadas e rugosas. Essa última característica dá a esse manjericão um aspecto similar ao da hortelã.

Curiosidades e características do manjericão

Curiosidades do manjericão

Depois de aprender sobre as variedades de manjericão e sobre os cuidados que devem ser tomados com a planta, vejamos a seguir algumas curiosidades e usos da erva.

Manjericão e seu uso medicinal

O manjericão é uma erva aromática que também apresenta propriedades medicinais. Dentre as suas propriedades, podemos destacar a antibacteriana, a fungicida, a inseticida, a cicatrizante, a anti-inflamatória e a ansiolítica.

Dessa maneira, algumas de suas principais finalidades são muitas: ajuda com tosse, catarro, dor de estômago, gases, dor de garganta, rouquidão, náusea, cólica, ansiedade e enxaqueca. Assim, o manjericão tem um grande potencial para ser utilizado em remédios caseiros, como chás.

Simbolismo do manjericão em outras culturas

Alguns povos hindus consideram o manjericão uma planta sagrada por conta de seu potencial medicinal. O manjericão também é conhecido como a planta do amor e da coragem, e em Portugal e na Grécia é comumente utilizado como presente em festas populares.

Uso culinário do manjericão

O manjericão é muito popular na culinária italiana e mediterrânea. Suas folhas e caules podem ser utilizados em omeletes, carnes, saladas, sopas, molhos e até em doces. O manjericão combina muito com massas, tomate, azeite e queijos.

Alguns exemplos de pratos que utilizam o manjericão são os seguintes:

Molho pesto: se trata de um molho composto por azeite de oliva, manjericão, alho, queijo parmesão ralado, nozes, sal e pimenta. Basta misturar os ingredientes e servi-lo com massas ou queijos, por exemplo.

Salada caprese: é uma salada feita com queijo mussarela, tomate e manjericão, e temperada com azeite de oliva e sal. Suas cores representam a bandeira italiana.

Pizza margheritta: é um sabor de pizza que contém, como a salada caprese, mussarela, tomate e manjericão. Assim como a salada que citamos, suas cores são vermelho, verde e branco, como a bandeira italiana.

Sorvete de manjericão: é um doce preparado com basicamente três ingredientes: leite condensado, creme de leite e manjericão. Também é comumente servido com caldas de frutas vermelhas variadas.

A aplicação aromática do manjericão

O manjericão é uma erva aromática de sabor e aroma marcantes e, sendo assim, para além dos usos medicinais e culinários da planta, a partir da extração do óleo essencial do manjericão é possível potencializar as ações benéficas de seu aroma, que podem ser percebidas tanto no corpo quanto na mente.

Alguns dos principais benefícios obtidos a partir da administração do óleo essencial de manjericão são as ações antioxidante, digestiva, ansiolítica e de relaxamento muscular.

Cultive o manjericão e aproveite sua versatilidade!

Cultive o manjericão!

Vimos sobre as características do manjericão, como podemos plantá-los e mantê-los, além de curiosidades sobre a planta. Agora que você já sabe sobre os cuidados e sobre os benefícios do manjericão, aproveite para dar início ao seu próprio cultivo!

Não se esqueça de compartilhar as dicas com os amantes da cozinha e da saúde que você conhece!

Autor deste artigo

Sou estudante de Letras e amo caminhar ao ar livre e cultivar plantinhas.

Últimos posts


Os 10 Melhores Alarmes para Motos de 2022: Positron, Taramps e muito mais!

Os 10 Melhores Alarmes para Motos de 2022: Positron, Taramps e muito mais!

Está em busca de um bom alarme para sua moto? Aprenda a como escolher o melhor alarme e também confira quais são os 10 melhores alarmes para moto de 2022!


As 10 Melhores Cafeteiras Expresso de 2022: Nespresso, Oster e muito mais!

As 10 Melhores Cafeteiras Expresso de 2022: Nespresso, Oster e muito mais!

Quer adquirir uma cafeteira expresso para fazer um café delicioso e não sabe qual comprar? Veja neste artigo as 10 melhores cafeteiras e como escolher a sua!


As 10 Melhores Bicicletas Aro 16 de 2022: Caloi, Nathor e muito mais!

As 10 Melhores Bicicletas Aro 16 de 2022: Caloi, Nathor e muito mais!

Em dúvida sobre qual é a melhor bicicleta aro 16? Veja dicas de como escolher o modelo ideal para seu filho e uma seleção com 10 melhores bicicletas do mercado!


Mouse Hyperx é bom? Lista com os 6 melhores modelos de 2022!

Mouse Hyperx é bom? Lista com os 6 melhores modelos de 2022!

Saiba como escolher o melhor mouse HyperX por meio das dicas e do ranking com os 6 melhores modelos do mercado. No fim, faça um investimento que compensa!


Os 10 Melhores Cobertores de 2022: de casal, queen e muito mais!

Os 10 Melhores Cobertores de 2022: de casal, queen e muito mais!

Procurando o melhor cobertor de 2022? Confira neste artigo dicas imperdíveis sobre como escolher o ideal e um ranking com os 10 melhores produtos do mercado!


Palavras do momento

Palavras-chave do momento no PortalVidaLivre


Perfume Treinos Alimentação