Plantas enxertadas: o que são, plantas frutíferas e mais!

Plantas enxertadas: o que são, plantas frutíferas e mais!

Você sabe quais são as plantas frutíferas que podem ser enxertadas? Veja neste artigo as principais informações sobre essa técnica de cultivo e sua finalidade.


O que são plantas enxertadas?

Planta enxertada em um jardim.

O enxerto é uma técnica de união de duas espécies de plantas diferentes que compartilham nutrientes e se desenvolvem juntas em um único pé, frequentemente usada para acelerar o crescimento da muda, simplificar a multiplicação, restaurar plantas prejudicadas e criar uma resistência a ambientes difíceis de crescer.

Esse tipo de propagação não é algo atual, sendo criada na China e na Mesopotâmia há cerca de 4.000 a.C., nessa técnica a primeira planta é conhecida como enxerto, na qual vai obter os nutrientes e gerar os frutos. Enquanto, que a segunda é conhecida como porta-enxerto ou cavalo, cuja função é oferecer os nutrientes e dar suporte para o desenvolvimento.

A enxertia é utilizada geralmente em plantas frutíferas, mas também costuma ser usada em plantas ornamentais, flores de corte, hortaliças e em árvores comuns. Nesse artigo, vamos conhecer mais sobre o método de enxerto das plantas.

Finalidade das plantas enxertadas

Jardineiro envolve o local enxertado com fita adesiva azul.

Hoje em dia, a maioria dos cultivos de plantas frutíferas são através do enxerto, mas é muito comum a enxertia de rosas ou tomates plantados em estufas. Fazer a união de raízes mais fortes de uma espécie com a copa de outra possibilita uma planta muito mais completa e resistente. Confira a seguir, os motivos principais da utilização do enxerto.

Para colocar raízes mais vigorosas na planta

Na maioria das vezes uma copa de árvore produz frutos ótimos e saudáveis, em grandes quantidades e boa qualidade, no entanto, as suas raízes são muito fracas, não conseguindo se desenvolver ou não absorvendo água e nutrientes na velocidade adequada ou que seja suficiente para ela sobreviver.

Unindo as raízes fortes de uma outra espécie, com a copa de uma variedade diferente, podemos obter uma planta inteira e saudável. Além disso, algumas raízes conseguem tornar a planta mais tolerante a secas e a estiagem.

Para eliminar doenças nas raízes

Muitas vezes as raízes de uma planta são muito vulneráveis as doenças que existem em sua região, em razão disso, ao enxertar em cima de raízes resistentes às pragas e doenças, é possível cultivar uma planta em um solo forte e saudável.

Esse é um dos maiores motivos da enorme quantidade de plantas cítricas serem enxertadas, já que são bem suscetíveis a esse tipo de problema. As pragas e doenças mais comuns nas raízes são: Phytophtora, Furarium, Erwinia, pulgões de raízes, Vírus da Tristeza do Citros, Nematóides e entre outras.

Para produzir frutas mais cedo

Para quem tem experiência em plantar espécies frutíferas entende que às vezes elas demoram um longo tempo para gerar os frutos. Quando ocorre o enxerto de uma planta adulta em uma raiz, a fase jovem da copa é “pulada”.

Desse modo, faz com que a espécie se desenvolva durante a sua etapa adulta. Em razão disso, a copa começa a produzir os frutos em menos anos de crescimento, economizando todos os anos de espera pela sua primeira frutificação.

Para manter as plantas menores

Atualmente na fruticultura, a produção e a fabricação de frutas pretendem gerar pés de frutas mais simples de manusear e mais fáceis de colher. As plantas que possuem em torno de 10 metros de altura não são mais aceitas na produção.

Visto que tornam o trabalho muito mais difícil, lento e perigoso. Muitas das combinações e uniões feitas de enxertos com porta-enxertos oferecem plantas menores, conhecidas como anãs, que são muito mais benéficas para a produção.

Para reproduzir plantas que não pegam por estacas

A maioria das plantas utilizam a propagação através de estacas, é o modo de multiplicação mais comum, principalmente em arbustos e árvores. No entanto, algumas espécies não conseguem enraizar por estacas de jeito nenhum, fazendo com que o enxerto em outra raiz seja o modo mais adequado para ela se reproduzir.

Esse tipo de dificuldade em se propagar por estaca é muito comum nas plantas ornamentais de climas mais frios, como o Maple japonês, por exemplo.

Para substituir as copas ou as raízes de plantas já adultas

Até mesmo em plantas mais adultas, há a possibilidade de enxertar novas copas ou também novas raízes. Esse tipo de coisa geralmente acontece quando a pessoa quer trocar a espécie já produzida, se aproveitando das raízes saudáveis e fortes, que já estão formadas e bem desenvolvidas.

Além disso, também é muito útil para substituir e trocar as raízes fracas ou doentes, desse modo, ainda mantém todo o vigor e a beleza da copa.

Plantas frutíferas que podem ser enxertadas

A aplicação do enxerto é muito popular na produção de frutas, formando frutos mais cedo e auxiliando a manter as espécies menores e mais fáceis de manusear, além de cultivar uma planta resistente a diversos climas, solos e doenças. Veja abaixo, algumas das frutas mais comuns que podem ser enxertadas.

Manga

Muda de manga cultivada em vaso preto no jardim.

A mangueira é uma árvore grande que consegue alcançar até 30 metros de altura, possuindo um formato piramidal e uma folhagem verde-escura. A sua raiz é pivotante, ou seja, se aprofunda muito ao solo, proporcionando uma sustentação adequada e oferecendo uma maior sobrevivência aos períodos de estiagem.

As flores da manga são bem pequenas, medindo em torno de 6mm. O florescimento e amadurecimento dessa planta costuma variar conforme o clima, sendo em um período de 100 a 150 dias.

É uma das frutas mais consumidas no Brasil, sendo produzida principalmente nas regiões Sudeste e Nordeste do país. Além disso, é uma planta que possui muitos nutrientes, ajudando a eliminar inflamações, fortalecer o sistema imunológico e diminuir o risco de doenças cardiovasculares.

Jabuticaba

O fruto exótico da jabuticaba crescendo no pé.

A jabuticaba é uma planta encontrada em grande parte do país, sendo mais comum na região Sudeste. É uma árvore com porte médio e forma piramidal, possuindo folhas opostas e lanceoladas, com uma coloração vermelha quando ainda são jovens.

As suas flores são brancas e sésseis, enquanto que os frutos são bem fartos, cobrindo toda a extensão do tronco e dos galhos, com tonalidades que variam entre roxo, vermelho e verde-claras. Algumas espécies de jabuticabas mais comuns são: Sabará, Paulista, Rajada, Ponhema e Branca.

A jabuticaba é bem adaptável a vários climas e solos, além disso, a sua propagação é feita através de sementes, estaquia e enxertia. É muito comum utilizar enxertos de borbulha e garfo nos pés da jabuticabeira.

Laranja

Laranjeira em vaso de barro no jardim.

A laranja é uma fruta cítrica que possui um sabor que varia entre o doce e o levemente azedo, originária da Índia e fabricada através de um cruzamento entre o pomelo e a tangerina. A laranja contém um tom alaranjado quando amadurece, mas em certas espécies, a coloração verde continua.

O clima ideal para essa planta é entre 22ºC e 33ºC, com uma média anual em cerca de 25ºC. Em relação ao solo, ela é muito adaptável, principalmente se for em uma terra profunda, permeável e bem drenada.

As espécies mais populares no Brasil são: laranja-lima, laranja-pera, laranja-da-baia, laranja-cavala e laranja-seleta. Além disso, essa fruta é pouco calórica, possuindo muitos sais minerais e vitaminas, usada geralmente para produzir sucos e doces.

Tangerina

Indivíduo segurando três mudas de tangerina carregada de frutos.

A tangerina é uma fruta crítica e originária da Ásia, possuindo uma forma redonda e uma casca com tom alaranjado quando está madura. Essa árvore pode alcançar até 4 metros de altura, contendo ramos cheios de espinhos, folhas bem vibrantes com coloração verde-escura e flores brancas, amontoadas em cachos pequenos.

Essa planta possui mais de 900 espécies diferentes, preferindo se desenvolver em regiões com climas mais quentes, mas se adaptando a vários tipos de solos, sendo sempre uma terra mais profunda e de boa aeração.

A propagação é feita principalmente por enxerto, fazendo de seis a oito meses depois do transplante dos porta-enxertos. Além disso, a tangerina é capaz de melhorar o funcionamento dos intestinos, muito utilizada para tratamentos contra a gota, arteriosclerose, cálculos renais e reumatismo.

Goiaba

Várias mudas de goiaba no jardim.

A goiaba possui mais de 2800 espécies e 70 gêneros diferentes, distribuídas em regiões tropicais e subtropicais, especialmente na América, já que a sua origem pertence deste o México até o sul do Brasil. Hoje em dia, a goiaba é plantada em todas as regiões quentes do mundo.

Essa árvore pode alcançar até 7 metros de altura, contendo um tronco com casca avermelhada e escamante. Quando estão jovens, as suas folhas são pilosas na fase superior, já as flores são brancas e florescem de setembro a novembro.

A goiaba não é exigente em relação ao solo, desde que seja uma terra fértil, profunda e drenada, porém, não suporta climas frios. Esse fruto é um dos mais saudáveis do mundo, ótimo para combater infecções e hemorragias, além de fortalecer os ossos e os dentes, também auxiliam na cicatrização, melhoram a vista e a saúde da pele.

Lichia

Broto da planta de Lichia cultivada no vaso em um fundo claro.

A lichia é conhecida como a rainha das frutas em razão do seu aroma e sabor delicados, além da aparência atraente. Essa planta tem origem na China, podendo alcançar até 12 metros de altura e possuindo um sistema radicular pivotante e superficial.

As suas folhas são alternadas compostas, contendo 3 tipos de flores que florescem diretamente na mesma panícula. A árvore de lichia gosta de climas tropicais e subtropicais úmidos, não suportando geadas e verões secos.

Os solos devem ser férteis, profundos e ácidos, além disso, o enxerto costuma ser feito por borbulhia e garfagem. Essa fruta geralmente é consumida fresca ou usada para a fabricação de geleias, sucos, sorvetes, iogurtes e bebidas fermentadas.

Amora

Pé de Amora carregado de frutos em um jardim.

A amora é uma planta rústica de origem asiática, muito versátil e adaptável a diferentes tipos de climas e solos, especialmente os úmidos. É possível encontra-la por todo o Brasil, se adaptando em todas as regiões do país. É uma árvore que pode alcançar até 12 metros de altura, possuindo folhas caducas, lobuladas ou inteiras, dentadas ou serrilhadas, codiformes ou duras.

Sem a presença de espinhos, as suas flores são dióicas e monóicas, já o fruto é oval e comprido, com uma coloração bem roxa. A amora contém muitas vitaminas e sais minerais, sendo muito utilizada para combater afta, amigdalite, queda de cabelo, bronquite, doenças das cordas vocais e diarreia.

Romã

Muda de Romã  com frutos, cultivada em vaso escuro no jardim.

A romã é originária do Irã, espalhando-se pelo Mediterrâneo e se estendendo até a Índia, hoje em dia, ela é encontrada em muitas regiões quentes do mundo. É um arbusto esgalhado que forma moitas naturais, podendo alcançar até 6 metros de altura com galhos delgados e flores vermelhas que florescem em suas pontas.

As suas folhas são de um verde bem brilhante, contendo um fruto globoso com casca dura e uma tonalidade vermelho-dourada, cheio de sementes. A propagação é feita por enxertos, com as mudas sendo plantadas no início da primavera.

Além disso, a romã é um remédio comprovado como antibiótico natural, muito utilizado para combater disenteria, faringite, gengivite, inflamações da garganta, sangramento da gengiva, laringites, sapinhos e entre outras.

Pera

Muda de Pera com frutos em um jardim.

A pera é uma planta originária da Ásia e da Europa e possui milhares de variedades, sendo plantada principalmente em climas mais frios, portanto, é muito cultivada na região Sul do Brasil, além de em áreas maiores de 600m de altitude na região Sudeste. O plantio dessa árvore costuma ser por mudas enxertadas, utilizando do marmeleiro como o porta-enxerto mais comum, além disso, é uma espécie que prefere solos frescos e férteis.

Apesar de serem consumidas especialmente ao natural ou em sucos e iogurtes, as peras tem ótimos benefícios medicinais, utilizadas para auxiliar na gravidez, na saúde digestiva e na prevenção do câncer, além de combater a osteoporose, diabetes e alergias.

Maçã

Muda de macieira em um fundo azul.

A maçã é uma planta originária da Europa e da Ásia, possuindo mais 2500 espécies diferentes e sendo a fruta mais plantada ao redor do mundo. O seu tronco contém uma casca parda e lisa, além de uma copa redonda que pode alcançar até 10 metros de altura.

Cada espécie de maçã precisa de determinadas horas de frio para se desenvolverem bem, preferindo uma temperatura média de em torno de 7,2ºC. As variedades mais populares no Brasil são: maçã Fuji, maçã Red, maçã verde, maçã gala e maçã Melrose.

Além de ser utilizada para fabricar geleias, doces e tortas, por exemplo, essa fruta também possui um grande valor nutritivo, ajudando no funcionamento do intestino, do coração e também auxiliando no emagrecimento.

Pêssego

Muda de Pêssego com frutos, cultivada no jardim.

O pêssego é uma planta que possui um delicioso aroma e um sabor adocicado, é de origem chinesa e bem rica em vitaminas. A casca dessa fruta é fina, aveludada e com uma tonalidade alaranjada, já o seu fruto é muito utilizado para fabricar bolos, doces, geleias e sucos.

As árvores podem alcançar até 6,5 metros de altura, mas é comum deixa-las menores para ser mais fácil de manuseá-las. As suas flores contêm uma coloração branca, vermelha, rosa ou roxa, geralmente florescendo na primavera. Os pêssegos se desenvolvem em climas temperados, sendo bem comum nas regiões Sul e Sudeste do Brasil.

Por possuir um baixo teor calórico e uma alta presença de fibras, essa fruta é recomendada para qualquer tipo de dieta. No entanto, não é indicada para pessoas que têm um sistema digestório mais sensível.

Tenha mudas de plantas enxertadas em seu jardim ou pomar!

Árvores de abacate enxertada em viveiro, para a propagação de abacates.

A produção das mudas de plantas consiste em uma etapa muito fundamental do cultivo em muitos segmentos da agricultura. Seja para plantas frutíferas ou ornamentais, o crescimento e a aplicação de novas técnicas influenciam no resultado final e na qualidade das espécies.

Fazer o enxerto não é uma atividade simples, sendo necessário um pouco de cautela e as informações certas para obter sucesso. Há muitas maneiras de enxertar, do qual o tipo de corte é a principal diferença entre elas, além das genéticas das plantas envolvidas e os cuidados com a superfície.

No entanto, as vantagens desse método determinam as grandes diversidades de espécies de frutas encontradas atualmente, com uma qualidade e resistência bem superior. Por fim, fique atento com alguns pontos importantes para o desenvolvimento saudável da sua planta, além de usar as ferramentas e os equipamentos adequados.

Autor deste artigo

Produtora Audiovisual, escritora e roteirista.

Últimos posts


Os 10 Melhores Alarmes para Motos de 2022: Positron, Taramps e muito mais!

Os 10 Melhores Alarmes para Motos de 2022: Positron, Taramps e muito mais!

Está em busca de um bom alarme para sua moto? Aprenda a como escolher o melhor alarme e também confira quais são os 10 melhores alarmes para moto de 2022!


As 10 Melhores Cafeteiras Expresso de 2022: Nespresso, Oster e muito mais!

As 10 Melhores Cafeteiras Expresso de 2022: Nespresso, Oster e muito mais!

Quer adquirir uma cafeteira expresso para fazer um café delicioso e não sabe qual comprar? Veja neste artigo as 10 melhores cafeteiras e como escolher a sua!


As 10 Melhores Bicicletas Aro 16 de 2022: Caloi, Nathor e muito mais!

As 10 Melhores Bicicletas Aro 16 de 2022: Caloi, Nathor e muito mais!

Em dúvida sobre qual é a melhor bicicleta aro 16? Veja dicas de como escolher o modelo ideal para seu filho e uma seleção com 10 melhores bicicletas do mercado!


Mouse Hyperx é bom? Lista com os 6 melhores modelos de 2022!

Mouse Hyperx é bom? Lista com os 6 melhores modelos de 2022!

Saiba como escolher o melhor mouse HyperX por meio das dicas e do ranking com os 6 melhores modelos do mercado. No fim, faça um investimento que compensa!


Os 10 Melhores Cobertores de 2022: de casal, queen e muito mais!

Os 10 Melhores Cobertores de 2022: de casal, queen e muito mais!

Procurando o melhor cobertor de 2022? Confira neste artigo dicas imperdíveis sobre como escolher o ideal e um ranking com os 10 melhores produtos do mercado!


Palavras do momento

Palavras-chave do momento no PortalVidaLivre


Perfume Treinos Alimentação