Peixes para sushi: os tipos mais exóticos, acessíveis e muito mais!

Peixes para sushi: os tipos mais exóticos, acessíveis e muito mais!

Você sabia que existem vários sabores diferentes de sushi? Confira os peixes mais exóticos, mais usados e frutos do mar que podem compor um sushi!


Os variados peixes e frutos do mar para sushi

Prato com sushis de salmão

O sushi é um prato de origem Japonesa que leva peixes de variados tamanhos e espécies em sua composição, além de arroz japonês, algas marinhas e molho shoyu (opcional). O prato pode ser servido com o peixe cru ou frito. Aqui no Brasil, os rolinhos fritos ficaram bem famosos e o sushi original acabou passando por algumas mudanças culturais.

Criamos sabores como o sushi com cream cheese, o com frutas e até o com chocolate. Se você é do time das pessoas que gostam e consomem o prato, esse artigo é especialmente para você, pois hoje vamos te mostrar os melhores peixes para fazer o sushi do conforto da sua casa, além claro, de dicas incríveis sobre os cuidados que se deve ter com o peixe cru.

Você sabia que o peixe cru mal armazenado pode ocasionar riscos a nossa saúde? Para saber isso e muito mais confira abaixo nosso artigo completo!

Peixes mais usados para fazer sushi

Nos tópicos a seguir, falaremos sobre os peixes mais usados para o preparo do sushi. Dentre os mais conhecidos temos o salmão, o atum e a lula. Confira tudo sobre as características de cada peixe e porque essas espécies são tão comuns na construção dessa iguaria Japonesa.

Atum/Maguro

Atum

O Atum, ou Maguro em japonês, é uma espécie de peixe muito versátil para uso culinário. Sua carne é escura e macia, e tem um sabor único. Além de possuir um alto teor em fibras, também possui gordura insaturada, que é a gordura do colesterol bom, auxiliando assim nos problemas cardiovasculares.

Outro benefício do atum, é que a ingestão com frequência do peixe não ocasiona riscos para a saúde, sem contar no sabor delicioso de sua carne. Se ainda não o experimentou cru, é uma ótima oportunidade de conhecer um sabor novo, pois mesmo que já tenha provado o atum enlatado, os sabores são totalmente incomparáveis.

Salmão/Shake

Salmão

O salmão, ou shake em japonês, é um dos peixes mais versáteis que existe na culinária japonesa. Sua carne é macia e de coloração alaranjada. O peixe é característico pelo seu sabor leve, o que é ótimo para preparar o sushi, pois geralmente é um prato focado no sabor do peixe. Antigamente, o sushi era comercializado como uma espécie de fast food, por isso ele é servido cru, para agilizar o preparo.

A melhor parte, é que o sushi feito com essa espécie pode ser consumido em grande quantidade sem pesar no estômago, sem contar nos benefícios que sua ingestão trás para a saúde: ele é rico em ômega 3, vitamina B e potássio. Mas tome cuidado ao consumi-lo cru, pois ele pode atrair parasitas. Quando comprar, coloque direto no congelador.

Pargo/Tai

Pargo

O pargo, também conhecido como tai e suzuki pelos japoneses, é um peixe de água doce que mede em torno de 55 a 80 centímetros e chega a pesar mais de 8kg. O sabor de sua carne é leve e combina muito bem com o sushi, porém, ele pode apresentar parasitas, por isso, nos restaurantes, eles costumam tratar sua carne antes de servi-la crua.

Aqui no Brasil, é muito comum achar essa espécie sendo servida em restaurantes japoneses, pois o pardo é residente das nossas águas, o que significa que é muito fácil de ser comprado fresco, sendo esse um elemento essencial nos preparos de pratos crus.

Rabo amarelo/Hamachi

Hamachi

O rabo amarelo, ou hamachi em japonês, é um peixe muito apreciado pelas pessoas na culinária japonesa. Ele possui uma carne macia e saborosa, o alto teor de gordura presente no peixe faz com que sua carne seja de uma textura cremosa, quase amanteigada.

Mas seu sucesso na gastronomia japonesa vai além do seu sabor, pois essa espécie também é muito benéfica para a nossa saúde, sendo rica em proteínas, fonte de ácidos graxos e ômega 3. Todo esse conjunto de nutrientes nos proporciona um bem-estar geral, ajudando na redução da pressão arterial. Auxiliam evitando a perda de memória e nos deixam até bem-humorados.

Robalo/Suzuki

Robalo

O robalo, ou suzuki em japonês, é um peixe de verão e pode ser encontrado em todas as águas japonesas. Sua carne pode ser firme ou macia, tudo depende do corte. A carne presente na barriga do peixe tem um teor de gordura mais alto, a deixando com uma textura macia e amanteigada. Agora, se a carne for retirada de qualquer outra parte do peixe, ela terá uma textura mais firme e borrachuda.

Mas isso não interfere no sabor delicioso do peixe, que é leve e doce, sendo o preferido para ser consumido cru pela grande maioria das pessoas. Entretanto, como outros peixes já falados anteriormente, a carne do robalo deve ser tradada antes de ser servida crua.

Saury do pacífico/Sanma

Saury do pacífico

O saury do pacífico, ou sanma em japonês, é um peixe de boca pequena e corpo alongado, sua carne tem um sabor oleoso e bem característico, muito semelhante aos peixes anchova e arenque. Essa espécie gosta de ficar bem próximo a superfície e lugares frios, por isso seu fluxo de migração é alto.

O preparo do saury na culinária japonesa, se dá cortando sua carne em filetes e servindo com a pele. Essa espécie tem uma coloração prateada, o que dá um destaque na aparência do sushi.

Peixes mais acessíveis para fazer sushi

Já falamos sobre alguns peixes utilizados para ao preparo do sushi, alguns mais fáceis de se encontrar aqui no Brasil, outros mais difíceis. A seguir, mostraremos peixes que são encontrados com facilidade em nosso país, para você poder fazer esse famosos prato japonês com peixes fresquinhos, deliciosos e o melhor, pagando pouco. Confira!

Sardinha/Iwashi

Sardinha

A sardinha, ou iwashi em japonês, é um peixe de origem mediterrânea, mais específico na região de Sardenha, que deu origem ao seu nome. Ela pode medir até 25 centímetros de comprimento e tem cor prateada. Seu sabor é bem forte e característico, fazendo com que muitas pessoas não a apreciem.

Mesmo tendo um sabor forte ela combina muito bem com o sushi, sendo de fácil acesso e baixo custo no Brasil, tanto a carne crua quanto a enlatada. O que muitas pessoas não sabem, é que a sardinha pode ser benéfica para a saúde, sendo ela rica em ácidos graxos e ômega 3.

Cavalinha/Saba

Cavalinha

A cavalinha, ou saba em japonês, é um peixe de origem brasileira, encontrado nas águas salgadas do Nordeste o ano todo, e em Santa Catarina durante o verão. A espécie de cavalinha mais pescada no brasil é a cavala-verdadeira e a cavala wahoo. O sabor da carne é delicioso, de cor branca e textura firme, ótima para fazer sushi, lembrando sempre de preparar com vinagre antes de servi-la crua.

A cavalinha também é rica em vitamina A, que é a responsável pela saúde dos olhos, e ainda é considerado o peixe mais barato para o consumidor brasileiro.

Carapau/Aji

Carapau

O carapau, ou aji em japonês, é um peixe de porte pequeno e de sabor intenso, encontrado nas águas de toda a América. O sushi feito com sua carne tem um sabor bem diferenciado, além de ser rico em ômega 3, que é uma gordura boa para o nosso corpo. Ele possui escamas acinzentadas, corpo alongado e comprido.

Também conhecido como xarelete ou xerelete em outras partes do Brasil, o carapau é encontrado com facilidade no país, além de ser barato e render muitas receitas saborosas.

Bonito/Katsuo

Bonito

O peixe bonito, ou katsuo em japonês, é um parente muito próximo do atum, tendo certas características parecidas como o sabor da carne, a coloração mais avermelhada e o alto teor de gordura. Ele é encontrado com facilidade nas águas brasileiras, mais específico nas regiões norte, nordeste e sul.

O valor do quilo do peixe bonito é bem em conta em nosso país, ideal para você preparar um sushi fresquinho na sua casa. Além disso, como o atum, ele é rico em ômega 3.

Peixes exóticos para fazer sushi

Nesta parte do artigo, falaremos sobre dois tipos de peixes exóticos que podem ser utilizados no preparo do sushi, espécies que talvez você nunca imaginaria encontrar em um restaurante. São eles o baiacu e a enguia. Conheça suas características e o que os faz tão exóticos!

Baiacu/Fugu

Baiacu

A primeira coisa que você precisa saber sobre o baiacu, ou fugu em japonês, é que ele é extremamente venenoso. O perigo é tanto que o chefe cozinheiro que prepara pratos à base desse peixe precisa ter licença para exercer o serviço. Ele é considerado o segundo vertebrado mais venenoso do mundo, todas as suas partes contêm veneno, inclusive seu sangue, por isso é tão exótico.

Para torná-lo inofensivo, o cozinheiro precisa o preparar ainda vivo, e quem chegar a consumir sua carne preparada de modo equivocado, pode ter seus músculos paralisados e uma parada cardiorrespiratória. Depois de feito todo o processo, quando o peixe já está livre de toxinas, ele é servido em fatias como sashimi, sendo um dos pratos mais caros do mundo.

Enguia/Unagi

Enguia

O segundo peixe exótico é a enguia. A enguia, ou unagui em japonês, é uma espécie que existe a mais de 100 milhões de anos. Sua origem é incerta, por conta de ser um peixe muito antigo. O que sabemos é que sua carne é uma iguaria nos restaurantes japoneses. Um prato feito com enguia pode custar muito caro, mas quem teve a oportunidade de provar, recomenda.

Sua carne tem um sabor doce e delicado, e fica incrível em um sushi, misturado com nori (alga) e arroz japonês. Seu preparo é um pouco demorado, pois ela deve ficar submergida em vinagre de arroz por pelo menos duas horas, depois ser retirada e embebida novamente por mais 10 minutos, só então pode ser coada e preparada.

Frutos do mar para sushi

O sushi é um prato de variados sabores, podendo ser preparado com diversos frutos do mar diferentes, como lula, caranguejo, camarão e outros. Neste tópico, falaremos dos frutos do mar mais comuns encontrados na culinária japonesa. Você sabia que existe sushi de ouriço do mar? Confira essa e outras iguarias a seguir!

Akagai

Akagai

O Akagai (nome japonês), também conhecido como molusco vermelho é um molusco encontrado em grande quantidade no Japão e servido como sashimi. O prato tem um aroma suave e delicado, e o sabor é leve inicialmente, mas se potencializa conforme o molusco é mastigado. A textura de sua carne é macia, mas firme ao mesmo tempo, fazendo com que o prato seja muito apreciado pelos japoneses.

Abalone/Awabi

Abalone

O abalone ou awabi em japonês, é um molusco muito apreciado em diferentes formas de preparo, pode ser servido cru, assado, salteado, cozido ou até no vapor. Os moluscos fêmeas são considerados mais indicados para se cozinhar, já o macho, abalone azul, é ideal para ser consumido cru no sushi ou sashimi. É raro encontrar esse tipo de molusco no ocidente, por isso, ele é um fruto do mar bastante caro.

Lula/Ika

Lula

Existem diversos tipos de lulas no Japão, algumas delas são a surume ika, a aeori, que é preparada seca e a aori ika, essa última possui uma carne branca translúcida, muito macia e cremosa, ideal para preparar pratos como sushi e sashimi. A ika (nome japonês), antes de ser servida, costuma ser cozida por alguns segundos na água fervendo, para ficar com uma textura mais palatável.

Ovas de salmão/Ikura

Ikura

As ovas de salmão, ou ikura em japonês, são, como o próprio nome já diz, ovas de peixe. Essa iguaria é muito apreciada pelos japoneses e utilizadas em pratos como o sushi. No Brasil, conhecemos ovas de peixe como caviar, um prato considerado de luxo e extremamente caro. A diferença é que o caviar são ovas de peixe esturjão e possui uma cor mais escura.

Camarão kuruma/Kuruma ebi

Camarão kuruma

O camarão kuruma, ou kuruma ebi em japonês, é um camarão facilmente encontrado no Japão. O macho da espécie pode chegar a 30 centímetros de comprimento, enquanto a fêmea, chega a 17 centímetros. Sua carne é macia e bastante consumida em pratos como o sushi. Também pode ser servido grelhado, assado, salteado, frito em massa ou em tempurá, um prato Português que se popularizou no Japão.

Polvo/Tako

Polvo


O polvo, ou tako em japonês, é muito consumido pelos japoneses: eles aproveitam seus tentáculos e corpo para fazerem pratos como sushi ou takoyaki, que são bolinhos de polvo. A carne de polvo geralmente é bem firme, e dependendo de como é cozida, pode acabar ficando borrachuda. No entanto, o sushi é preparado com a carne ainda crua: eles fatiam os tentáculos e servem sobre o arroz.

Torigai

Torigai


O torigai é um molusco utilizado de diversas formas na culinária japonesa, como em sushi, sashimi e até em conserva. Seu sabor doce e textura delicada encanta até as pessoas que não são muito fãs de moluscos. Ele é uma espécie de molusco diferenciada, pois tem seu auge no calor, se adaptando muito bem à primavera e ao verão, enquanto os outros moluscos têm seu auge no frio do inverno.

Ouriço do mar/Uni

Ouriço do mar

O ouriço do mar, ou uni em japonês, é um ouriço que tem partes comestíveis e bastante utilizadas na culinária japonesa. Suas cores vão de ouro a amarelo claro e o sabor de sua carne é incrivelmente delicado e distinto, já a textura é amanteigada e de alto valor nutritivo.

Ele é servido em pratos como sushi e sashimi no Japão. já em alguns países da Europa, é usado como base para enriquecer ovos mexidos, sopas e outros pratos.

Cuidados com o peixe cru

Peixe cru em recipiente

A culinária japonesa é composta por alguns pratos que envolvem o consumo de carne animal crua, e não podemos negar que eles são deliciosos, mas precisamos ter muito cuidado ao ingeri-los, pois, algumas espécies podem apresentar doenças e parasitas. A seguir falaremos sobre todos os cuidados que você deve ter antes de degustar essas iguarias cruas.

Potenciais parasitas

Alguns potenciais parasitas presentes na carne dos peixes são os vermes de bacalhau, vermes de foca e tênias. Vamos começar pelos vermes de bacalhau. Eles são visíveis a olho nu e podem ser facilmente removidos, mas como há chances de acabar ficando algum, o bacalhau raramente é servido cru.

Em seguida, temos os vermes da foca, que podem ser encontrados no salmão, na cavala, entre outras espécies: eles possuem uma coloração marrom e se enrolam na carne como pequenas molas, por isso é muito importante que a carne seja congelada antes de servida, pois as baixas temperaturas matam a maioria dos parasitas, deixando a carne livre de perigo.

Nenhum dos parasitas citados acima são tão perigosos como nosso último da lista, a tênia. As tênias vivem em peixes de água doce como trutas e achigãs, e o consumo dessas carnes cruas é totalmente contraindicado, pois se ingerida, a tênia pode viver dentro de uma pessoa por meses até atingir 6 metros de comprimento, causando sérios danos ao corpo.

O frescor dos peixes

O segundo fator a ser tratado é sobre o frescor dos peixes. Para um peixe ser consumido cru, sem causar danos a nossa saúde, ele precisa passar por um tratamento desde o momento da pesca. O processo consiste em: pescar, sangrar o peixe, eviscerar e congelar completamente. Existem bactérias que se acumulam no peixe assim que ele morre, por isso o congelamento é indispensável.

Se você gosta de pescar, e quer comer os próprios peixes crus, lembre-se que, por segurança, você deve sempre seguir os passos mostrados acima: assim que pescar seu peixe, sangre-o, cortando uma fatia perto da cauda até a espinha dorsal, em seguida estripe e limpe o peixe. Depois, já pode congelá-lo para consumir posteriormente. Levar gelo no barco é ideal para mantê-los frescos.

Conheça também os melhores produtos para fazer e acompanhar o sushi

Neste artigo você conheceu os melhores tipos de peixes para fazer sushi, dos mais comuns e mais em conta até os mais exóticos. Agora que está pronto para comprar o peixe, confira alguns de nossos artigos sobre produtos relacionados, para melhorar ainda mais a sua experiência e impressionar seus amigos. Confira abaixo!

Os 10 Melhores Hashis Reutilizáveis de 2022: YOI, Lyor e muito mais!

https://portalvidalivre.com/articles/2132

Você quer comprar hashi reutilizável e não sabe qual escolher? Confira abaixo as nossas dicas de como escolher e quais são os melhores de 2022!

Os 10 melhores saquês de 2022: Azuma Kirin, Hakushika e muito mais!

https://portalvidalivre.com/articles/1629

Deseja apreciar um bom saquê? Descubra aqui a origem dessa bebida, os tipos mais populares, principais opções e como escolher o melhor para seu paladar!

As 10 melhores facas para churrasco de 2022: da Tramontina, Mundial e mais!

https://portalvidalivre.com/articles/2284

Leia este artigo e saiba tudo sobre como escolher uma boa faca ideal para você, além de um ranking com os 10 melhores modelos de facas para churrasco atuais.

Escolha seu favorito e faça em casa!

Sushi num recipiente

O peixe além de ser uma opção saldável é incrivelmente delicioso, e com todas as nossas dicas, você pode aproveitá-lo quando quiser e sem preocupações, seja no sushi, sashimi ou em qualquer outro prato. O consumo de peixe, pelo menos 3 vezes na semana, é um grande aliado para nossa saúde mental e física, além de ser uma ótima fonte de proteína para substituir a carne vermelha.

Neste artigo, mostramos a você as várias opções de peixe para se preparar receitas ou comer sozinho mesmo, seja cru ou cozido. É só escolher qual o seu preferido e também o que melhor se encaixa no seu orçamento e aproveitar.

Autor deste artigo

Escrever é se comunicar pelas palavras, é dar informação a quem precisa, por isso amo o que faço. Gosto de fazer um pouco de tudo e estou sempre atrás de novos hobbies, todas as atividades feitas ao ar livre e em contato com a natureza ajudam a revigorar nossa alma e a trazer um bem estar. Por isso embarque nessa jornada cheia de dicas práticas comigo, para você levar uma vida tranquila e sem apuros.

Últimos posts


As 10 Melhores Impressoras 3D com Bom Custo-Benefício de 2022: Flashforge, Creality e muito mais!

As 10 Melhores Impressoras 3D com Bom Custo-Benefício de 2022: Flashforge, Creality e muito mais!

Está em busca de uma excelente impressora 3D, mas não quer gastar muito? Conheça agora os modelos com bom custo-benefício e saiba como escolher o modelo ideal!


Como limpar aliança de prata: que ficou preta, dicas e muito mais!

Como limpar aliança de prata: que ficou preta, dicas e muito mais!

Você sabe como limpar acessórios feitos de prata? Veja neste artigo passo a passo para lustrar, dicas e formas de manter sua peça brilhando.


Treino com halteres: para iniciantes, intermediário e muito mais!

Treino com halteres: para iniciantes, intermediário e muito mais!

Existe uma série de exercícios que podem ser aprimorados com os halteres, sejam treinos para membros inferiores ou superiores. Confira alguns deles aqui!


Treino ABCD: divisão de treinos, dicas, exemplos e muito mais!

Treino ABCD: divisão de treinos, dicas, exemplos e muito mais!

Já ouviu falar em treino ABCD para fazer na academia e auxiliar na hipertrofia? Confira esse artigo para saber como funciona, dicas, vantagens e desvantagens.


Motos custom: as mais baratas e as melhores que se pode encontrar!

Motos custom: as mais baratas e as melhores que se pode encontrar!

Neste artigo, saiba as novidades das motos custom e confira os diferentes modelos para ter uma em sua garagem, suas características e vantagens.


Palavras do momento

Palavras-chave do momento no PortalVidaLivre


Perfume Alimentação