Plantas herbáceas: o que são, melhores tipos, características e mais!

Plantas herbáceas: o que são, melhores tipos, características e mais!

Você sabe quais herbáceas plantar em seu jardim? Descubra como cuidar, onde plantar, quando florescem, como adubar e qual combina mais com você!


Conheça mais sobre as plantas herbáceas e suas variedades!

Quintal de margaridas herbáceas e um tênis amarelo

As plantas herbáceas, conhecidas também como “ervas”, são ideais para colorir o seu jardim. Essa categoria é composta por diferentes espécies de diversas cores e que podem ou não possuir flores.

Essas delicadas plantas não possuem caules-lenhosos, ou seja, têm caules verdes e macios que, por serem assim, não crescem muito em altura. Por mais que não floresçam no inverno, quando o tempo volta a esquentar, elas trazem vida de novo ao seu jardim.

São muito conhecidas por adornar os jardins europeus na primavera e no verão, pois, durante o inverno, muitas se escondem debaixo da terra e outras secam e ficam cobertas pela neve, o que não ocorre no Brasil. Contudo, passam aqui pelo mesmo processo durante o período mais frio, quando morrem e deixam apenas suas sementes, que germinarão quando a primavera voltar. Essas são chamadas de “anuais” ou “bienais” e as que “se escondem debaixo da terra” são chamadas de “perenes”.

Tipos de plantas herbáceas para dar vida ao seu jardim

Existem muitas espécies de herbáceas, as quais podem ter tamanhos, cores, formatos e ciclos de vida diferentes. Vejamos a seguir algumas delas para que você possa descobrir qual a ideal para o seu jardim:

Aquilégia

Arquilégia

A Aquilégia, também nomeada como “Colombina” ou “Erva-pombinha”, é encontrada em mais de uma cor, como branco, amarelo, vermelho e arroxeado, uma das colorações mais conhecidas. Ela tem origem no hemisfério norte e, portanto, é mais resistente ao frio e não gosta de calor intenso, como a Aquilegia Vulgaris (de origem europeia) e a Aquilegia Caerulea (América do Norte).

A Aquilégia pode medir de 30 a 120 cm, dependendo do tipo. Ela é uma herbácea perene, o que quer dizer que seu ciclo de vida é contínuo, que ela não morre após um ano.

Echinacea

Echinacea

Conhecida como Flor-de-cone, a Echinacea é muito procurada por conta de suas propriedades medicinais. A mais comum é a de coloração púrpura (Echinacea purpurea), que é bastante resistente e tem um maior período de floração. Nativa da América do Norte, sua altura pode variar entre 60 e 150 cm.

Ela também é uma herbácea do tipo perene, não anual. As equináceas precisam de bastante luz solar para dar suas muitas flores, que atraem borboletas por conta de seu néctar.

Margarida amarela

Margarida amarela

A Margarida Amarela (Rudbeckia hirta) é uma popular flor de jardim também famosa por sua cor vibrante, o amarelo. Normalmente não chega a um metro de altura, porém a variedade Rudbeckia maxima pode chegar a aproximadamente 2,5m em condições adequadas.

Ela faz parte do grupo “perene” e gosta de muita luminosidade, assim como de calor. Com flores bastante duradouras, a Margarida Amarela é originária da região central dos Estados Unidos.

Moréia

Moréia

A Moréia é uma planta fácil de cultivar por se adaptar facilmente aos tipos de solos e temperaturas, mesmo sendo de região tropical, suporta frio no período do inverno. Nativa da África do Sul, a Dietes-bicolor (nome científico) mede entre 50 e 70 cm.

É uma herbácea do tipo perene e de flor muito perfumada, o que a faz atrair abelhas e borboletas. É uma ótima opção para embelezar o seu jardim, pois suas pequenas manchas em meio ao branco a tornam bastante particular.

Bulbine

Bulbine

A Bulbine é caracterizada por suas pequenas flores de cor amarelo-alaranjadas. Assim como as flores, a própria planta não é muito grande, variando entre 30 e 60 cm. Tem origem na África do Sul e seu ciclo de vida é perene. Por ter folhas que lembram a da cebola, também ganha o nome de Cebolinha-de-jardim.

Sua florada dura a primavera e o verão todos, podendo dar flores o ano inteiro quando se encontra em regiões quentes. Ela também é bastante resistente, tolera a seca, o frio e se regenera na primavera mesmo que suas folhas tenham sido danificadas.

Crista de galo

Crista de galo

A Celosia ganha popularmente o nome de “Crista de Galo” e a mais comum (Celosia Argentea) chama a nossa atenção por conta de seu formato incomum: pontiaguda e ao mesmo tempo macia. Já a Celosia Cristata também possui um formato peculiar, podendo ser comparada com um cérebro.

As espécies têm cores bastante vibrantes, incluindo o roxo, vermelho, laranja, rosa e amarelo. A Crista de Galo pode crescer até um metro, seu ciclo de vida é anual e ela vive bem nas regiões mais quentes.

Lança de São Jorge

Lança de São Jorge

A Lança de São Jorge (Sansevieria Cylindrica) tem esse nome justamente por conta de seu formato cilíndrico que acaba em uma ponta. Ela é diferente da “Espada de São Jorge”, a Sansevieria Trifasciata, que não é cilíndrica. Nativa do continente africano, essa herbácea faz parte do grupo das suculentas, plantas que acumulam mais água em seus caules.

A Lança de São Jorge tem sido muito escolhida para adornar ambientes internos e pode, de tempos em tempos, dar pequenas flores brancas.

Características e curiosidades das plantas herbáceas

Cesto de plantas herbáceas

Com uma infinidade de espécies, as plantas herbáceas têm diversas diferenças pois não são necessariamente aparentadas entre si, porém não se diferem em tudo. Confira algumas das características comuns entre elas:

Pontos em comum entre as espécies

Esse grupo de plantas é determinado por não possuir caules lenhosos, mas macios e verdes. As herbáceas estão presentes em todos os continentes, visto que cada espécie resiste a diferentes tipos de clima.

A grande parte delas floresce no mesmo período, a primavera, resultando em uma explosão de cores, que, em muitos lugares, vem substituir o monocromático inverno. Por normalmente não atingirem uma altura elevada, elas são ideais para jardins ou ambientes internos, desde que recebam a quantidade certa de luz.

Importância ecológica da vegetação herbácea

Elas constituem o maior agrupamento de espécies, sendo assim, fornecem alimento para uma inúmera quantidade de organismos e colaboram para a biodiversidade. As herbáceas são plantas que sobrevivem muitas vezes em regiões onde não há água o ano inteiro, pois, uma vez que morrem no verão, deixam suas sementes na terra para quando as chuvas recomeçarem.

Também há o grupo das perenes que “se recolhem” debaixo da terra em forma de bulbos ou raízes nesse período. Quando estão cobrindo o chão de florestas, as herbáceas também ajudam na proteção das sementes de arbustos e árvores maiores, mantendo-as protegidas na sombra até que brotem.

Formas de usar a herbáceas na decoração

Por possuírem diversos formatos, cores e tamanhos, as herbáceas são ótimas plantas para decoração. Elas podem ficar tanto dentro de casa, de um apartamento, quanto no jardim. Em jardins, elas permitem muitas composições diferentes. Você pode optar por misturar diferentes alturas, criando camadas de flores - ou de bonitas folhas, nos casos das que não florescem.

Pode também compor a paisagem com diversas cores, talvez flores parecidas ou da mesma espécie que possuam uma grande variedade de tonalidades. A sua escolha pode ser por misturar formatos, talvez selecionar as mais fora do padrão. Você pode escolher a Aquilegia para dar ao ambiente um tom mais romântico, ou a Equinácea para trazer um ar campestre. O importante é usar a criatividade e sempre prestar atenção aos cuidados que cada espécie necessita.

Como cuidar das plantas herbáceas

Senhora cuidando de plantas

Como já foi dito, as herbáceas são bastante diferentes entre si tanto em forma e ciclo de vida quanto em ambientes onde crescem melhor e temperaturas que suportam. Vejamos alguns pontos importantes nos quais prestar atenção sobre cada uma das plantas de que falamos para que você possa cuidar o melhor possível das suas:

Preparo do solo para plantas herbáceas

É fundamental que o solo no qual será plantada a sua herbácea tenha uma boa drenagem, isto é, que não acumule muita água. Elas gostam de terrenos mais arenosos e algumas como a Echinacea e a Aquilégia preferem a terra com um PH levemente ácido. A Margarida Amarela é a única que não necessita de um solo rico de nutrientes, as outras precisam de uma terra fértil para crescerem bem.

Escolha o local de plantio para as plantas herbácias

Cada tipo de herbácea precisa de uma luminosidade diferente, portanto esse é um grande fator no momento de escolher onde colocar a sua planta. Tente deixar juntas aquelas que gostam da mesma quantidade de luz diariamente ou se lembrar de mover os vasos durante o dia, caso as tenha dentro de casa.

As que gostam de sol direto e muitas horas de luz por dia são a Echinacea, a Crista de Galo, a Bulbine e a Margarida Amarela. Já a Lança de São Jorge, a Moréia e a Aquilegia preferem meia luz, mas não sombra. Apenas a Lança de São Jorge tolera ambientes mais escuros, porém é necessário que receba um pouco de luz solar esporadicamente.

Dicas de rega para plantas herbáceas

Por mais que algumas exijam regas diárias, é importante lembrar que nenhuma dessas herbáceas sobrevive bem em terras encharcadas. Portanto, mesmo quando regadas, a água não deve se acumular no vaso. A Echinacea, a Crista de Galo, a Moréia e a Bulbine precisam de bastante água para florirem em sua máxima capacidade, entretanto suportam períodos de seca.

Já a Margarida Amarela necessita de bastante água apenas no seu período de crescimento, exigindo menos regas quando estabilizada. A Aquilegia deve ser regada apenas quando um ou dois dedos de sua terra estiverem secos. A Lança de São Jorge se difere das outras, por ser do tipo suculenta, deve ser regada apenas uma vez por semana.

Substratos e adubos para plantas herbáceas

As que mais precisam de adubo para se manterem floridas ou vigorosas são a Aquilégia, a Moréia e a Lança de São Jorge, que no período de primavera e início do verão podem ser fertilizadas mensalmente. Para adubar a Moréia recomenda-se o adubo mineral 04-14-08.

Já a Echinacea, a a Margarida Amarela, a Bulbine e a Crista de Galo podem ser adubadas anualmente, de preferẽncia no início da primavera. Muito fertilizante pode deixá-las enfraquecidas. A Crista de Galo, porém, caso esteja perdendo vivacidade, pode ser adubada uma segunda vez.

Poda das plantas herbáceas

Em relação a poda, cada uma deve ser feita de maneira particular. A Crista de Galo e a Bulbine não precisam ser podadas. A Echinacea também não necessita de poda, porém a retirada de flores secas das plantas ainda vivas colabora com o aparecimento de mais botões. As Margaridas Amarelas devem ser podadas a 5 cm do solo após o período de floração.

Da Lança de São Jorge podem ser retiradas as folhas amareladas apenas por motivos estéticos, sendo cortadas pela base. Caso não te incomodem tais folhas, elas podem ser deixadas na planta sem nenhum dano.

A Moréia não deve ser podada, porém é recomendado que se retire as folhas secas de sua base. A Aquilégia não precisa de poda e nem de retirada das flores secas, que espalharão sementes pela terra, possibilitando novas flores na primavera seguinte.

Mudas de plantas herbáceas

Para criar mudas de Echinaceas, você deve secar suas sementes e semeá-las em um local frio, caso você não esteja em um lugar de intenso inverno, você pode deixar as sementes na terra dentro da geladeira ou um refrigerador em um recipiente fechado de 8 a 10 semanas.

Depois, devem ser plantadas entre 2 e 3 com abaixo da terra e germinarão em até duas semanas. A Margarida Amarela deve passar por um processo similar, porém tem de ficar na geladeira por apenas 4 semanas.

Já a Crista de Galo precisa de um ambiente bastante quente para germinar, podendo-se recorrer a aquecê-lo de forma artificial. Tanto a Bulbine quanto a Moreia podem ser plantadas a partir da semente ou da divisão da muda em duas ou mais.

Floração das plantas herbáceas

A Aquilegia começa a florir no meio da primavera, suas flores duram aproximadamente um mês. A Moréia flore o ano inteiro, porém suas flores são mais frequentes na época de primavera e verão. As flores da Lança de são Jorge são esporádicas.

A Bulbine e a Crista de galo florescem tanto na primavera quanto no verão, já Margarida Amarela e a Echinacea florescem apenas no verão.

Tenha uma planta herbácea em sua casa!

Quintal de plantas herbáceas perenes

Citamos aqui diversas características sobre as herbáceas. Você pode decidir agora qual combina mais com a sua casa, se a Aquilégia, a Margarida Amarela ou a Echinacea; talvez a Bulbine ou a Crista de Galo se você gosta de flores diferentes.

Se você não tem tanto talento com plantas, talvez a Lança de São Jorge seja uma boa opção. Também pode avaliar a temperatura de onde vive na hora de escolher. Você já sabe como cuidar de cada uma e onde plantá-las para que cresçam melhor, agora é só anotar as dicas e cuidar da sua herbácea!

Autor deste artigo

Sou uma pessoa que tem curiosidade pelo mundo que nos cerca. Gosto de caminhar por aí e desvendar os segredos que só são descobertos quando observamos em silêncio.

Últimos posts


Os 10 melhores iluminadores de 2022: Ruby Rose, Oceáne e muito mais!

Os 10 melhores iluminadores de 2022: Ruby Rose, Oceáne e muito mais!

Procura algo que realce seus traços e garante aquele brilho lindo na pele? Confira neste artigo os melhores iluminadores e como encontrar o perfeito para você!


As 10 melhores espreguiçadeiras de 2022: Mor, Belfix e muito mais!

As 10 melhores espreguiçadeiras de 2022: Mor, Belfix e muito mais!

Você está em busca de relaxamento ao ar livre? A resposta está nas espreguiçadeiras. Conheça neste artigo os principais modelos do mercado e dicas de compra!


As 10 melhores poltronas para leitura de 2022: reclinável, redonda e muito mais!

As 10 melhores poltronas para leitura de 2022: reclinável, redonda e muito mais!

Buscando a poltrona para leitura perfeita? Confira neste artigo as dez melhores poltronas para leitura, como escolher a mais confortável, preços e onde comprar!


Os 10 melhores shampoos sem sal de 2022: Truss, Granado e muito mais!

Os 10 melhores shampoos sem sal de 2022: Truss, Granado e muito mais!

Procura por um cabelo dos sonhos com muito brilho, força e maciez? Então veja neste artigo os melhores shampoos sem sal do mercado e dicas para comprar o ideal!


Os 10 melhores fixadores de cabelo em 2022: CHARMING, Karina e muito mais!

Os 10 melhores fixadores de cabelo em 2022: CHARMING, Karina e muito mais!

Em busca do melhor fixador para o cabelo? Confira neste artigo as principais opções do mercado e dicas infalíveis para escolher o melhor produto.


Palavras do momento

Palavras-chave do momento no PortalVidaLivre


Limpeza Produtos de cozinha Ar e ventilação Cabelo Higiene e saúde