Como plantar lírio: como cuidar, espécies, decoração e mais!

Como plantar lírio: como cuidar, espécies, decoração e mais!

Conhecido por seu perfume e sua beleza, os lírios conquistaram o mundo todo. Conheça mais sobre esta flor, como cuidar e dicas para usá-la na decoração!


Lírio: uma das plantas mais famosas do mundo

lírios brancos

Os lírios são plantas conhecidas e adoradas pelo mundo todo, trazendo elegância para ambientes internos, jardins e canteiros. Eles têm folhas compridas de coloração verde escura e suas flores têm um formato que lembra o de trompetes ou de sinos. Suas cores variam entre rosa, dourada, vermelha, laranja e branca, além daquelas bi ou até tricolores, e elas são famosas por perfumar o espaço onde estão.

Popularmente, os lírios estão relacionados à pureza e ao amor puro. No catolicismo, é a flor símbolo da Virgem Maria, enquanto o Feng Shui chinês a vê como um purificador de energias negativas. Saiba mais sobre esta planta mística e delicada aqui.

Informações básicas do lírio

Lírio tigre


Nome científicoLilium sp.
Outros nomesLírio, Palma-de-São-Jose
OrigemHemisfério norte, especialmente China e Japão
Porte30 a 120 cm
Ciclo de vida

Perene, com um período de hibernação

Floração Primavera e verão 


A maior parte dos lírios teve sua origem na China e no Japão, mas há tipos provenientes de outros pontos da Ásia, da Europa e até da América do Norte, sendo conhecida e adorada desde a antiguidade. Desde então, sua beleza e seu odor a transformaram em uma das flores mais conhecidas do mundo.

A floração destas plantas varia de acordo com a espécie, mas a maioria exibe suas cores entre a primavera e o verão. Por isso, mesclá-las em jardins e canteiros é uma boa opção para garantir flores durante as duas estações.

Como cuidar do lírio

Jardineira cuidando de lírios

Os lírios são plantas de bulbo fáceis de criar. A floração saudável durante os meses quentes depende de um solo bem drenado e rico em matéria orgânica, e a durabilidade da planta é possibilitada pelo cuidado dos bulbos no período de hibernação.

Iluminação para lírio

Os lírios são plantas que gostam do calor e de luz moderada. Apenas quando jovens, os brotos precisam passar entre seis e oito horas sob luz direta, mas as plantas adultas da maior parte das espécies preferem a meia-sombra, aceitando até seis horas sob o sol.

O aspecto da folhagem indica se o lírio está satisfeito com a iluminação: folhas amareladas e retorcidas é um sinal de que o local recebe luz direta em excesso. Por outro lado, em ambientes muito escuros, a planta buscará pelo sol, e seu caule ficará retorcido e envergado.

Temperatura para lírio

Estas plantas delicadas não suportam extremos, nem de frio, nem de calor. Temperaturas acima de 32 °C já incomodam os lírios, e eles precisam de uma estação fria para poder realizar seu processo anual de hibernação. Portanto, em regiões quentes, é preferível deixar essas plantas em ambientes internos. Uma outra opção é regá-las com gelo em dias com altas temperaturas, posicionando alguns cubos no solo, próximo às raízes.

Em relação ao cuidado com o bulbo no período de hibernação, em lugares quentes, recomenda-se guardá-los na geladeira, embrulhados em papel toalha, para evitar o apodrecimento devido às altas temperaturas.

Umidade para lírio

Os lírios gostam de ambientes nos quais a umidade relativa do ar passa dos 65%. O mais importante é garantir que a planta esteja em um local sem variações bruscas de umidade, uma vez que isto faz com que as folhas fiquem retorcidas e secas, os botões murchem e o crescimento seja afetado.

Quanto maior o bulbo do lírio, mais sensível ele vai ser às mudanças do ambiente, portanto eles requerem o dobro de atenção.

Solo ideal para lírio

Assim como grande parte das plantas com bulbo, os lírios gostam de solos bem drenados, uma vez que o acúmulo de água pode apodrecer esta parte da planta, as raízes e até o caule. Por isso, os vasos devem contar com o uso de argila expandida ou de manta de drenagem em seus fundos, evitando o alagamento da terra.

Para florescer com saúde, o lírio necessita de um solo rico em matéria orgânica. Enquanto a planta ainda é jovem, priorize fertilizantes nitrogenados, a base de ureia. Este elemento garante o desenvolvimento das raízes dos bulbos.

Rega para lírio

Antes de regar a sua planta, sempre cheque se o solo em que ela se encontra está seco ou úmido. A variação de temperatura, o tamanho e o local dos lírios afeta a quantidade de água que a planta precisa, mas de maneira geral, estas plantas precisam ser regadas diariamente, em ambientes externos, e em dias alternados, nos internos.

Coloque a água no solo, próximo ao bulbo, ou pulverize sobre as folhas, aproveitando para limpar a poeira que eventualmente fica sobre elas. Após a última floração, suspenda as regas, pois a planta deve entrar em seu período de hibernação.

Floração do lírio

Os lírios florescem anualmente, entre a primavera e o verão, a depender da espécie. A variedade de cores das suas flores é enorme, mas as laranjas, amarelas, brancas, vermelhas e rosas são as mais comuns. Muitas delas têm o centro da pétala de tons distintos dos das bordas, dando ainda mais destaque para a flor.

A floração do lírio é sequencial, ou seja, os botões não abrem todos ao mesmo tempo. Com isso, o arranjo ou quintal permanece colorido durante semanas. Além da beleza, estas flores delicadas também exalam um odor muito apreciado, sendo decorações perfumadas para quartos, salas, escritórios e até festas.

Manutenção do lírio

As plantas da família Lilium são perenes, ou seja, duram bastante tempo. Apesar disso, elas florescem apenas uma vez ao ano, nos meses mais quentes, e aparenta morrer depois disso. Na realidade, ele apenas inicia seu período de hibernação, e, em alguns meses, voltará a crescer e se tornar uma linda planta.

Para manter os lírios, basta atender as necessidades de solo, rega e iluminação enquanto a planta cresce e suas flores nascem; e cuidar dos bulbos durante a hibernação, mantendo em local seco e ligeiramente frio, para que eles recomecem o seu ciclo.

Pragas e doenças do lírio

É necessário sempre observar o aspecto geral dos lírios para garantir que a planta esteja saudável. A rápida identificação de sinais de pragas e doenças aumenta a possibilidade de reverter os danos causados sem estressar muito os lírios.

Os pulgões, comum entre plantas desta família, se instalam nos caules e nas proximidades das flores. Nestes casos, lave a planta com sabão neutro, deixando-a secar na sombra. Os fungos também são inimigos dos criadores de lírios, como o da Podridão Cinzenta, que fragiliza as folhas, provocando manchas marrons e, em estágios avançados, a queda destas, e o da Fusariose, perceptível se a planta está murcha e amarelada.

Espécies de lírio

Originárias do hemisfério norte, especialmente da China e do Japão, os lírios contam com uma diversidade enorme de espécies e, consequentemente, de cores, formatos e cheiros. Descubra aqui os mais conhecidos.

Os lírios asiáticos

lírio asiático

Os lírios asiáticos encantam com suas cores vibrantes no começo do verão. As flores desta espécie são pequenas, se comparadas com as outras, mas brotam em maior quantidade, e tem pouco perfume. Seu porte varia entre 60 e 90 centímetros, sendo o menor dos lírios.

Ele é muito utilizado em jardins, e é um dos mais comuns por ser também mais resistente e tolerante em relação ao solo - desde que este esteja bem drenado.

Os lírios da Páscoa

Lírio de Páscoa

Os lírios da Páscoa tem esse nome pois florescem no começo da primavera que, nos países do hemisfério norte, corresponde aos meses de março e abril, tal como a celebração da Páscoa. As flores têm formato de trombeta, e as mais famosas são brancas com o centro esverdeado, embora existam outras variedades, como as rosas e as bicolores.

Esta espécie é mais delicada que as outras, exigindo mais cuidado e atenção por parte do jardineiro. Ela prefere temperaturas ligeiramente quentes, e é muito utilizada em decoração de interiores e de eventos.

Os lírios orientais

Lírio oriental

Junto com os lírios asiáticos, os lírios orientais são os preferidos para jardins e canteiros, sendo apreciados não só pela sua grandiosidade, mas também pelo agradável aroma que suas flores exalam. Esta é uma espécie alta, podendo chegar a até um metro e vinte centímetros de altura.

As suas pétalas têm um ondulado característico nas bordas, e podem ser encontradas nas cores vermelho, rosa, laranja e dourado, além do clássico branco. Ela floresce entre meados e o final do verão.

Os lírios-trombeta

lírios-trombeta

Tal como o nome sugere, as flores dos lírios-trombeta têm a base afunilada e o formato de um cone. Outra característica marcante é que elas ficam penduradas ao longo do caule, tal como um guarda-chuva, podendo variar entre tons de rosa, amarelo e branco.

Os botões do lírio-trombeta crescem próximos uns aos outros, e se abrem no meio do verão. Assim como os lírios orientais, as plantas adultas podem chegar a um metro e vinte centímetros de altura.

Cultivo do lírio

Replante de lírios com raízes

Os lírios duram muito tempo, mas passam por um período de hibernação anualmente. Isso significa que seu caule, suas flores e folhas secam, mas seu bulbo permanece vivo, renascendo em seis meses. Confira como cuidar do bulbo durante este processo, e como manter as plantas saudáveis durante seu crescimento.

Preparação dos bulbos do lírio

Os bulbos do lírio são similares a um alho. Eles ficam sob a terra, e são deles que saem a raiz e o caule da planta. Depois que as flores e as folhas secam, é necessário retirá-los, limpá-los, secá-los e guardá-los em um lugar ventilado e resfriado, de preferência envolto em um papel-toalha, evitando o apodrecimento. Caso você não tenha uma planta mãe, os bulbos podem ser comprados em lojas de jardinagem e floriculturas.

O melhor momento para colocar o bulbo na terra é no fim do outono, em regiões frias, ou no início do inverno, nas demais. Desta maneira, quando os meses quentes chegarem, ele já estará com raízes firmes e desenvolvidas.

Cultivo do lírio por semente

Apesar do plantio por bulbos ser mais comum, é possível plantar lírios a partir de suas sementes. Esse processo é mais lento, demorando até quatro anos para o desenvolvimento completo da planta. Coloque as sementes na água em temperatura ambiente por cinco dias, trocando sempre o líquido e limpando o recipiente.

Após este período, guarde-as em um saco com terra rica em matéria orgânica, principalmente nitrogênio, em uma temperatura por volta de 20°C. Em três meses, pequenos bulbos se desenvolvem, e é necessário transportá-los para um ambiente resfriado.

Método de replantagem do lírio

Depois dos bulbos desenvolverem raízes, coloque no solo e cubra com terra. É importante que exista pelo menos cinco centímetros até o fundo do vaso, para que as raízes tenham espaço para crescer. Durante as primeiras semanas, capriche na luminosidade recebida pela muda e na matéria orgânica no solo, regando o suficiente para a terra ficar úmida, não encharcada.

Para a replantagem de lírios já adultos, manuseie com cuidado, segurando pelo bulbo e pelo caule enquanto a transporta. Antes disso, é importante cortar o pólen das flores, pois o movimento faz com que as partículas se soltem da planta, provocando alergias.

Esterilizar os materiais

É necessário esterilizar os materiais que serão usados para o manuseio dos lírios, a fim de se evitar a contaminação e propagação de fungos e bactérias que atacam as folhas, flores, bulbos e raízes, podendo comprometer a saúde da planta.

É possível limpar as ferramentas com água morna e sabão ou detergente neutro e, caso elas estejam muito sujas e enferrujadas, mergulhá-las em uma solução com um litro de vinagre branco e 60 mililitros de sal. Lembre-se também de lavar os vasos onde os lírios serão alocados.

Cultivar o lírio no jardim ou horta

Os lírios são plantas adoradas pelos paisagistas para enfeitar jardins, quintais, hortas ou outros espaços abertos. Além de sua beleza e odor, os lírios são plantas companheiras de outras flores, como a roseira, uma vez que eles cobrem o solo ao redor da árvore e não competem por nutrientes e espaço.

As espécies mais altas, como os lírios orientais e os lírios-trombeta caem muito bem em ambientes externos, tanto enfileiradas como em pequenos grupos. Os lírios asiáticos, apesar de serem menores, também são utilizados em jardins, por sua tolerância em relação ao meio ambiente.

Vasos para lírio

Pode-se optar também por colocar os lírios em vasos, enfeitando salas, escritórios e eventos. O recipiente para a plantação do bulbo não precisa ser grande, porém mova a planta para um espaço maior após o crescimento, garantindo que o bulbo esteja há pelo menos cinco centímetros do fundo do vaso e completamente coberto por terra.

Opte por usar vasos com furos no fundo, para garantir o escoamento de água. Para arranjos, uma boa estratégia é selecionar lírios de diferentes tamanhos e posicionar os maiores no centro, com os mais baixos na borda. Dessa maneira, todas as flores ficam à mostra, enchendo o ambiente de cor.

Características e decoração do lírio

Lírio em vaso

A fama dos lírios se deve a beleza cativante de suas flores, que dão um toque de elegância e vivacidade para ambientes internos, jardins e festas. A diversidade de suas cores, formatos e tamanhos dá várias possibilidades de decoração, veja abaixo como aproveitá-la.

Morfologia do lírio

Os lírios são plantas verticais, e de seu caule saem hastes florais, onde os brotos ficam. O formato da flor varia conforme a espécie, mas todas lembram um cone. Os lírios-trombeta, por exemplo, são menores e mais afunilados, como taças de champanhe, e se penduram na extensão da planta.

Os orientais, asiáticos e da páscoa, por outro lado, exibem suas flores com imponência, sendo mais abertas nas bordas. As flores destas espécies de lírio têm seis pétalas, divididas em duas camadas sobrepostas.

Uso do lírio na decoração

Os arranjos de lírios podem ser tanto decorações luxuosas, marcando presença em buquês de noivas, igrejas, festas e eventos, quanto em vasos simples que, em casas e escritórios, perfumam e colorem o ambiente.

Aproveite todos os tons e formatos dos lírios para inovar nos arranjos. Escolha flores de cores complementares, como rosa e amarelo, para dar vivacidade à decoração. O uso de vasos e suportes escuros dá ainda mais destaque às belas pétalas dos lírios. Uma outra opção é cortar as hastes floridas e colocá-las em aquários, garrafas de vidro, ou outro recipiente transparente.

Significado do lírio

Além de dar flores belíssimas, os lírios também são adorados por purificar os ambientes em que está, tanto fisicamente, absorvendo elementos químicos do ar, quanto espiritualmente, limpando as energias negativas. Por isso, a planta está relacionada à pureza.

Os lírios também estão relacionados com a pureza, a fertilidade, o renascimento e o recomeço, apesar de cada espécie e cor ter um significado específico. São também popularmente conhecidos por auxiliar na reconciliação de casais, parentes e amigos.

Há muitas cores de lírios

Os lírios podem ser encontrados em diversas cores. O mais clássico é o branco, relacionado à paz e à leveza, seguido pelos tons de rosa, que simbolizam a abundância e a prosperidade, de amarelo, ligados à gratidão e aos bons votos, de laranja, cujo significado envolve confiança e orgulho, e de vermelho, que, assim como outras flores dessa cor, comunicam amor profundo e paixão.

Existem muitas flores de lírio que exibem duas ou até três cores diferentes. Estas ou se combinam em degradê, ou são bem distintas entre si, destacando a base ou a nervura das flores. Algumas ainda têm detalhes coloridos, como pintas espalhadas pelas pétalas.

Cultive e decore a sua casa com as espécies de lírio!

Lírio laranja para decoração

Como este artigo mostra, não é à toa que o lírio é uma das flores mais vendidas do mundo. Seu perfume único e suas flores exóticas conquistaram a decoração de ambientes externos e internos, e suas diversas espécies permitem uma infinidade de arranjos.

Estas delicadas plantas precisam de cuidados específicos para crescer de maneira saudável e florescer durante os meses mais quentes. O mais importante é sempre manter o solo levemente úmido, mas nunca alagado, e garantir que a planta não sofra com mudanças bruscas de umidade e temperatura.

O cuidado com o bulbo durante o período de hibernação, mantendo-o em lugar seco e resfriado, garante o renascimento da planta e de suas flores, o que faz dos lírios plantas duradouras. Aproveite as dicas e comece agora mesmo a cultivar esta planta maravilhosa.

Autor deste artigo

Historiadora, pesquisadora e educadora apaixonada por seu quintal e suas plantinhas.

Últimos posts


O Motorola Moto E22 é bom? Preço, ficha técnica e mais!

O Motorola Moto E22 é bom? Preço, ficha técnica e mais!

Quer saber se o Moto E22 é o celular certo para você? Neste artigo, veja as especificações técnicas do aparelho, vantagens, indicações de uso e muito mais!


Gestão de negócios aplicada ao Recursos Humanos

Gestão de negócios aplicada ao Recursos Humanos

Descubra como a gestão de negócios otimiza o departamento de Recursos Humanos, melhorando processos e estratégias empresariais.


Os 16 Melhores Notebooks i7 de 2024: Dell, Samsung, Acer e mais!

Os 16 Melhores Notebooks i7 de 2024: Dell, Samsung, Acer e mais!

Quer comprar o melhor notebook i7 para você? Confira neste artigo as dicas necessárias para escolher o modelo ideal e os 16 melhores produtos do mercado.


Os 8 Melhores Notebook Acer de 2024: Aspire, Spin e mais!

Os 8 Melhores Notebook Acer de 2024: Aspire, Spin e mais!

Em busca do notebook ideal da marca Acer? Neste artigo, apresentamos os 8 melhores notebooks Acer para 2024, como escolher e onde comprar!


Os 10 Melhores PCs Gamers Completos de 2024: Chip7 Informática, Mancer e mais!

Os 10 Melhores PCs Gamers Completos de 2024: Chip7 Informática, Mancer e mais!

Procurando o melhor PC gamer completo? Neste artigo confira muitas informações desse produto para escolher o ideal e veja um ranking com os 10 melhores!


Palavras do momento

Palavras-chave do momento no PortalVidaLivre


DIY Decoração Cuidados automotivos Suplementos Moda Artigos Esportivos