Gestão e Controle de Ponto: o que é, como funciona e quais as vantagens para um negócio?

Gestão e Controle de Ponto: o que é, como funciona e quais as vantagens para um negócio?

Neste artigo, saiba mais sobre gestão e controle de ponto, com dados sobre as suas principais vantagens, funcionamento, leis e tipos!


Precisa de gestão e controle de ponto para a sua empresa?

tablet

Se você possui uma empresa é fundamental fazer uma boa gestão dos seus funcionários, garantindo uma boa produtividade ao mesmo tempo em que atua conforme as legislações trabalhistas. Sendo assim, o controle de ponto é uma forma de fazer o controle da jornada dos funcionários, conforme as previsões das normas da CLT.

No entanto, com tantas mudanças e novas tecnologias, você deve se manter atento às regras e portarias, atuando de acordo com a obrigatoriedade de pequenas, médias e grandes empresas. Além disso, a gestão de ponto traz muitas vantagens para o seu negócio, ajudando a controlar os custos e horas trabalhadas pelos colaboradores.

Dessa forma, se você quer saber mais sobre gestão e controle de ponto, continue lendo este artigo. Nele, apresentaremos todas as informações que você precisa saber, como benefícios, leis, novas portarias e muito mais sobre o tema. Além disso, listaremos os principais tipos de controle de ponto para você utilizar na sua empresa. Confira!

Sobre gestão e controle de ponto

tablet

Para saber mais sobre gestão e controle de ponto, continue lendo os tópicos abaixo. Neles, apresentaremos todas as principais informações sobre o tema, com dados sobre o seu funcionamento, motivos para começar a utilizá-la e todos os seus benefícios. Veja!

O que é gestão e controle de ponto?

O controle de ponto é uma forma de registrar a frequência e as horas trabalhadas pelos funcionários da sua empresa, visto que ele funciona como uma marcação do horário de entrada, almoço, volta e saída do expediente, registrando todos os dados importantes.

Assim, para planejar e organizar a jornada de trabalho dos seus colaboradores, você pode investir em um bom sistema de controle de ponto, como a Gestão de Ponto da MarQ, que garante um calendário de eventos detalhado para o administrador, bem como relatórios completos para acompanhar a produtividade e facilitar a tomada de decisões estratégicas.

Por que usar a gestão e controle de ponto?

Além de ser obrigatório para empresas que possuem mais de 20 colaboradores, conforme as normas da CLT, a gestão e controle de ponto ajuda você a acompanhar os horários e frequência dos seus funcionários, sendo um parâmetro importante de produtividade.

Sendo assim, você pode acompanhar relatórios completos com as métricas do seu RH, o que ajuda a tomar as melhores decisões para o futuro da sua empresa. Além disso, você pode utilizar os dados para facilitar o pagamento mensal, inclusive de horas extras.

Quais são os benefícios de usar a gestão e controle de ponto?

A gestão e controle de ponto traz diversos benefícios para a sua empresa, visto que ela fornece dados importantes sobre os seus colaboradores. Dessa forma, por possuir um histórico completo das horas e frequências, você garante mais praticidade para fazer o pagamento dos funcionários, bem como para calcular horas extras, férias e muito mais.

Com a gestão de ponto, também é possível definir o calendário de trabalho mensal e se certificar que as suas estratégias de produtividade estão funcionando, além de adequar as jornadas de trabalho conforme as necessidades da empresa, afastamentos e mais. Por fim, você atua conforme a legislação e evita processos trabalhistas, multas e outras punições.

Saiba o que a lei diz sobre a gestão e controle de ponto

homem com tablet

Agora que você já conhece todas as informações importantes gestão e controle de ponto, é hora de saber mais sobre as leis relacionadas ao tema. Por isso, continue a sua leitura para saber sobre obrigatoriedade do controle de ponto, principais portarias e muito mais!

Quando o registro é obrigatório na lei do controle de ponto?

De acordo com as normas da CLT, o controle de ponto é obrigatório para pequenas, médias ou grandes empresas que tenham mais de 20 colaboradores. Assim, conforme o Artigo 74, todos os estabelecimentos que se enquadram na categoria devem anotar a hora de entrada e saída do trabalhador, conforme as instruções expedidas pelo Ministério de Trabalho.

Além disso, deve haver a pré-assinalação do período de repouso ou alimentação, de modo que o sistema gere a marcação automaticamente ou manualmente, subtendendo-se que o intervalo foi concedido mesmo sem o registro do funcionário, que está livre da função.

Qual deve ser o tempo de duração da jornada de trabalho?

Se a sua empresa realiza contratações através do regime CLT, ela deve seguir um conjunto de normas que definem a jornada de trabalho dos funcionários. Assim, conforme o Artigo 58, o trabalho não deve ultrapassar 8 horas diárias, com no máximo 44 horas semanais.

Além disso, com a reforma trabalhista, as jornadas parciais, para funcionários que atuam meio período, devem possuir até 30 horas semanais, sem horas extras, ou no máximo 26 horas semanais com até 6 horas suplementares por semana, conforme o Artigo 58-A.

Quais são as leis mais relevantes no controle de ponto

Para garantir que a sua empresa esteja atuando de acordo com as obrigatoriedades trabalhistas, é fundamental ficar atento às principais leis de gestão e controle de ponto. Portanto, confira a seguir detalhes importantes sobre as portarias 1510, 373 e 671.

Portaria 1510

Criada em 2009, a portaria 1510 ficou conhecida por regulamentar o uso de controle de ponto eletrônico, passando a ser chamada de Lei do Ponto Eletrônico. Isso porque ela definia o conceito de REP (Registrador Eletrônico de Ponto) e estabelecia critérios de uso para as empresas, que deveriam possuir o Sistema de Registro Eletrônico de Ponto.

Assim, era necessário coletar as informações do registro eletrônico e as transmitir para o sistema, o que demandava muito tempo dos profissionais de RH. Por isso, a portaria foi revogada em dezembro de 2021, sendo substituída pela portaria 671.

Portaria 373

Já a portaria 373 surgiu em 2011 como uma forma de complementar a portaria 1510, então vigente. Desse modo, ela trazia mais detalhes sobre os critérios de funcionamento dos equipamentos de controle de ponto eletrônico, introduzindo normas e permissões.

O seu principal objetivo era dar mais liberdade para o uso de novas tecnologias referentes ao uso de ponto eletrônico, que começou a ganhar mais espaço entre as empresas graças às suas funcionalidades modernas e que facilitavam os procedimentos do RH.

Portaria 671

No final de 2021, as portarias citadas anteriormente foram revogadas e deram espaço para a portaria 671, vigente até os dias atuais. Nela, foram implementadas instruções sobre o uso de registro de pontos manuais, eletrônicos e mecânicos, trazendo como regra que todo sistema deve ser capaz de emitir um comprovante de registro impresso ou digital.

Além disso, ela unificou os registros eletrônicos em 3 categorias diferentes: Registradores Eletrônicos de Ponto Convencional, Registradores Eletrônicos de Ponto Alternativo e Registradores Eletrônicos de Ponto por Programa. A portaria também trouxe outros alinhamentos com as diretrizes da LGPG e critérios de homologação importantes.

Quais são os tipos de controle de ponto?

creche

Depois de conferir todas as informações sobre gestão e controle de ponto, você deve saber quais os principais tipos disponíveis atualmente para utilizar na sua empresa. Sendo assim, confira a seguir detalhes sobre controle de ponto manual, eletrônico, mecânico e mais!

Controle de Ponto Manual

Se você deseja economizar na gestão da sua empresa, um dos métodos mais baratos é o Controle de Ponto Manual, onde os processos são feitos de forma tradicional. Muito utilizado em empresas de pequeno e médio porte, ele consiste em um caderno onde os registros são anotados manualmente, com a assinatura do funcionário e demais informações.

Apesar de ser mais acessível, este tipo de controle é mais suscetível a fraudes e falhas, visto que é o próprio colaborador que faz o seu registro, podendo conter rasuras, erros e até mesmo anotações indevidas. Além disso, por não ser integrado com meios digitais, o controle é pouco prático e dificulta o trabalho dos profissionais do RH da empresa.

Controle de Ponto com Livro de Pontos

Caso você deseje um pouco mais de praticidade, é possível comprar um Livro de Pontos em uma papelaria, sendo que ele traz a vantagem de conter uma tabela com espaço para anotar informações de funcionários, horários e observações, também manualmente.

Dessa forma, ele apresenta as mesmas dificuldades que o controle manual comum, visto que ele deve ser armazenado em um local totalmente seguro para evitar fraudes. Além disso, é necessário que o RH confira todas as informações no término do mês, checando faltas, abstenções e outros dados que serão utilizados na folha de pagamento.

Controle de Ponto Mecânico

Se você prefere um método mais prático para evitar a perda de tempo com assinaturas, o Controle de Ponto Mecânico, também conhecido como ponto cartográfico ou relógio de ponto, funciona através de um equipamento que carimba um cartão de papel com as informações do funcionário, que deve fazer o registro na entrada, intervalo e saída.

Sendo assim, no final do mês, os cartões dos colaboradores devem ser recolhidos para a gestão e apontamentos do RH. Apesar de ser mais seguro, este sistema ainda continua sujeito a erros operacionais, visto que é necessário transmitir todas as informações manualmente para o sistema, além de estar sujeito a perda dos cartões.

Controle de Ponto Eletrônico

O Controle de Ponto Eletrônico foi uma inovação no setor que ganhou muita popularidade nas empresas, visto que ela traz mais praticidade para os processos. Assim, a modalidade oferece um cartão magnético através do qual o registro é feito automaticamente pela leitura do código no equipamento, de forma semelhante a um código de barras.

Por isso, o controle eletrônico garante mais praticidade para o apontamento de dados, uma vez que eles vão diretamente para um sistema online. Apesar disso, ele ainda traz uma problemática com a perda dos cartões, que ficam na responsabilidade dos funcionários.

Controle de Ponto por Biometria

Para superar os imprevistos com a perda de cartões, o Controle de Ponto por Biometria tem sido cada vez mais adotado pelas empresas, visto que ele traz uma máquina que registra os horários de entrada, pausa e saída do funcionário através da leitura da sua impressão digital, bastando colocar o dedo no sensor para o reconhecimento do trabalhador.

Por isso, ele garante mais segurança no controle de informações, ajudando a evitar fraudes e outros problemas recorrentes. A sua desvantagem é o seu alto valor no mercado, além de exigir uma manutenção frequente e necessitar de um software extra de tratamento.

Aplicativos de Ponto

A modalidade mais moderna e tecnológica de controle de ponto, os aplicativos trazem várias ferramentas para otimizar o processo, além de serem extremamente seguros e eficazes no registro de horários. O seu uso pode ser feito através de celulares, tablets, computadores e outros dispositivos eletrônicos com muita facilidade e praticidade.

Com armazenamento em nuvem, você também tem acesso em tempo real às informações dos funcionários através de relatórios completos, além de poder optar por um registro por reconhecimento facial ou senha, que são ainda mais seguros. Por fim, os aplicativos ainda permitem que os colaboradores acompanhem o seu banco de horas, evitando faltas. Se interessou? Faça já um teste grátis do melhor controle de Ponto do mercado.

Crachá Magnético ou Código de Barras

Um dos recursos mais utilizados no Controle de Ponto Eletrônico, o crachá pode apresentar um código de barras ou ser magnético, tornando o processo de registro mais prático.

Assim, a empresa pode optar por um sistema de leitura de códigos de barras ou por um sensor magnético, que funciona através de uma tarja magnética. A desvantagem do código de barras é que ele pode ser facilmente clonado, por isso as empresas preferem os crachás magnéticos ou de proximidade, que realiza o registro de ponto por aproximação.

Conheça mais sobre a gestão e controle de ponto e otimize sua empresa!

mulher com pc

Neste artigo, você obteve todas as principais informações sobre gestão e controle de ponto, um fator essencial para atuar conforme às normas da CLT e para otimizar o controle de horas dos seus funcionários. Sendo assim, você viu detalhes sobre o funcionamento do controle de ponto, os seus benefícios e outros tópicos interessantes sobre o tema.

Além disso, apresentamos para você todas as leis relacionadas, como as novas portarias e outros dados sobre obrigatoriedade de uso. Por fim, trouxemos detalhes sobre os principais tipos de controle de ponto, como mecânico, manual, eletrônico, entre muitos outros, portanto escolha já a melhor opção e otimize o funcionamento da sua empresa!

Autor deste artigo

Sou redatora, revisora e apaixonada pela literatura. Escrevo sobre ciência, educação, lazer, descrição de produtos, entre outros. Amante da natureza e do cinema, estou sempre disposta a expandir os meus horizontes.

Últimos posts


As 10 Melhores Máquinas de Bordar de 2024: Janome, Singer e muito mais!

As 10 Melhores Máquinas de Bordar de 2024: Janome, Singer e muito mais!

Procurando a melhor máquina de bordar? Confira neste artigo informações sobre como escolher esse item e os melhores modelos do mercado em 2024!


Os 10 Melhores Nobreaks de 2024: Intelbras, Ragtech, TS Shara e mais!

Os 10 Melhores Nobreaks de 2024: Intelbras, Ragtech, TS Shara e mais!

Precisando de ajuda na hora de escolher o melhor nobreak? Confira neste artigo os 10 melhores modelos de nobreak disponíveis no mercado e como escolher o seu!


As 10 Melhores Câmeras Semi Profissionais em 2024: Canon, Nikon e mais!

As 10 Melhores Câmeras Semi Profissionais em 2024: Canon, Nikon e mais!

Procurando a melhor câmera semi profissional? Neste artigo confira muitas informações sobre como escolher este produto e veja um ranking com as 10 melhores!


As 10 Melhores Câmeras Canon de 2024: EOS R10, SL3 e muito mais!

As 10 Melhores Câmeras Canon de 2024: EOS R10, SL3 e muito mais!

Procurando uma boa câmera Canon? Neste artigo, veja um ranking com as 10 melhores opções de câmera Canon, além de dicas de como escolher o tipo ideal para você!


Gigantes digitais: Entenda o que há por trás dos aplicativos mais procurados

Gigantes digitais: Entenda o que há por trás dos aplicativos mais procurados

Você já se perguntou quais são os aplicativos mais usados da atualidade no Brasil e no mundo? Veja o nosso artigo com a lista dos mais populares e o porquê.


Palavras do momento

Palavras-chave do momento no PortalVidaLivre


Celulares DIY Doces e sobremesas Cuidados automotivos