Tipos de hortelã: pimenta, comum, para que serve e muito mais!

Tipos de hortelã: pimenta, comum, para que serve e muito mais!

Neste artigo, conheça os diferentes tipos de hortelã, para que servem e como plantá-los e cultivá-los.


Você conhece os diferentes tipos de hortelã?

Hortelã

A hortelã é uma erva perene, que tem um longo ciclo de vida e que possui um aroma característico. Pertencente à família Lamiaceae e ao gênero Mentha, existem diversas espécies de hortelãs conhecidas. Cada um dos tipos de hortelã tem suas peculiaridades, flores diferentes, tamanhos, sabores, utilidades e efeitos.

Toda essa variedade de tipos e usos que as diferentes hortelãs possuem, juntamente com a facilidade de plantação e de cuidado para manter a erva viva, torna ela uma ótima opção para todos os jardineiros e botânicos.

Por isso, se você é um entusiasta da jardinagem e está interessado em implementar sua horta, confira os diversos tipos de hortelã e como plantá-los.

Conheça os tipos de hortelã e para que servem

As hortelãs fazem parte da extensa família das Lamiaceae e do gênero Mentha, suas espécies são muito diversas e populares em todo o Brasil e pelo mundo. Cada uma das espécies de hortelãs possui suas peculiaridades, tamanhos, aromas, flores e folhas distintos, conheça agora alguns dos seus tipos.

Hortelã pimenta

Maço de hortelã pimenta

A hortelã pimenta é resultado do cruzamento da hortelã aquática e da spicata. É uma erva que cresce até 1 metro de altura, com folhas miúdas, de coloração verde-escura e suas flores tem tonalidades rosa ou roxo.

Sobre suas utilidades, pode ser usada como condimento gastronômico, é possível o uso em infusões, e também pode ser utilizada para tratar diversas enfermidades, funcionando como analgésico, antigripal, descongestionante nasal, entre outros. Por fim, como a hortelã pimenta possui abundância de mentol em sua composição, a extração de óleos essenciais é um de seus principais usos.

Hortelã comum

Hortelã comum

A hortelã spicata ou hortelã verde/comum é a mais tradicional e conhecida no Brasil. Chamada também de hortelã da folha miúda, possui uma cor mais escura e pode ser encontrada nas feiras, supermercados e hortifrútis por todo o país.

Se trata de uma erva perene, de vida longa, com aroma forte e marcante, de toques adocicados e refrescantes. Seus ramos variam entre 0,4 a 1,30 metros de altura e suas flores são geralmente brancas, que podem variar pra uma cor lilás ou um tom mais rosado. Seu uso já é bastante difundido em receitas, infusões, remédios, além de crenças que a planta afasta energias negativas e atrai prosperidade, sendo utilizada em rituais.

Hortelã da ribeira

Hortelã da ribeira

Como seu nome sugere, esse tipo de hortelã se reproduz na beira da água, na ribeira, sendo pouco conhecida no Brasil e uma erva típica em Portugal. O aroma dessa espécie se assemelha ao das outras, especialmente da hortelã pimenta, no entanto, seu aspecto diverge bastante, atingindo no máximo 20 cm de altura, com folhas menores e semelhantes as do alecrim, e suas flores são brancas.

Seu uso culinário é amplo, sendo combinado com pratos à base de peixe frito, ensopados, queijos, saladas etc. Na área medicinal tem efeitos digestivos, carminativo e antioxidante.

Hortelã portuguesa

Hortelã portuguesa

Essa hortelã não se destaca como as outras, sem um aroma muito intenso, um pouco adocicado que lembra a hortelã maçã. Ela também não cresce tanto quanto a hortelã verde, atingindo uma máxima de apenas 40cm de altura, no entanto suas folhas são maiores e mais aveludadas, e sua coloração é opaca.

Seu cultivo é tranquilo devido a sua resistência a temperaturas altas e baixas, contanto que não falte água, e necessita de pelo menos 3 horas de sol diretamente, todos os dias. Pode ser usada para enjoo, náuseas e problemas digestivos. Na culinária recomenda-se que seja picada, pois suas folhas podem não agradar ao paladar.

Hortelã silvestre

Hortelã silvestre

A hortelã silvestre é dos tipos menos comuns. Com resistência ao inverno, a Mentha longifolia cresce até 1,2m de altura, suas folhas são de cor verde escuro, longas, peludas e muito aromáticas. Suas flores atingem um lindo tom lilás.

Como os demais tipos, na medicina popular se utiliza bastante da hortelã silvestre, mas na culinária nem tanto, ainda sendo usada para licores, bebidas e chás. Possui alto teor de óleo essencial, bem como a hortelã pimenta, o que contribui para a utilização do mentol.

Hortelã maçã

Hortelã maçã

A hortelã comum é conhecida como folha miúda, e a hortelã maçã possui a folha grande. Também chamada de hortelã brava, por conta da sua capacidade reprodutiva, invadindo espaços nos jardins que foi plantada.

Não se aconselha o cultivo através de sementes, por sua propagação ser mais propícia através de rizomas ou ramos. É uma planta bem resistente e não exige muito cuidado, necessitando apenas de uma boa umidade, exposição solar e algumas podas.

Sua utilização, assim como os demais tipos, pode ser farmacêutica ou culinária, tendo efeitos tônicos, digestivos e antissépticos, além disso, usada para preparação de sobremesas, coquetéis, sumos etc.

Hortelã variegata

Hortelã variegata

Um dos tipos raros de hortelã, essa bela erva que possui uma fragrância semelhante ao abacaxi, possui folhas verdes e mesclas brancas, por isso pode ser utilizada até mesmo como decoração.

Seu tamanho não é dos maiores, atingindo cerca de 40 cm, necessita de cuidados com o solo para que se desenvolva bem, este que precisa ser úmido e rico em matéria orgânica. A variegata não é muito resistente ao calor, no entanto precisa de 4 horas de sol diariamente e deve ser plantada sozinha para que não sufoque outras plantas com sua raíz.

Por fim, pode ser usada em molhos, bebidas e saladas, assim como em águas aromatizadas, ótimas para o emagrecimento e muito refrescantes.

Hortelã levante

Hortelã levante

A levante é uma erva do tipo rizomatosa, pois seus caules são subterrâneos, com hastes verdes ou roxas, suas folhas tem o aroma conhecido das demais hortelãs. Seus cuidados são parecidos com alguns dos outros tipos já citados, prefere solos ricos em matéria orgânica e possui resistência a altas temperaturas, com o requisito de estar bem hidratada.

Essa erva é indicada para gripes e resfriados, cólicas, diarreias etc. sendo muito utilizada na medicina popular, como toda sua família. Além disso, a extração do seu óleo é muito explorada pelas indústrias farmacêutica e de cosméticos.

Hortelã menta

Hortelã menta

A hortelã menta, juntamente com a hortelã verde, são as mais famosas ervas do gênero mentha aqui no Brasil. Semelhante à hortelã pimenta, só que com folhas maiores e aveludadas, com coloração mais clara e aroma mais fraco.

Conhecida por seu uso antisséptico, em cremes dentais e enxaguantes, mas também possui outros usos na medicina popular e no preparo de sobremesas. Em matéria de botânica, a menta é um dos tipos exigentes de hortelã, principalmente em relação à fertilidade do solo e ao suprimento de água, se bem cuidada, pode atingir até 90 cm de altura.

Hortelã poejo

Hortelã poejo

A hortelã poejo é do tipo rasteiro, com folhas pequeníssimas e aroma leve. A erva atinge apenas 10cm de altura, por ser uma graminóide, e suas flores apresentam uma coloração violeta. Ela necessita de muita água e umidade, semelhante à hortelã de ribeira.

Na medicina popular, o poejo auxilia bastante nas cólicas infantis, mas diferentemente dos outros tipos de hortelãs, o poejo possui um óleo essencial venenoso, que pode ser abortivo se utilizado pelas grávidas. Se não for consumido em altas quantidades, o poejo pode ser usado em chás, azeites, pudins, pratos de peixe e carne, entre outras opções.

Como cuidar da hortelã

Podando muda de hortelã

Cuidar de uma planta, mesmo que de uma simples erva, requer alguns cuidados e conhecimentos essenciais sobre botânica. Então, após conhecer as espécies de hortelã e selecionar suas preferidas, é importante aprender como cuidar da maneira correta para que elas sobrevivam por bastante tempo na sua horta, para isso, confira as dicas abaixo.

Iluminação ideal para hortelã

Os tipos de hortelã possuem um ponto em comum no quesito de iluminação, elas precisam receber sol diretamente todos os dias. No entanto, algumas espécies precisam de apenas 3 horas, outras de até 5, então é importante se atentar a essa faixa de tempo.

É essencial deixar sua hortelã num local que tenha incidência solar durante algum tempo, após isto elas podem ficar em meia sombra, para ajudar, deixe sua hortelã virada para o leste. Dessa forma, elas se desenvolvem saudáveis e com uma coloração mais viva e bonita.

Temperatura ideal para hortelã

Alguns tipos de hortelãs, como a silvestre e a levante possuem resistência tanto ao calor quanto ao frio, já a variegata não é tão resistente como suas irmãs. Com isso, as temperaturas amenas e médias são ótimas para as hortelãs, sendo importante que elas recebam a quantidade necessária de sol.

Em casos de calor elevado, acima de 35 ºC, a erva pode vir a ser prejudicada, pois já é uma temperatura crítica. No frio, abaixo dos 5 ºC também é suficiente para que a hortelã não se desenvolva de maneira satisfatória, podendo até morrer.

Umidade ideal para hortelã

A umidade é de muita importância para o plantio das hortelãs. Além do sol diário, as mentas gostam bastante de umidade, ou seja, é essencial ficar atento ao solo e manter a terra úmida. Porém, não se deve deixar o solo encharcado, muito menos deixar água no pratinho embaixo do vaso, as raízes não gostam e isso atraí o mosquito da dengue. Também é importante ter um bom sistema de drenagem.

O ideal é uma umidade média-alta para todos os tipos de hortelã, por isso é importante ter uma boa rotina de regas, para evitar que a plantinha seja prejudicada.

Solo ideal para hortelã

As hortelãs gostam de um solo bastante rico, todos os seus tipos. Por isso, independentemente de onde ela seja plantada, é importante que tenha matéria orgânica e nutrientes suficientes para que a muda se desenvolva bem.

É importante que após o plantio, a adubação do solo seja feita pelo menos uma vez ao mês, ou quando houver claros indícios que faltam nutrientes para a hortelã. Por último, não se deve esquecer de manter o solo úmido, o que, aliado aos nutrientes, vai fazer com que sua plantinha prospere.

Rega da hortelã

A rega é um ponto que necessita de cuidado, pois todos os tipos de hortelã são exigentes em relação a água. É importante que se estabeleça uma rotina de regas, se verificando regularmente como o solo está, já que ele precisa permanecer sempre úmido.

Além disso, o solo deve ter uma boa drenagem, para não ficar encharcado, juntamente, a rega nunca deve ser com muita água, apenas com a quantidade para deixar no ponto de umidade ideal. O excesso ou falta de água no solo pode fazer a hortelã morrer, então, bastante atenção neste ponto.

Manutenção da hortelã

A manutenção da hortelã é bem simples. Além das dicas já citadas sobre adubação e rega, a poda frequente é muito importante para que a erva se desenvolva. Também é importante não deixar que aconteça o florescimento das hortelãs, pois, a planta reserva nutrientes para as flores e as folhas diminuirão o ritmo de crescimento.

Além disso, A pulverização é algo essencial para todos os tipos de hortelã, em caso de suspeita de fungos e outras pragas que atingem essas ervas.

Pragas e doenças comuns da hortelã

A ferrugem é um dos fungos típicos que atacam as hortelãs, chamado de Puccinia mentha, pode ser identificado pelo aparecimento de manchas da cor de ferrugem nas folhas das hortelãs. Já a antracnose é outra doença comum em vários tipos de hortelãs, também causada por um fungo, o Colletotrichum, e causa danos ao caule, as folhas e gera um aspecto de podridão na planta.

Os ácaros, tripes e pulgões também são ameaças às hortelãs, que podem causar furos, descoloração e queda de folhas.

Confira como plantar hortelã

Hortelã em vasos

As plantas são seres bastante versáteis, e podem viver de diversas maneiras e em locais diferentes, vasos, no solo, em árvores e muitos outros tipos de plantios. Por isso, para complementar seus conhecimentos sobre as hortelãs, confira as formas que são possíveis de plantar essa erva tão aromática.

Plantar hortelã por rizomas ou sementes?

A forma mais prática e fácil é plantar as hortelãs através de rizomas, eles se desenvolvem mais rápido e você só precisa checar se está tudo saudável com a rizoma ou muda que você adquiriu, se está verde e sem sinais de doenças.

O plantio de sementes é possível, mas não é aconselhado, existe a tendência das mentas formarem novos tipos através da plantação por sementes, pois elas intercruzam facilmente entre si, além disso, algumas espécies não produzem sementes facilmente. Então, se você está querendo praticidade e rapidez, plante através de um rizoma ou muda, que é facilmente obtida e se desenvolverá em um ritmo melhor que as sementes.

Hortelã no vaso

O plantio das hortelãs em vasos é bastante recomendado, por ser mais simples, porque o vaso impede que as raízes da hortelã se espalhem e sufoquem as de outras plantas. Algo importante é o tamanho do vaso, não devendo ser muito pequeno, é interessante que tenha entre 30 e 40 centímetros de diâmetro, para que a erva fique bem à vontade com suas raízes e cresça sem problemas de fixação.

Por último, é essencial que o vaso tenha um sistema de drenagem, pois se a terra ficar encharcada a hortelã poderá morrer, não se deve também deixar um prato com água embaixo do vaso.

Hortelã na água

A hortelã na água é uma fase de preparação para o plantio definitivo. Pois, você pode coletar um galho de hortelã, e ao colocá-lo dentro da água potável, em um copo, por exemplo, irão nascer pequenas raízes finas, após alguns dias em um local iluminado.

Com isso, deve-se transferir esse galho com suas raízes para a terra ou para um vaso, para que a planta continue a se desenvolver adequadamente. É uma experiência bem interessante para conseguir uma muda de hortelã, plantando-a na água.

Hortelã em garrafa pet

É possível plantar as hortelãs em garrafas pet, uma maneira bastante prática, que possibilita a colheita até mesmo em apartamentos e outros locais que não tenham muito espaço. Vale ressaltar a importância que se faça furos na garrafa para se tenha um sistema de drenagem, e as garrafas podem ser dispostas em hortas verticais, suspensas, no chão ou horizontais.

Uma maneira bem interessante de plantar as hortelãs, que além de tudo é ecológica, por reaproveitar e dar um novo uso ao plástico e às garrafas pet.

Curiosidades sobre o uso da hortelã

Hortelã e óleo essencial de hortelã

Com uma família tão grande e diversa, é óbvio que as hortelãs possuem diversas utilidades. Portanto, após conhecer as espécies de hortelã e aprender a melhor forma de plantar e cuidar dessas ervas tão marcantes, fique por dentro de mais algumas informações adicionais sobre os usos das mentas.

Hortelã: uma das plantas mais fáceis de plantar!

É possível perceber que um dos pontos mais vantajosos da hortelã é a sua facilidade e praticidade. Uma planta que não requer muitos cuidados, que pode ser plantada até mesmo em garrafas pets e se você tiver apenas um galho, é possível plantá-la na água e conseguir uma muda.

Os cuidados também são bem simples, bastando um pouco de atenção ao “banho de sol” diário que a erva necessita e a sua rega. Por isso, é possível considerar a hortelã uma das plantas mais fáceis de plantar e de cuidar, perfeita para os iniciantes.

Benefícios do uso da hortelã

A hortelã e seus tipos possuem diversos benefícios. Por ser uma erva usada na medicina popular há bastante tempo, diversos efeitos positivos da hortelã já são conhecidos. Ajuda desde a saúde do estômago, melhorando a digestão, até alivia a síndrome do intestino irritado. É bom pra dor e contribui para o emagrecimento.

A hortelã também é bastante conhecida por sua contribuição para a saúde bucal, melhorando o hálito e combatendo bactérias da boca humana. Aparecendo em diversos cremes dentais e enxaguantes bucais. Por último, a erva também é usada para combater sintomas de gripe e resfriado, coceiras e irritações na pele, além de náuseas e enjoos. Ou seja, a hortelã é um remédio poderoso.

Quem não deve usar hortelã

A hortelã, mesmo com todos esses benefícios ainda possui alguns malefícios e contraindicações.

O excesso de hortelã pode provocar problemas renais, por isso é contraindicado que pessoas que já possuem complicações nos rins consumam a erva, o que pode agravar a condição. Além disso, também não é recomendado para crianças com menos de 2 anos, pois elas ainda estão em desenvolvimento.

Hortelã para refrescar o hálito

A hortelã é uma arma poderosa contra o mau hálito. É possível utilizar cremes dentais e enxaguantes bucais com sabor de hortelã e com a presença de seus compostos na fórmula, também existem os sprays refrescantes que melhoram e refrescam o hálito mais rapidamente.

Além disso, você também pode ingerir o chá de hortelã, duas vezes ao dia, prática que ajuda bastante a tratar o mau hálito. Também é possível adicionar a hortelã em sucos, como o de abacaxi, o que refresca levemente a boca ao ser bebido.

Por último, também é possível fazer o bocejo com duas gotas de óleo essencial de hortelã pimenta em um copo d’água, o que melhora a saúde bucal e refresca o hálito.

Veja também os melhores equipamentos para cuidar de suas hortelãs

Neste artigo apresentamos informações sobre os diversos tipos de hortelã, e já que entramos nesse tema, também gostaríamos de apresentar alguns de nossos artigos de produtos de jardinagem, para que você cuide cada vez melhor de suas plantas. Confira abaixo!

As 10 melhores mangueiras de jardim de 2022: Flexzilla, Tramontina e muito mais!

https://portalvidalivre.com/articles/2088

Em busca de uma mangueira de jardim? Confira neste artigo as 10 melhores do mercado, juntamente com dicas de como escolher que vão auxiliar na sua compra!

Os 10 melhores kits de jardinagem de 2022: da Tramontina, NOLL e mais!

https://portalvidalivre.com/articles/1041

Pensando em comprar um kit de jardinagem e se aprimorar nessa atividade? Confira aqui os melhores modelos disponíveis no mercado e dicas de como escolher!

As 10 melhores tesouras de poda de 2022: Tramontina, Vonder e mais!

https://portalvidalivre.com/articles/1523

Você quer comprar uma tesoura para jardinagem mas não sabe qual escolher? Confira a seguir o ranking com os 10 melhores modelos de tesouras!

Conheça os tipos de hortelã e aproveite seus usos!

Mudas de hortelã

Cuidar de plantas é uma atividade terapêutica e muito satisfatória. A hortelã é uma ótima erva para os iniciantes nessa atividade, por conta da facilidade do seu manejo e cuidado.

Não é só por conta da facilidade que a hortelã é uma excelente planta para o cultivo. Muito utilizada em receitas gastronômicas, no preparo de chás, bebidas e drinques, a hortelã também traz muitos benefícios à saúde.

Então, após conhecer das mais diversas espécies de hortelã, além de muitas dicas e conhecimentos acerca de como plantar e cuidar dessa erva, aproveite para conseguir um galhinho e já comece a cultivar essa erva típica.

Autor deste artigo

Olá, eu me chamo Miro e sou estudante de direito e freelancer na área de escrita e marketing.
Aqui no portal vida livre me interesso por escrever sobre turismo, treinos, cotidianos, atividade e automotivos.

Últimos posts


As 10 Melhores Camas Elásticas de 2024: Picipula, Polimet, Scs e muito mais!

As 10 Melhores Camas Elásticas de 2024: Picipula, Polimet, Scs e muito mais!

Procurando um bom equipamento para se exercitar ou se divertir? Neste artigo, mostramos as 10 melhores camas elásticas de 2024, preços e como escolher a sua!


Os 10 Melhores Cremes de Hidratação de 2024: L'Oréal, Pantene e muito mais!

Os 10 Melhores Cremes de Hidratação de 2024: L'Oréal, Pantene e muito mais!

Está precisando de uma boa hidratação no cabelo? Confira neste artigo os melhores cremes de hidratação e como escolher a opção ideal para você


Os 10 Melhores Celulares com Tela de 6 polegadas de 2024: Motorola, Samsung e Muito Mais!

Os 10 Melhores Celulares com Tela de 6 polegadas de 2024: Motorola, Samsung e Muito Mais!

Procurando um celular com tela de 6 polegadas? Neste artigo, veja dicas de como escolher a opção certa e os 10 melhores modelos de 2024!


As 10 Melhores Máscaras de Reconstrução de 2024: Schwarzkopf, Salon Line e mais!

As 10 Melhores Máscaras de Reconstrução de 2024: Schwarzkopf, Salon Line e mais!

Está sentido os fios muito quebradiços? Confira as 10 melhores máscaras de reconstrução para cuidado capilar e dicas de como escolher a opção ideal para você!


As 15 Melhores Máscaras de Nutrição de 2024: Wella, Skala e muito mais!

As 15 Melhores Máscaras de Nutrição de 2024: Wella, Skala e muito mais!

Procurando a melhor máscara de nutrição? Neste artigo, confira dicas de como escolher e os 15 melhores produtos em 2024 para deixar o seu cabelo incrível!


Palavras do momento

Palavras-chave do momento no PortalVidaLivre


DIY Doces e sobremesas Moda Cuidados automotivos Suplementos