Piscina verde: o que fazer, como limpar a água, pH, filtro e muito mais!

Piscina verde: o que fazer, como limpar a água, pH, filtro e muito mais!

Procura dicas e maneiras de manter a sua piscina limpa, sem esse aspecto esverdeado? Confira aqui as melhores dicas, os motivos da sujeira e como limpar!


Descubra o que fazer com a piscina verde

Piscina com água esverdeada e suja

A piscina é um lazer queridinho para aqueles que amam se refrescar e aproveitar uma calorosa tarde na companhia de amigos e familiares. Assim, muito brasileiros possuem a mesma em seus quintais oferecendo um ótimo conforto e qualidade de vida para quem gosta de nadar e socializar neste mesmo ambiente.

No entanto, a piscina, como qualquer outro item de casa, precisa de cuidados para mantê-la limpa e possivelmente livre de proliferação de fungos. Neste artigo você irá encontrar um manual completo sobre como cuidar da sua piscina e evitar o aspecto sujo esverdeado que ela pode ficar, caso fique muito tempo sem limpá-la.

O que fazer e como limpar a piscina?

Homem cuidando da piscina

Segue abaixo pontos importantes para manter sua piscina limpa e bem cuidada!

Verifique a areia do filtro da piscina

A areia é um componente principal usado nos filtros das piscinas, ela basicamente retém as impurezas que passam por ela. Portanto, é necessário realizar a manutenção do filtro uma vez por semana, caso seja muito usada, com a lavagem e contra lavagem do mesmo. Assim, com uma boa manutenção do filtro, a areia se mantém em funcionamento por até 7 anos.

Caso contrário, há alguns tipos de testes para verificar a qualidade da areia, como se mesmo ela quimicamente equilibrada e bem filtrada, continuar com o aspecto esverdeado, ou, se a areia já está rala com um aspecto endurecido. Saiba que é hora de trocá-la!

Remova detritos sólidos com uma peneira

A peneiração é um dos processos mais simples, rápidos e importantes para manter a sua piscina limpa. A sua função basicamente é evitar que os detritos sólidos, que estão na superfície, se dissolvam e desçam para o fundo e paredes da piscina, tornando a água esverdeada com o tempo.

Logo, quando isso ocorre é ser necessário mais trabalho e mais uso de produtos. Então, com a peneiração frequente da sua piscina você pode evitar maior gasto e mais tempo gasto limpando. É importante destacar que para manter a água cristalina a peneiração deve ser realizada no mesmo sentido em todos os usos.

Faça um teste de pH

Realizar o teste de pH em sua piscina é importantíssimo para manter a água em um nível que não atinja a saúde de quem a utiliza e para evitar a corrosão dos equipamentos metálicos. Assim, para medir o nível de pH da água, é necessário utilizar de estojos para testes que contém um reagente e um tubo medidor com uma escala de cores e números.

O nível ideal é entre 7,2 e 7,6, pois é o pH mais próximo da lágrima humana, evitando assim desconforto para os olhos dos banhistas e os produtos químicos utilizados na limpeza agem com maior eficácia neste nível. Assim, se após o teste dê alterado o resultado, é possível corrigir: em caso de pH abaixo de 7,2 utiliza-se um alcalino sólido e em caso de pH acima de 7,6 utiliza-se produtos feitos de ácidos fortes.

Aplique cloro granulado

O cloro granulado é utilizado pela maior parte das famílias brasileiras, pois garante uma ótima desinfecção da água sem correr risco de saúde para os banhistas. Ao aplicar o cloro é necessário verificar se a água está em estabilidade com o kit para pH, logo após recomenda-se utilizar 100 gramas de cloro granulado para cada 1000 litros de água.

O cloro granulado é o mais utilizado devido a sua praticidade e poder de desinfecção. O uso incorreto do cloro faz com que ele seja nocivo para os banhistas, então é importante respeitar a quantidade indicada. O cloro granulado basicamente agirá oxidando e livrando a água de microrganismos que causam doença.

Escove pisos e paredes

A escovação dos pisos e paredes das piscinas é importante para atingir uma limpeza completa e para retirar partículas grudadas nessas regiões, como algas e sujeiras. O equipamento mais utilizado nesse processo é a escova de nylon próprio para piscina que evita o desgaste interno da mesma, alguns modelos possuem uma curvatura que facilita limpar cantos e bordas.

A escovação deve ser realizada no mesmo sentido e após finalizada recomenda-se esperar um tempo para a sujeira ser decantada. Logo após, religue o filtro da piscina e utilize o cloro para terminar a limpeza. Este processo evita o aspecto esverdeado de algas na piscina e reassegura a saúde dos banhistas.

Utilize um algicida

O algicida é o produto principal para evitar a água turva e esverdeada, sua função é deter a formação de algas. A formação de algas torna a piscina imprópria para banho, pois serve de alimento para bactérias que causam doenças e irritações na pele dos banhistas, além de possíveis acidentes já que o fundo da piscina fica escorregadio com a presença das algas.

O surgimento das algas geralmente é causada pelas chuvas, então piscinas em locais aberto merecem maior atenção. O uso do algicida é entre 3 a 5 ml para cada 1000 litros de água, podendo ser aplicado uma vez por semana. O algicida também pode ser utilizado para tratamento de choque em piscina já verdes com proliferação de algas.

Aposte em clarificante para uma água cristalina

Como o próprio nome já diz, o clarificante vai servir como um agente para deixar a água da piscina cristalina e transparente. Assim, o clarificante age decantando a água da piscina, ele agrupa os resíduos sólidos que estão na superfície da água, após a ação essas partículas se tornam mais pesadas e vão para o fundo da piscina.

Esse processo facilita o trabalho do filtro ou da aspiração da piscina. Recomenda-se que o uso do clarificante seja uma vez por semana e deve ser adicionado em um balde e misturado com a água da própria piscina, com a medida de 5 ml a cada 1000 litros de água. O produto deve ser espalhado por toda a superfície.

Manutenção da água da piscina

A manutenção da água da piscina é de extrema importância para evitar fungos e bactérias que podem causar doenças e irritações de pele e olhos para os banhistas. Logo, todos os tópicos citados acima servem de manual para realizar a manutenção e manter a piscina limpa e livre de microrganismos nocivos.

Após realizar todos eles, inicia o processo físico da manutenção. Logo, ligue o filtro e o deixe ligado por duas horas, depois espere 24 horas para que a sujeira seja depositada no fundo para assim realizar a aspiração desses resíduos.

Motivos da piscina ter ficado verde

Piscina com água suja

Já vimos como podemos limpar a piscina que estiver com a água esverdeada. Mas porque ela fica dessa forma? Veja abaixo os dois motivos principais para a sua piscina estar com o aspecto esverdeado!

Acúmulo de metais

O acúmulo de metais presente na água da piscina, geralmente, ocorre quando ela é abastecida com água de poço, trazendo uma tonalidade verde para marrom. Essa coloração é provocada minutos após o uso do cloro no tratamento da piscina que contém os metais.

Para eliminar faça uma supercloração na água, depois aplique o clarificante, isso fará com que os metais decantem no fundo da piscina e depois é só realizar a aspiração. Assim, faça todo o processo no mesmo dia para melhor resultado.

Proliferação de algas

Outro fator é a proliferação de algas causadas pela chuva, vento e vegetação próxima a piscina. Ela ocorre quando o pH da água é alterado e fica abaixo de 4,7. O uso da piscina nesse estado pode ocasionar doenças e irritações nos banhistas, além do aspecto sujo esverdeado.

Para seu tratamento é necessário corrigir o pH, aplicar o algicida, aplicar o clarificante e realizar a cloração. Assim, você terá um ótimo resultado combatendo as algas e deixando a piscina cristalina e limpa.

Problemas que a água verde pode causar

Mão com reação alérgica e lupa

Como já citado anteriormente, tratar a piscina é questão de saúde. Veja abaixo quais consequências podem causar!

Reações alérgicas

As reações alérgicas podem ser causadas em banhistas que utilizam piscinas que contém excesso de cloro ou até mesmo o mau tratamento da água, como piscinas que tem a presença de água esverdeada, turva, embranquecida e oleosa.

Essas reações podem apresentar sintomas na pele como coceiras e vermelhidão, mas também podem irritar os olhos com a presença dos mesmos sintomas.

Irritações na pele

As irritações na pele são causadas pelos mesmos fatores das reações alérgicas, algumas dessas irritações são a dermatite e a micose. A dermatite provém de uma bactéria chamada Pseudomonas aeruginosa que se desenvolve em meio a piscina mau tratada, ocasionando erupções no tronco, pernas, braços e axilas.

Já a micose provém de fungos e além de irritar a pele, afeta o couro cabeludo, a virilha e as unhas. Os principais sintomas são coceira e descamação da pele. Assim, destaca-se a importância de manter a limpeza da água a fim de evitar problemas mais graves de saúde.

Saiba como evitar que a piscina fique verde

Piscina com água verde e oleosa

Nada melhor como prevenir o aspecto esverdeado da piscina e o acúmulo de sujeira, e assim, consequentemente diminuir o custo e o trabalho a ser realizado. Veja abaixo dicas práticas para a prevenção!

Não deixe a água parada e com folhas

A água da piscina, ao permanecer um período de tempo sem uso e cuidado, pode ser um risco para a saúde dos moradores da casa. Além do aspecto esverdeado, o acúmulo de folhas e a água parada da piscina abrem espaço para insetos como o Aedes aegypti, agente transmissor da dengue, febre amarela, entre outros.

Dessa forma, destaca-se a importância de realizar a limpeza adequada. Logo, é recomendado utilizar da peneiração sempre que a piscina apresentar algum detrito sólido na sua superfície. Com isso evita que as folhas se dissolvam e vão para o fundo da piscina, dificultando a limpeza, mudando a cor e alterando a qualidade da água.

Cuide do pH e cloro

Como citado anteriormente, o uso do kit de manutenção do pH e do cloro são pontos cruciais para manter a água da piscina tratada. No entanto, a utilização dos produtos químicos sem o tratamento correto de peneiração, escovação e aspiração, não resolve o aspecto verde, e assim, vice versa.

Por isso é recomendado com o auxílio de medidores manter o pH da água entre 7,2 e 7,6. Já o cloro é indicado em piscinas residenciais o nível de 1,0 e 3,0 ppm. Com o uso correto de ambos é possível manter a piscina sem o aspecto esverdeado e sem algas, por muito mais tempo.

Utilize um método auxiliar de desinfecção

Chega em um momento que com o excessivo acúmulo de sujeira, o cloro já não faz mais efeito, mesmo sendo utilizado da maneira correta. Dessa maneira, quando você perceber que o cloro não está dando resultado, não se desespere, pois existem outros métodos auxiliares de desinfecção. Como por exemplo os geradores de ozônio e a desinfecção ultravioleta.

O gerador de ozônio ou ozonador, é um aparelho que você instala no sistema de circulação. À medida que a água passa, ela é higienizada pelo ozônio antes de retornar à piscina. Já a desinfecção ultravioleta ocorre por um aparelho instalado na tubulação, emitindo raio de luz ultravioleta C, provocando danos no DNA dos microrganismos presente na água.

Utilize algicida na manutenção

A algicida é apresentada no mercado em dois tipos de produto químico, o primeiro que é utilizado na limpeza da piscina quando as algas já estão infestadas, como vimos anteriormente. Já o segundo é na forma de prevenção, a algicida de manutenção da água da piscina, que tem como objetivo evitar a proliferação desses fungos.

É recomendado que você siga as informações do rótulo do produto para aplicar de acordo com a necessidade. Após a aplicação, continue com os outros processos de manutenção da piscina, como esfregar a parede e o fundo, recircular a água, deixar descansar por um período de tempo, e por fim, realizar a aspiração.

Sempre faça a manutenção da piscina para que não fique verde!

Homem fazendo manutenção da piscina

Como foi apresentado neste artigo a piscina esverdeada, além de ter um aspecto sujo e nada atraente aos olhos dos banhistas, pode causar doenças perigosas. Para evitar isso, é importante manter o equilíbrio do pH da água da piscina, sua limpeza e cuidado periodicamente.

Por fim, todo esse trabalho trará resultados importantes para o bem estar da pessoa e maior conservação dos equipamentos da piscina. Agora que você já leu essas dicas completas de como evitar a piscina esverdeada, corre para cuidar da sua e aproveitar para se refrescar nela!

Autor deste artigo

Psicóloga, bailarina e amante da natureza. Tenho apreço em atividades ao ar livre e uma boa leitura.

Últimos posts


Os 10 Melhores Aspiradores Portáteis de 2022: BLACK+DECKER, Electrolux e muito mais!

Os 10 Melhores Aspiradores Portáteis de 2022: BLACK+DECKER, Electrolux e muito mais!

No artigo de hoje, confira dicas de como escolher o melhor aspirador portátil. Em seguida, acompanhe o ranking com os melhores aspiradores portáteis de 2022.


Os 10 Melhores Monitores para Designers de 2022: LG, Dell e muito mais!

Os 10 Melhores Monitores para Designers de 2022: LG, Dell e muito mais!

Procurando um bom monitor para designers? Neste artigo confira muitas informações importantes sobre como escolher e um ranking com os 10 melhores monitores!


Os 10 Melhores Monitores para PC de 2022: LG, Samsung e muito mais!

Os 10 Melhores Monitores para PC de 2022: LG, Samsung e muito mais!

Procurando o melhor monitor para PC? Neste artigo confira muitas informações sobre esse aparelho e ainda veja um ranking com os 10 melhores monitores!


Dicas de para ganhar dinheiro com games

Dicas de para ganhar dinheiro com games

Saiba como ganhar dinheiro com games, principais dicas e plataformas para investir atualmente!


As 15 Melhores Smart TVS de 2022: da LG, Samsung e mais!

As 15 Melhores Smart TVS de 2022: da LG, Samsung e mais!

Procurando a melhor Smart TV para comprar? Veja neste artigo os melhores modelos do mercado, como escolher a ideal e encontre a Smart que mais combine com você!


Palavras do momento

Palavras-chave do momento no PortalVidaLivre


Perfume Alimentação Óleos e azeites Saúde sexual Sapatos