Pé de tomate: tipos, em vaso, como cuidar, manutenção e mais!

Pé de tomate: tipos, em vaso, como cuidar, manutenção e mais!

Descubra a seguir os diferentes tipos de tomate, o que você precisa para plantar e cultivar um em casa e quais condições são ideais para mantê-lo.


Quer saber como plantar um pé de tomate? Confira aqui!

Tomate

O cultivo de tomates é recompensador, resultando em uma grande quantidade de tomates frescos e nutritivos com sabor melhor do que qualquer outro encontrado nos mercados e quitandas. Os tomates são fáceis de cultivar e têm melhor sabor quando cultivados a pleno sol. Existem muitas variedades diferentes para cultivar, incluindo cereja, ameixa e bife, cada uma com sua fruta de formato distinto, sabor e uso culinário.

Para cultivar tomates com sucesso, você precisa de solo rico e fértil ou composto de envasamento sem turfa e um bom local ensolarado e protegido. Regue regularmente e alimente-o semanalmente com um fertilizante com alto teor de potássio assim que as plantas começarem a florescer. A seguir veremos mais detalhes sobre esse fruto para melhor desenvolvê-lo em casa.

Como plantar um pé de tomate

Pé de tomate

Saiba a seguir como plantar o tomate, assim como cultivá-lo no vaso, a partir de sementes ou mudas. Veja também a luminosidade e temperatura ideal.

Como plantar pé de tomate em vaso

Os tomates são divididos em dois tipos principais de cultivo: determinado (arbusto) e indeterminado (cordão). Os tipos arbustos são geralmente plantados em vasos ou cestos suspensos e seus caules ficam ao redor da borda. Os tipos de cordão são treinados para crescerem e são sustentados por uma bengala ou estaca. Se você cultivar tomates cordões, precisará de uma estaca, como uma bengala de bambu.

A estaca é necessária para apoiar a planta. Além disso, é importante arrancar os brotos laterais para manter a frutificação da planta em um caule central. Você não precisa estacar variedades de tomate do mato. Se você é um jardineiro iniciante, é uma boa ideia cultivar tomates do mato, pois você não precisa estacá-los ou arrancar pontas de cultivo.

Semente ou muda?

Os tomates estão sempre disponíveis para comprar como mudas, mas se você quiser experimentar algumas das variedades mais incomuns, vale a pena cultivar tomates a partir de sementes. Atente-se para semeá-las em vasos de 7,5 cm de composto úmido, cubra com uma fina camada de vermiculita, regue e cubra com filme plástico.

Se prefere mudas, escolha um local ensolarado e protegido, onde você pode plantá-los em uma canto, ou em vasos de 30 cm, ou colocar duas ou três plantas em um saco de cultivo. Se cultivar tomates em uma estufa, experimente cultivar ao lado de manjericão, que prospera nas mesmas condições.

Luminosidade ideal para o pé de tomate

O tomate precisa de ambientes bem iluminados, com bastante luz do sol. Portanto, o tomate é um fruto sensível que não tolera ambientes de baixa iluminação. É necessário que o tomate fique exposto a plena luz do sol, por pelo menos 6 horas para que o seu desenvolvimento seja possível e dê frutos, mesmo que seja em menor quantidade.

Para uma quantidade maior dos frutos, oito ou mais horas de sol produzirão os melhores resultados em termos de quantos tomates você obtém. No entanto, se a intensidade da luz solar for muito alta, podem ocorrer rachamentos, escaldaduras e coloração desigual nos frutos maduros.

Temperatura para o pé de tomate

Se você mora em uma área na qual as temperaturas do verão são predominantes, certifique-se de escolher algumas variedades de tomate tolerantes ao calor, criados por sua capacidade de frutificar em altas temperaturas. As temperaturas nas quais os tomates crescem estão entre 12 e 30 graus.

Verifique as variedades que você cultiva para obter maiores informações, mas, em geral, os tomates não dão frutos quando a temperatura atinge 30 graus e podem ter problemas para definir a cor com o calor.

Como cuidar do pé de tomate

Pé de tomate

Saiba a seguir, os principais cuidados que você deve ter com o seu pé de tomate para garantir um bom crescimento do fruto.

Rega do pé de tomate

Regue bem os tomates recém-plantados para garantir que o solo esteja úmido e seja ideal para o cultivo. No início da estação de cultivo, regar as plantas diariamente de manhã. À medida que as temperaturas aumentam, pode ser necessário regar os tomates duas vezes ao dia. Tomates de jardim normalmente requerem pouca quantidade água por semana.

Solo ideal para o pé de tomate

O solo ideal é um que tenha alta qualidade de nutrientes. Se o seu solo não estiver bom, enriqueça com composto orgânico, adicionando uma camada superior de solo existente. Se cultivar em recipientes, você precisará de pelo menos um vaso de 60 centímetros para uma variedade indeterminada ou um vaso de 45 centímetros para uma variedade determinada.

Além disso, os tomates absorvem os nutrientes melhor quando o pH do solo varia de 6,2 a 6,8, e eles precisam de um suprimento constante, como nutrientes para as plantas, maiores e menores. Misture de 7 a 10 cm de composto, que fornecerá nutrientes menores e ajudará a reter a umidade e o fertilizante no solo até que as plantas se desenvolvam.

Adubos e substratos para o pé de tomate

O melhor adubo para o tomate, é o enxofre, uma vez que é importante para produtividade em geral da planta. A aplicação de enxofre é exigida ao longo de toda a safra, pois evitará doenças provenientes de fungos. Os solos são frequentemente deficientes em enxofre, e aplicações foliares podem ser mais eficientes do que a aplicação de fertilizante no solo.

Já sobre o substrato, o mais indicado é composto orgânico e areia lavada (adubo de aves e areia) na proporção de 4:1:1. Misture bem e coloque no recipiente com o furo de drenagem protegido. Ao adicionar este substrato, verá a diferença no crescimento, no número de folhas e frutos.

Manutenção do pé de tomate

Assim que as flores aparecerem, alimente suas plantas semanalmente com alimentos líquidos de tomate, como a tomorite. Mantenha os tomates bem regados porque a rega irregular faz com que a fruta se rache ou desenvolva manchas pretas e duras, conhecidas como podridão do final da flor. Isso é causado pela falta de cálcio, que é encontrado na água.

Com os tomates do mato, que têm o hábito de se espalhar, você pode deixar que eles continuem se desenvolvendo, sem maiores preocupações. Se os frutos estiverem escondidos sob as folhas, afine um pouco a folhagem para deixar o sol passar para amadurecê-los. Apoie treliças pesadas no topo de vasos de flores virados para cima para evitar que as hastes quebrem.

Poda do pé de tomate

A poda do tomate é uma técnica opcional que alguns jardineiros usam para manter as plantas arrumadas, manipular o tamanho dos frutos e até mesmo acelerar o amadurecimento. Há um grande problema: você só deve podar variedades indeterminadas, que produzem novas folhas e flores continuamente ao longo da estação de crescimento.

Se você podar a variedade das determinadas, você pode reduzir a colheita. A poda funciona melhor em plantas fortes e de crescimento vigoroso. Certifique-se de que o solo está rico em nutrientes e bem drenado, para tanto utilize regularmente fertilizantes.

Propagação do pé de tomate

As plantas de tomate desenvolvem rapidamente a partir de suas raízes com caules fortes. Se tiver a oportunidade, produza uma planta mais forte com mais raízes que tenham caules ou folhas. As raízes crescerão a partir do caule dobrado. O transplante para o meio de cultivo final deve ser feito antes de qualquer floração. Se for optar por plantar sementes, elas precisam de luz para germinar.

Cubra as sementes levemente com uma camada de terra adequada, a qual não deve estar molhada. Quando as sementes germinarem, remova a película aderente e adicione o composto úmido. Transplante as mudas quando atingirem cerca de 2-3 cm de altura em vasos de 5 cm cheios de composto multiuso úmido.

Como fazer mudas do pé de tomate

As mudas de tomate precisam de luz forte e o solo deve ser mantido úmido. É melhor regar por baixo, mas se não for possível regue as mudas de tomate para que não caia água sobre os novos rebentos. Coloque os tomares próximos a uma janela que receba luz do sol, ou uma lâmpada fluorescente ou lâmpada colocada a alguns centímetros (8 cm) acima das mudas de tomate.

Uma vez que as mudas de tomate tenham um conjunto de folhas, você pode dar a elas fertilizante solúvel em água. Se suas mudas de tomate ficarem compridas, isso significa que não estão recebendo luz suficiente. Agora, se suas mudas de tomate caírem repentinamente, elas estão perdendo a umidade. Fique atento para qualquer sinal de roxo, seus tomates precisam de um pouco de fertilizante.

Como é a colheita do tomate

Deixe os tomates nas plantas para que amadureçam naturalmente, o que melhora muito o sabor. Perto do final da temporada, podar as folhas mais velhas para permitir a entrada de mais luz e evita que fungos de mofo cinza se espalhem. À medida que os tomates começam a amadurecer, sua cor muda de um verde-médio vibrante para um tom mais claro, com um leve rubor rosa ou amarelo.

Esses tomates verdes maduros já podem ser colhidos e em seguida, cortados em salsas, em conserva ou fritos na frigideira em um aperitivo crocante. Se preferir mais maduro, já em uma cor mais vermelha, pode ser produzido o molho de tomate.

Como armazenar tomate

Armazene os tomates maduros de cabeça para baixo (com o lado do caule para baixo) em toalhas de papel em um recipiente aberto, como um Tupperware, uma caixa de sapatos ou um plano de papelão. Isso se dá, porque a parte de baixo são os "ombros", a parte mais forte do tomate e menos suscetível a hematomas.

Os tomates maduros devem durar alguns dias, mas recomenda-se comê-los o mais rápido possível. Para mantê-los frescos, não os deixe chegar muito perto de outras frutas e vegetais, pois podem emitir gás etileno que acelera o processo de amadurecimento.

Meu pé de tomate está morrendo, o que posso fazer?

Se as secas de verão são comuns em sua área, ou você tende a esquecer de regar, use mangueiras de imersão, irrigação por gotejamento ou outras técnicas de combate à seca para ajudar a manter a umidade do solo uniforme. Além disso, o final do verão, as plantas que começaram a produzir no início da temporada darão sinais de exaustão.

Com pouca manutenção, você pode estender a vida daqueles péssimos tomateiros podando folhas e galhos secos. Em seguida, faça o acompanhamento com alimentos líquidos para plantas e tratamentos para doenças foliares ou insetos, se necessário.

Tipos de tomate

Saiba a seguir quais tipos de tomates existem e como são essas variedades para plantio.

Tomate Cereja

Tomate cereja

Os tomates cereja podem não ser muito grandes, mas têm um toque doce de verão. Eles são tipicamente vermelhos, mas também podem ser amarelos, verdes ou até pretos. Os tomates cereja são geralmente menores que os tomates uva e têm uma textura mais macia.

Graças à sua pele mais macia, esse tipo de variedade mantêm sua textura carnuda quando cozidos, tornando-os um ótimo complemento para o prato principal do jantar, esteja você assando no forno, jogando-os no macarrão ou adicionando um lado colorido ao seu bife, frango ou peixe.

Tomate Carmem

Tomate Carmen

O tomate Carmen tem uma consistência mais firme do que os outros, é redondo, mas com formato achatado. Não há variações de tamanho, portanto é um tomate uniforme, de pele lisa, sem rugas e consistente. Não deve ser consumido quando não está maduro, muito passado, apodrecendo, danificado por choque físico ou parasitas.

Com um sabor marcante, ele é ideal para saladas, porém se utilizado em molhos a coloração da preparação será em tons alaranjados, fugindo do comum vermelho. Além disso, esse tomate é uma fonte de água e possui baixo valor calórico, portanto torna-se um excelente aliado em dietas de emagrecimento.

Tomate caqui

Tomate caqui

As suas cavidades das sementes do tomate de caqui são muito pequenas, ele tem uma concentração maior de polpa sólida do que muitas os outros tipos. Tem um sabor maravilhoso, baixo teor de acidez, cremoso e frutado. Ao contrário das variedades de tomates tradicionais, os caquis têm uma pele resistente a rachaduras.

Esta qualidade, aliada ao seu sabor e curta época de cultivo, fazem deste tomate um cobiçado plantio por agricultores e jardineiros. Tomates caqui pesam normalmente entre um e dois quilos.

Tomate holandês

Tomate holandês

Em meados da década de 1990, o mercado americano de tomate passou por uma grande ruptura: a demanda do consumidor por tomates holandeses disparou. Coloridos e saborosos da Holanda eram tão populares que as exportações holandesas de tomate para os EUA aumentaram em 800%. A tecnologia e a sustentabilidade empregadas são a chave do sabor e fácil plantio desta variedade.

Em holandês chamado indraaien. O tomate dá em videiras e é um tomate do tipo indeterminado. Isso significa que os chamados rebentos ou rebentos laterais são removidos. A poda da videira do tomate, em holandês dieven, melhora o crescimento real. Não é um tomate muito ácido e é bem adocicado, excelente para salada.

Tomate Débora

Tomate Débora

O tomate Débora apresenta uma consistência firme e formato arredondado. Além disso, é um bom tomate para o dia a dia, assim como a variedade do tomate italiano. Menos ácido do que o Tomate Carmem, porém tem mais sementes do que o tomate italiano, é ideal para saladas e pode ser usado para molhos. No entanto, não é tão bom quanto o tomate italiano.

E cuidado para não confundir com o Tomate Italiano, essas duas variedades são bem parecidas.

Tomate Italiano

Tomate Italiano

O tomate de ameixa ou de Roma, italiano por excelência, são cheios de sabor. Picante e fresco, este tomate é ideal para fazer um delicioso guisado, molho ou pasta de tomate. Para um sabor ainda mais intenso, experimente assá-lo no forno e usá-lo para criar um pesto de tomate ou cobertura de bruschetta que tem um toque especial.

Com tantas formas de usar e um sabor delicioso, o tomate Italiano é o favorito nas mais diversas receitas e faz sucesso inquestionável. É uma escolha de tomate que não tem erro.

Tomate Sweet Grapes

Tomate Sweet Grapes

Os tomates uva são arredondados e têm o formato de uvas. Com cerca de metade do tamanho dos tomates cereja, não são tão doces e sua polpa é mais carnuda e menos aquosa. Como os tomates uva duram mais do que os tomates cereja, eles estão se tornando cada vez mais populares, pois são mais resistentes e menos frágeis para embalar e transportar.

Este tomate, precisa ser cultivado em locais quentes, de preferência em estufas (cultivo protegido). Além de snack, combina com as mais variadas receitas, como molhos, saladas, canapés, drinks, pizzas e o que mais você puder inventar.

Pé de tomate: cultive seu próprio tomate em casa!

Pé de tomate

Há uma razão pela qual os tomates são o vegetal da horta doméstica nº 1. O sabor de um tomate direto da videira é incomparável a um tipo típico de mercearia. Os tomates são vegetais de clima quente e adoradores do sol. Além disso, eles precisam de pelo menos 6 horas de luz solar por dia mas o ideal é de 8 a 10, que fazem toda a diferença para uma boa colheita.

Locais com sombra, principalmente aqueles que tem a possibilidade de uma sombra pela tarde (natural ou aplicada, por exemplo, coberturas de linha) ajudarão os tomates a sobreviver e crescer. Os tomates vêm em uma ampla variedade de sabores, cores e tamanhos, de tipos do tamanho de uvas minúsculas a gigantes. A escolha também depende de como você vai usar essa fruta versátil na cozinha.

Utilize as divas e cultive seu tomate orgânico!

Autor deste artigo

Redatora de Jardinagem, Casa e decoração, Turismo e Cotidiano.

Artigos relacionados


Como plantar maracujá: em vaso, usando as sementes, mudas e mais!

Como plantar maracujá: em vaso, usando as sementes, mudas e mais!

Você sabia que é possível plantar maracujá em vaso e dispor dessa fruta deliciosa em casa, e ainda fazer sucos, doces e muito mais? Saiba mais abaixo!


Tumbérgia: como cuidar, os tipos como arbustiva, azul e muito mais!

Tumbérgia: como cuidar, os tipos como arbustiva, azul e muito mais!

Você sabia que a tumbérgia tem formato de trombeta? Descubra neste artigo demais curiosidades, espécies e como cultivá-la!


Filodendro: os tipos, características e mais desta planta!

Filodendro: os tipos, características e mais desta planta!

Sabia que o Filodendro é uma planta venenosa? Veja neste artigo, oito espécies, dicas de cuidados e curiosidades, desta planta que possui folhagens exuberantes!


Quaresmeira: dicas de como cuidar, como ter em vaso e muito mais!

Quaresmeira: dicas de como cuidar, como ter em vaso e muito mais!

Você sabia que a flor da quaresmeira é símbolo do amor incondicional? Conheça neste artigo, dicas de cuidados e características dessa espécie nativa do Brasil!


Pomar de frutas: como fazer, quais frutas, escolha do local e mais!

Pomar de frutas: como fazer, quais frutas, escolha do local e mais!

Neste artigo, veja informações sobre o cultivo de pomares caseiros. Confira também as frutas mais propícias para cada região e dicas de cuidados!


Últimos posts


Melhor grill de 2021: qual é, os tipos, como escolher, utilizar e mais!

Melhor grill de 2021: qual é, os tipos, como escolher, utilizar e mais!

O grill facilita a rotina e nos deixa mais saudáveis - veja aqui os melhores modelos, características, informações, como escolher o ideal para você e como usar!


Melhores sanduicheiras de 2021: como escolher, modelos grills e mais!

Melhores sanduicheiras de 2021: como escolher, modelos grills e mais!

Está procurando uma sanduicheira? Neste artigo, confira informações sobre elas, como escolher a melhor e quais são os melhores modelos de 2021!


Melhores binóculos de 2021: como escolher, melhores marcas e mais!

Melhores binóculos de 2021: como escolher, melhores marcas e mais!

Veja aqui os melhores binóculos de 2021, como escolher o mais adequado para você, principais marcas, vantagens e desvantagens e mais curiosidades.


Economizar água: por que economizar, dicas de como e muito mais!

Economizar água: por que economizar, dicas de como e muito mais!

Neste artigo, apresentamos uma lista de atitudes sustentáveis que você pode tomar dentro de casa para economizar água. Confira as dicas!


Como plantar maracujá: em vaso, usando as sementes, mudas e mais!

Como plantar maracujá: em vaso, usando as sementes, mudas e mais!

Você sabia que é possível plantar maracujá em vaso e dispor dessa fruta deliciosa em casa, e ainda fazer sucos, doces e muito mais? Saiba mais abaixo!