Como plantar quiabo: em vaso, seus tipos, benefícios e muito mais!

Como plantar quiabo: em vaso, seus tipos, benefícios e muito mais!

Você sabia que o quiabo tem muitas vitaminas? Leia aqui sobre como cultivá-lo em casa, as principais variedades de quiabeiros e os benefícios desta planta.


Como plantar quiabo: conheça mais sobre esse alimento rico em vitaminas!

Quiabos

O quiabo (Abelmoschus esculentus) da família Malvaceae, é um vegetal comumente associado às regiões de zonas subtropicais e tropicais. Apesar disso, não existe um consentimento sobre sua origem, variando do Sul da Ásia, da África Ocidental ou da Etiópia.

O quiabo é famoso por ser relativamente fácil de cultivar e de se aplicar na culinária no dia-a-dia. Além disso, o quiabeiro também se destaca pelo seu aspecto ornamental, pois apresenta uma exuberância durante a estação de crescimento devido às suas belas flores.

Você pode cultivar um quiabeiro em casa e colher este delicioso primo do hibisco de natureza calorosa e tropical durante o verão ou em quase todas as estações se você estiver numa região quente.

Vale mencionar que, os quiabeiros prosperam na maioria dos climas e normalmente apresentam um rápido crescimento. Continue lendo para conhecer a grande variedade de hastes, flores e frutos desse interessante gênero de planta para se cultivar em casa.

Plantando quiabo em vaso

Plantação de quiabo

O quiabeiro é uma planta relativamente fácil de cultivar, pois exige pouca manutenção. Ainda que você não tenha um grande espaço no jardim, você pode aprender a cultivar o quiabo em vasos e recipientes. Além disso, a maior vantagem está em poder desfrutar do quiabo cultivado por você mesmo. Para tanto, continue lendo para conhecer mais dessa planta e seu delicioso fruto gastronômico.

Quais os tipos de vasos para quiabo?

Para cultivar o quiabo em vasos, considere que essa planta possui raízes grandes e, portanto, você precisará de um recipiente com profundidade suficiente para contê-las.

A escolha de vasos que possuem a cor preta é ideal, pois o quiabo adora calor. Dessa forma, o vaso absorverá mais a luz do sol se o recipiente tiver a cor escura. Certifique-se de que haja orifícios de drenagem no fundo do vaso. Você pode forrá-lo com cascalhos para permitir que o excesso de água escorra.

Com qual frequência se deve trocar?

Antes de optar pelo transplante do quiabeiro, é importante lembrar que a muda não é fácil de transplantar devido ao seu extenso sistema radicular. Dessa forma, se essa tarefa não for realizada corretamente, a planta pode acabar morrendo com a mudança.

Por este motivo, é muitas vezes preferível que se propague a planta através da semeadura. No entanto, caso seja necessário, você pode transferir as novas mudas que aparecerem para um vaso mais adequado.

Como trocar de vaso?

Apesar da dificuldade em transplantar o quiabeiro para outro vaso, se você encontrar mudas no viveiro de seu jardim, pode decidir propagar através do replantio em vez de sementes. Lembre-se que mudas de quiabo possuem raízes primárias delicadas, portanto, você precisa manter cuidado ao transplantá-las para os canteiros ou para um vaso.

Prepare o vaso com um solo para envasamento e cave um buraco que seja um pouco mais fundo do que o recipiente onde os quiabos cresceram. Remova as mudas cuidadosamente e coloque-as no buraco. Certifique-se de que cada planta tenha 30 a 40 centímetros de distância. Nesse primeiro momento, você pode regá-las com uma quantidade considerável para ajudar a estabelecer as raízes.

Como plantar quiabo

Plantação de quiabo

A razão pela qual as pessoas adoram cultivar o quiabo é porque é uma planta relativamente fácil de cultivar e manter. Dessa forma, não exige tantos cuidados. Escolha o local mais ensolarado para cultivá-lo e certifique-se de que o clima está quente o suficiente para iniciar o plantio de seu quiabeiro.

Se você deseja cultivar um quiabeiro em casa, a seguir você conhecerá o que precisa lembrar para manter essa planta tropical de deliciosos frutos da culinária.

Clima ideal para quiabo

Se você mora em uma região quente de invernos amenos, você pode plantar quiabo no início da primavera. Nessas condições, é fácil de cultivar o quiabo, basta que a última geada passe e que as temperaturas não sejam inferiores a 13°C no período da noite.

Considere que o quiabeiro é nativo de regiões tropicais e subtropicais, portanto a temperatura do ar deve ser ao menos 15,5°C. Dessa forma, o quiabo prefere temperaturas mais quentes e, em condições ideais, prospera melhor em cerca de 26,5°C ou mais.

Melhor local para plantar quiabo

Membro da família Malvaceae, o quiabeiro prospera mais facilmente em áreas consistentemente quentes, as quais possibilitam o cultivo da muda quase o ano todo. E, dessa forma, para obter o melhor desempenho na germinação da planta e nos estabelecimento de mudas, as temperaturas do ar devem estar entre 21ºC e 32ºC.

Ao selecionar a área adequada para o cultivo do quiabo, atente-se para posicioná-lo em um local que receba sol ao longo do dia para promover o melhor crescimento, além de uma boa produção de flores e frutos. Dê atenção também à limpeza da área de plantio, certificando-se de que não haja ervas daninhas, pois estas podem abrigar pragas e doenças.

Solo para plantar quiabo

O solo ideal para o cultivo de quiabo deve ser leve, solto e com boa fertilidade. Além disso, o pH deve estar entre 6,5 a 7,6. O quiabo prefere solos bem drenados, pois a retenção de água causa o apodrecimento das raízes.

Prefira solos de envasamento, sobretudo se você optar pelo cultivo do quiabo em recipientes. Uma mistura de solo composto por matéria orgânica é ótima escolha. Você também pode adicionar partes iguais de areia e turfa para garantir a boa drenagem do solo.

O plantio do quiabo

O local ideal para o plantio do quiabo é numa parte do jardim onde a planta, qual o crescimento varia entre 0,9 a 2,5 metros de altura, não sombreie outras espécies do ambiente.

Além disso, considere que as raízes são frágeis e, portanto, você precisará garantir solos bem drenados e dispor de cuidados para não danificá-las. Dessa forma, para assegurar o ambiente adequado, recomenda-se a rega do local uma hora antes do plantio.

Irrigação do quiabo

O quiabeiro é resistente a períodos de estiagem. No entanto, certifique-se de fornecer rega à planta de maneira frequente e regular durante o período de germinação. Após a primeira floração, seu quiabeiro ficará satisfeito com um pouco de água uma vez por semana.

Regue a planta durante a manhã e procure não manter o solo encharcado, sobretudo durante o período da noite. Além disso, recomenda-se manter a folhagem longe da água, pois em dias quentes, as folhas podem queimar.

Como fertilizar o quiabo

Seu quiabo exigirá muitos nutrientes para prosperar adequadamente. Para tanto, você deve fornecer composto ou fertilizantes naturais quando as primeiras vagens começarem a se formar. Após esse período, você poderá aplicar o fertilizante uma vez durante o verão.

Lembre-se que, adicionar composto em excesso pode prejudicar a planta. A recomendação de fertilizante para o quiabo é o de liberação lenta. A dose suficiente deve conter meia xícara para 1,85m².

Você também pode optar pela adubação orgânica que apresenta bons resultados, sobretudo em solos que possuem baixa fertilidade. Certifique-se de realizar essa tarefa diretamente no sulco de plantio e anterior à época de semeadura. Em alguns casos, recomenda-se também em associação à aplicação do adubo orgânico, a adição de termofosfato no sulco de plantio.

Poda do quiabo

Para iniciar a poda do seu quiabeiro, espere que as mudas cresçam e atinjam até aproximadamente 7,5 cm de altura para então começar a desbastar as mudas menores. Realizar essa tarefa é importante para deixá-lo mais forte.

Além disso, em climas mais quentes, as plantas normalmente atingem de 2 a 2,5 metros de altura. Para tanto, recomenda-se a realização da poda no final do verão, cortando cerca de um terço da copa das plantas. Já os botões ao longo do caule principal costumam crescer e produzir para uma próxima safra.

Como fazer a colheita do quiabo

Estima-se que em cerca de 50 a 60 dias após o plantio os frutos comestíveis começam a aparecer. Eles são duros quando maduros, para tanto, colha diariamente com uma faca que seja afiada quando eles estiverem com aproximadamente o tamanho de um dedo e os caules ainda estiverem macios e fáceis de cortar. Recomenda-se que a colheita seja feita com frequência.

Use tesouras de poda para cortar os quiabos. Algumas pessoas sofrem de uma coceira desconfortável quando entram em contato com os pelos rígidos das folhas do quiabo, para tanto, a fim de evitar o incômodo, você pode usar luvas e uma camisa de mangas compridas para realizar a colheita.

Doenças e pestes comuns do quiabo

Normalmente, os quiabeiros não manifestam muitas pragas e doenças. O maior problema que a planta enfrenta está relacionado a quedas de temperaturas e geadas. No entanto, você pode se atentar ao aparecimento de percevejos que podem causar quiabos deformados. Para eliminá-los, retire-os manualmente, pois são fáceis de distinguir.

Lagarta-de-espiga, pulgões, e besouro-saltador também são pragas comuns que podem ser um problema. Se você identificá-las junto com o aparecimento de folhas amarelas e murchas, elimine as plantas afetadas. Recomenda-se que a rotação de culturas seja a melhor medida preventiva.

A propagação do quiabo

A propagação do quiabo normalmente se dá a partir de sementes. Assim, a semeadura é feita diretamente disposta em sulcos que podem ser feitos manualmente no solo. Recomenda-se embeber as sementes em água durante a noite anterior ao plantio para ajudar a planta a germinar.

A época adequada para o plantio é de agosto a março para regiões de clima ameno, mas pode realizá-lo o ano todo em regiões de clima quente. Certifique-se de irrigar os sulcos formados para o plantio, um dia antes da semeadura. Você pode dispor de 3 a 5 sementes por sulco na profundidade de 3 a 5 cm.

Como fazer mudas de quiabo

Você pode realizar esse processo através do método de quebra da dormência das sementes. Para isso, trate de envolver as sementes em um saquinho de pano para então, imergi-las em água na véspera do plantio. Além disso, depois de quebrar a dormência, você pode formar as mudas através de um plantio inicial dentro de copos pequenos de papel de jornal, devendo medir cerca de 15 cm de altura e 6 cm de diâmetro.

Atente-se na hora de transplantar as mudas para que seja antes do sistema radicular atingir a base do recipiente.

Conheça o ciclo de vida do quiabo

A germinação do quiabo acontece dentro de seis dias. E, como já mencionado anteriormente, o quiabo atinge sua maturidade para a colheita em 50 a 60 dias.

Além disso, os quiabeiros podem produzir por dez a doze semanas. Comece a colheita alguns dias após as flores de quiabo murcharem. Para isso, certifique-se de que as vagens do quiabeiro estão macias e tenham ao menos 5 centímetros de comprimento. Após a colheita, armazene os frutos em sacos úmidos para mantê-los frescos.

Variedades de quiabos para cultivo

Você pode encontrar uma variedade de quiabos, embora alguns sejam mais populares do que outros. Veja que nem todos os quiabeiros crescem até a mesma altura e alguns até produzem vagens de cores diferentes. Certifique-se de escolher o quiabo que se adapte não só ao seu clima e local à disposição da planta, mas também aos seus gostos e planos. Continue lendo para saber sobre algumas variedades do quiabo.

Quiabo Amarelinho

Quiabo Amarelinho

O quiabo Amarelinho é reconhecido por sua boa produtividade. Os frutos se apresentam com um formato cilíndrico e com ponta, sem fibras e de casca .um pouco amareladas Além disso, além de serem muito utilizados na gastronomia brasileira, são também ricos em cálcio e vitaminas A, C, e B1, sendo esta variedade de quiabo recomendada para pessoas que sofrem de infecções de rins, bexiga e intestino.

Quiabo apuim

Quiabo apuim

O quiabo apuim apresenta frutos de cor verde bem intenso e aspecto liso, os quais também apresentam menos fibra e “baba”, o que facilita na hora do preparo de alimentos e amplia a variedade de consumidores do quiabo.

Quanto à colheita, essa variedade de quiabo é considerada bastante precoce em relação aos outros tipos de quiabeiro, e por esse motivo, pode ser muito vantajoso o cultivo do quiabo apuim quando se visa a comercialização.

Quiabo carcará

Quiabo carcará

A variedade de quiabo carcará se destaca devido a sua coloração roxa e brilhante. Mas, para além disso, essa espécie possui ótimo sabor e destaque na gastronomia.

Essa planta apresenta porte alto de aparência exuberante. Demonstra também ótima produtividade e uma boa adaptação aos diferentes tipos de clima, desde os mais quentes aos mais amenos. Ademais, destaca-se pela tolerância ao Oídio, doença conhecida por acometer as espécies de quiabo.

Quiabo clemson americano

Quiabo clemson americano

O quiabo clemson americano é uma das variedades mais populares para se encontrar à venda em hortas e supermercados. Destaca-se por ter um alto rendimento e produzir opulentos frutos verdes escuros. A planta não apresenta espinhos e suas vagens são tenras de sabor encorpado.

Essa variedade de quiabeiro também se destaca por suas lindas flores relacionadas às malvas-rosa, que atraem polinizadores e adicionam um ótimo aspecto ornamental a um jardim.

Quiabo cajun delight

Quiabo cajun delight

A variedade de quiabo cajun delight, cresce sem apresentar espinhos. Seus frutos são da cor verde escuro, e a planta pode atingir 1,5 metros de altura. Essa variedade pode ser uma ótima escolha caso você tenha um curto período de crescimento em climas mais frios, pois o período de amadurecimento para colheita é de 50 a 55 dias.

Além disso, os frutos são saborosos e permanecem macios por mais tempo, apresentando menos acúmulo de fibras. As folhas dessa variedade de quiabeiro se caracterizam como uma atração, pois são grandes e atraentes para se cultivar num canteiro de flores.

Quiabo louisiana green velvet

Quiabo louisiana green velvet

O quiabo louisiana green velvet é uma variedade sem espinhos, comumente cultivada por suas grandes vagens verdes que permitem ser colhidas com até 20 centímetros de comprimento sem comprometer sua maciez. A altura da planta pode atingir até 2,5 metros.

Esta é uma variedade resistente e produz rendimentos produtivos. O quiabo louisiana green velvet também acompanha um belo aspecto ornamental, apresentando belas flores amarelas e folhas em forma de carvalho.

Quiabo santa cruz

Quiabo santa cruz

O quiabo santa cruz também se destaca pela alta produtividade e excelente uniformidade de planta e frutos, os quais apresentam como característica cilíndricos com ponta, sem fibras e com casca verde claro. Essa variedade se destaca pela alta resistência à podridão bacteriana.

Diferente das outras variedades de quiabo, a cultura do quiabo santa cruz é tardia e começa a produzir cerca de 90 dias após a semeadura, mas, por outro lado e de maneira vantajosa, a produção se estende por três meses.

Benefícios do quiabo

Porções de quiabo

Os diversos nutrientes proporcionados pelo quiabo podem torná-lo útil para prevenir vários problemas de saúde. Você pode obter os benefícios do quiabo através do consumo das vagens frescas ou cozidas como vegetais, permitindo aplicar criatividade no preparo de pratos deliciosos, além de obter excelentes nutrientes para sua dieta alimentar.

Veja a seguir os principais benefícios de se consumir o quiabo para você começar a incluí-lo no seu dia-a-dia.

Faz bem para o intestino

O quiabo possui fibra dietética que ajuda a prevenir a constipação, assim como também contribui para a manutenção de um sistema digestivo saudável. Vale mencionar que, a ingestão de uma boa quantidade de fibra na dieta, promove a ação anti-inflamatória e antimicrobiana que age contra problemas gastrointestinais.

Além disso, na medicina asiática, é empregado o extrato de quiabo aos alimentos a fim de prevenir a irritação e doenças inflamatórias gástricas.

Previne problemas cardíacos

O risco de doenças cardíacas está associado muitas vezes aos níveis elevados de colesterol. Nesse sentido, a “baba” viscosa do quiabo que se demonstra como uma substância espessa semelhante a um gel, é chamada de mucilagem. Essa substância, por sua vez, é capaz de se ligar ao colesterol durante a digestão, fazendo com que o colesterol seja eliminado em vez de ser absorvido pelo corpo.

Há também evidências relacionadas à existência de polifenóis no quiabo, que uma vez que é incorporado adequadamente na dieta, pode agir na prevenção de doenças cardíacas.

Ajuda no controle da glicemia

Vale mencionar que a manutenção de níveis saudáveis de açúcar no sangue é essencial para a saúde de maneira geral. Isso porque a presença de açúcar no sangue consistentemente alto, pode vir a causar pré-diabetes ou mesmo diabetes tipo 2.

Para tanto, o consumo de quiabo ou extrato de quiabo na dieta diminui a absorção do açúcar no trato digestivo. Isto é, contribui para a diminuição de níveis de açúcar no sangue.

Vale mencionar que o quiabo pode interferir com a metformina, cujo representa um medicamento comum para diabetes. Dessa forma, não é recomendado o consumo de quiabo para quem está tomando este medicamento.

Melhora a saúde óssea

A vitamina K, que está presente no quiabo, desempenha um importante papel na formação óssea, como também na coagulação do sangue. Dessa forma, recomenda-se o consumo de alimentos que são boas fontes de vitamina K, pois isso contribui para o fortalecimento de ossos de maneira a prevenir fraturas.

Além do quiabo, alimentos como acelga, rúcula e até mesmo o espinafre são ótimas fontes de vitamina K e cálcio, podendo ser uma boa opção combiná-los numa refeição.

Como plantar quiabo: cultive em sua casa ou jardim e tenha sempre à mão!

Quiabos

O quiabo se apresenta como uma cultura versátil, pois, para além do cultivo em vista da colheita dos frutos para compor uma boa saúde, outras partes da planta são também aproveitadas de maneira sustentável. Este é o caso de sua atribuição ornamental, como também na extração de óleo, além do emprego da fibra do quiabo que pode ser utilizada na produção de papel.

Além de fácil de cultivar, o quiabeiro é praticamente livre de problemas quando cultivados em condições adequadas. Sua tolerância a pouca umidade e a uma variedade de leituras de pH do solo se estende à cozinha, onde o quiabo é um delicioso complemento para a criação de pratos de sopas, como também pode ser refogado, frito ou cozido, permitindo abusar da criatividade.

Suas flores amarelas, que se assemelham aos hibiscos e a abundância de frutos comestíveis, oferecem interesse para toda a temporada e a oportunidade de complementar o jardim. Considere que quanto mais vegetais nutritivos o seu jardim cultivar, mais saúde você agregará à sua rotina. Dedique-se ao cultivo de plantas comestíveis para compor a sua paisagem e aproveite nossas dicas sobre o cultivo do quiabo.

Autor deste artigo

Entusiasta do solo e do saber geográfico.

Artigos relacionados


Como plantar maracujá: em vaso, usando as sementes, mudas e mais!

Como plantar maracujá: em vaso, usando as sementes, mudas e mais!

Você sabia que é possível plantar maracujá em vaso e dispor dessa fruta deliciosa em casa, e ainda fazer sucos, doces e muito mais? Saiba mais abaixo!


Tumbérgia: como cuidar, os tipos como arbustiva, azul e muito mais!

Tumbérgia: como cuidar, os tipos como arbustiva, azul e muito mais!

Você sabia que a tumbérgia tem formato de trombeta? Descubra neste artigo demais curiosidades, espécies e como cultivá-la!


Filodendro: os tipos, características e mais desta planta!

Filodendro: os tipos, características e mais desta planta!

Sabia que o Filodendro é uma planta venenosa? Veja neste artigo, oito espécies, dicas de cuidados e curiosidades, desta planta que possui folhagens exuberantes!


Quaresmeira: dicas de como cuidar, como ter em vaso e muito mais!

Quaresmeira: dicas de como cuidar, como ter em vaso e muito mais!

Você sabia que a flor da quaresmeira é símbolo do amor incondicional? Conheça neste artigo, dicas de cuidados e características dessa espécie nativa do Brasil!


Pomar de frutas: como fazer, quais frutas, escolha do local e mais!

Pomar de frutas: como fazer, quais frutas, escolha do local e mais!

Neste artigo, veja informações sobre o cultivo de pomares caseiros. Confira também as frutas mais propícias para cada região e dicas de cuidados!


Últimos posts


Melhor grill de 2021: qual é, os tipos, como escolher, utilizar e mais!

Melhor grill de 2021: qual é, os tipos, como escolher, utilizar e mais!

O grill facilita a rotina e nos deixa mais saudáveis - veja aqui os melhores modelos, características, informações, como escolher o ideal para você e como usar!


Melhores sanduicheiras de 2021: como escolher, modelos grills e mais!

Melhores sanduicheiras de 2021: como escolher, modelos grills e mais!

Está procurando uma sanduicheira? Neste artigo, confira informações sobre elas, como escolher a melhor e quais são os melhores modelos de 2021!


Melhores binóculos de 2021: como escolher, melhores marcas e mais!

Melhores binóculos de 2021: como escolher, melhores marcas e mais!

Veja aqui os melhores binóculos de 2021, como escolher o mais adequado para você, principais marcas, vantagens e desvantagens e mais curiosidades.


Economizar água: por que economizar, dicas de como e muito mais!

Economizar água: por que economizar, dicas de como e muito mais!

Neste artigo, apresentamos uma lista de atitudes sustentáveis que você pode tomar dentro de casa para economizar água. Confira as dicas!


Como plantar maracujá: em vaso, usando as sementes, mudas e mais!

Como plantar maracujá: em vaso, usando as sementes, mudas e mais!

Você sabia que é possível plantar maracujá em vaso e dispor dessa fruta deliciosa em casa, e ainda fazer sucos, doces e muito mais? Saiba mais abaixo!