Rapel: quais equipamentos usar, como praticar cada tipo e muito mais!

Rapel: quais equipamentos usar, como praticar cada tipo e muito mais!

Confira neste artigo, as principais dicas para a prática do rapel, tipos de equipamentos e benefícios desta atividade!


Rapel: uma atividade radical!

Silhueta de praticante de rapel

As atividades radicais são muito utilizadas pelos aventureiros que não perdem a oportunidade de sentir o frio na barriga. O Rapel é um desses exercícios, muito famoso pela mescla de ousadia e tranquilidade, oferecidos por ele.

Essa atividade se resume na prática feita em conjunto, em que os participantes devem se preocupar a todo o momento com o outro enquanto descem grandes alturas presos à uma corda.

Rapel é uma atividade radical porque requer grande segurança dos equipamentos, e é indispensável o cumprimento de realizações dos cursos preparatórios. Apesar da grande façanha, requer muitos conhecimentos antes de ser encarada. Quer saber mais desse esporte radical? Continue lendo a próxima seção!

Sobre o rapel

Mulher praticando rapel canyoning

O nome “Rapel” foi doado pelo seu criador: Jean Charlet-Stranton, em 1879. Ele estava falando sobre sua mais nova criação, e enquanto apresentava e explicava a técnica, utilizou o termo em francês “rapelle” que tem como significado algo como, “a corda que retorna para a pessoa”. Desde então, o termo se popularizou, tornando em seguida, no nome da atividade.

O interessante dessa modalidade, é que ela pode ser feita por diversão e entretenimento, mas também é uma ferramenta de grande ajuda profissional. Muito utilizado por pesquisadores e arqueólogos que necessitam entrar em cavernas ou lugares montanhosos. Apesar da fama da atividade, é importante conhecer mais sobre ela, antes de encarar o desafio. Por isso, continue conosco que vamos esclarecer!

Quem pode praticar

É importante se atentar a quem pode praticar esse esporte, pois requer grande adrenalina, coisa que muitas pessoas não são acostumadas a passar. Muitas delas até passam mal, portanto é interessante analisar esses pontos, pois é indispensável que você seja corajoso e tenha um bom equilíbrio enquanto está em grandes alturas.

Outro fato fundamental é que você não tenha problemas cardíacos e nem de pressão baixa, pois a atividade pode ser prejudicial. A idade é o de menos, porque rapel é uma atividade acompanhada, portanto crianças acima de 6 anos de idade podem praticar com o consentimento dos responsáveis.

Os melhores lugares para praticar Rapel

Não dá para falar em Rapel, sem falar da beleza de se praticar esse esporte nas Cataratas do Iguaçu, localizada no Parque Nacional do Iguaçu, no Paraná.

Além de ser uma das 7 maravilhas do mundo presentes no nosso imenso Brasil, o maior conjunto das quedas d’águas do mundo, conta com 55 metros de altura para que você possa se deliciar com a aventura da beleza natural.

Por outro lado, temos outras várias localidades excelentes para praticar Rapel, como: Gruta do Lapão, na Bahia; Cachoeira do véu da Noiva, em Pernambuco; Boca da Onça, em Mato Grosso do Sul; entre muitas outras regiões belíssimas do Brasil.

Categorias da prática do rapel

Dentro da atividade do Rapel, temos várias categorias que subdividem a prática em diversos modelos diferentes. Cada uma delas foca-se em alguma forma de se curtir a modalidade e te propõe sensações diferentes ao experimentá-las.

Alguns dos exemplos que temos, são: o vertical; negativo; invertido negativo; inclinado; etc. Se você quer conhecer mais sobre cada uma dessas categorias, continue lendo a próxima seção.

Vertical

Nessa categoria, a força da saída acontece, obviamente, no plano vertical. Porém é importante lembrar que o praticante sairá em plano horizontal e somente depois, cairá para a vertical. Isso é bem radical, pois pode assustar dependendo da forma como essa quebra de força acontece.

Ele é um dos mais utilizados e clássicos, te possibilitando fazer uso dos membros inferiores e superiores em paredes ou pedras que possuírem inclinações de 90°. Portanto, se você é fã de modalidades intensas, essa é uma categoria excelente para você praticar.

Negativo

A palavra "negativo" nos traz uma ideia de algo descendo ou diminuindo. E é exatamente por isso que essa categoria se chama dessa forma. Ela se resume ao participante efetuar uma queda quase que de cabeça para baixo, aparentando uma queda livre, e a velocidade segue aumentando gradativamente.

Nessa modalidade, os membros superiores (mãos) e membros inferiores (pés) não encostam em nada e apenas se deixam levar com sensação de queda livre. Apenas os corajosos de verdade conseguem encarar.

Invertido negativo

O rapel feito na categoria invertido negativo, assume uma posição semelhante a qual falamos anteriormente: a do negativo. Porém, ela é um pouquinho mais radical, pois de fato, é uma queda de cabeça para baixo.

Da mesma forma, possui uma sensação de queda livre, com uma dose ainda maior, pois o participante fica completamente do avesso. Assim, os corajosos conseguem se sentir realmente com a adrenalina correndo nas veias. Mas não se esqueça, a sua segurança para fazer essa modalidade precisa ser de bastante confiança nos equipamentos e nos seus instrutores.

Inclinado

Essa é a categoria de rapel mais adequada e indicada para os que ainda são amadores no esporte do rapel. Os iniciantes amam, pois ela é a mais simples não necessitando de ser feita em pedras muito altas. Além disso, é um ótimo treino, pois usa-se bastante os membros inferiores e superiores, exigindo grande atenção.

Se você ainda não conhece muito sobre o rapel, mas quer iniciar essa modalidade tão incrível, é ideal que comece por essa categoria pois ela será a base de todas as outras, além de ser uma experiência gostosa e tranquila.

Frente inclinado

A categoria de frente inclinado dentro do rapel, proporciona que além do praticante estar em uma posição inclinada, ele estará de frente para a paisagem e de costas para as pedras e paredes, aumentando a adrenalina da vista para a altura.

É necessário muito cuidado e atenção com a corda e sua elasticidade, assim como a posição de freio, pois tudo isso será de grande importância para a segurança.

Essa modalidade é indicada para os que já estão acostumados ao inclinado, e querem aumentar um pouco mais a sua adrenalina, para ganhar mais confiança nesse esporte.

Rapel de cachoeira/canyoning

Canyoning

Essa com certeza é uma das mais refrescantes e deliciosas experiências. O Rapel de cachoeira (ou canyoning) se realiza verticalmente nas grandes pedras localizadas ao lado das cachoeiras, oferecendo uma confortante vista para a natureza, além de, claro, ser uma experiência única.

As pedras, ao lado das cachoeiras, tendem a ser mais escorregadias e, por conta disso, é orientado que essa modalidade seja feita com a ajuda de algum instrutor ou guia. Essa é uma das atrações mais procuradas, exatamente por ser uma das experiências mais magníficas, em um país onde as belezas naturais e quedas d'água são as mais cobiçadas.

Quais são os melhores equipamentos para praticar o Rapel?

O Rapel, mesmo sendo uma das atividades mais divertidas, ainda assim, assume certos riscos pois trabalha com altura e consequentemente exige equipamentos de segurança. É preciso tomar o máximo de cuidado na seleção deles, pois serão de grande utilidade para garantir o aproveitamento do esporte sem ocasionar riscos.

Se você quer descobrir mais sobre os equipamentos ideais, confira a próxima seção.

Corda

Corda

A corda é o equipamento principal na realização dessa atividade. A escolha dela deve ser minuciosa, pois ela sustentará o peso do corpo do participante. Também é interessante se preocupar em relação ao tamanho e principalmente ao material dessa corda utilizada. Normalmente, as cordas mais bem recomendadas são as de nylon.

Esse cuidado com os materiais (principalmente a corda) é pelo risco de quedas e sustentação, pois Rapel é uma atividade em que se está em contato direto com a natureza, tornando-se necessário tomar muitos cuidados pois ela deve ser de um material que tenha capacidade de sustentar areia, argila, água ou qualquer outra coisa que apareça no caminho.

Bouldrier

Bouldrier

Com certeza, você já deve ter visto imagens de pessoas praticando a atividade do rapel, e nesses registros provavelmente você já reparou em como as pessoas se equipam. Certamente veio a sua mente alguma pergunta em relação ao que são aquelas cordas amarradas na coxa, em volta das pernas das pessoas, formando uma cadeirinha. Pois é exatamente isso o Bouldrier.

Ele também tem uma importância indispensável, pois é o que dará sustentação nos músculos corretos, sem machucar ou ferir, caso algo aconteça, para que a corda assim segure o participante evitando quaisquer possíveis acidentes.

Freio oito

Freio oito

O freio oito, tem esse nome por conta da sua aparência. Ele possui a base feita de titânio e sua forma aparenta o número 8. Este equipamento oferece o controle da velocidade, tornando a descida mais tranquila para o participante, caso seja necessário. É exatamente por este freio, que a corda passa na hora da montagem, fazendo com que ocorra o atrito.

Também é um dos equipamentos indispensáveis pois oferece uma maior autonomia de quem está praticando o rapel, uma vez que ele permitirá a diminuição da velocidade assim que necessário.

Mosquetão

Mosquetão

Para permitir a ligação entre as cordas, os freios e o bouldrier, é super necessário o uso do mosquetão. Ele também é feito de titânio (que aguenta até 3 toneladas), prezando pela segurança do participante, fazendo o possível para evitar que ocorra algum acidente.

De qualquer forma, os especialistas em segurança e em rapel, dizem ser muito importante que venha se utilizar no mínimo dois, pois se um vier a falhar, o outro haverá de segurar, evitando assim surpresas inadequadas.

Capacete

Capacete

O capacete é um equipamento quase que universal, pois é utilizado em várias atividades e esportes. É utilizado na região da cabeça servindo para proteger-nos de objetos que possam vir a cair, ou qualquer acidente e batida que possa acontecer.

Muitas das vezes, os capacetes não são utilizados por crerem que os acidentes não irão ocorrer, mas quando precisamos deles e ele não está, essa falta pode fazer grandes estragos com tristes consequências. Além de tudo, o seu uso é obrigatório em qualquer esporte radical. Infelizmente, muitas pessoas ignoram esse fato, e depois, se arrependem.

Anel de fita

O anel de fita é um equipamento que protege a corda de desgastes e permite a utilização dos prendedores em algum ponto de fixação. Ou seja, ele te protege de possíveis quedas, e também lhe dá mais segurança para se fixar nos locais.

Indispensável e brilhante, o anel de fita te possibilita movimentar-se com mais segurança, pois você se sentirá mais firme nos locais, além de garantir a sua estabilidade nos movimentos, transformando sua experiência cada vez mais agradável.

Conheça alguns benefícios do rapel

Mulher feliz fazendo rapel

No geral, os esportes trazem grandes benefícios em relação à saúde do ser humano. São as principais aliadas das atividades físicas, da disciplina e do foco.

Se você procura um companheiro fiel para se divertir e ainda te ajudar na saúde, o rapel é uma boa pedida. Quer saber mais sobre esses benefícios? Continue lendo a próxima sessão.

Diminui níveis de ansiedade

Quem sofre com ansiedade sabe o quanto ela é traiçoeira e maligna. Ela nos faz acreditar que tudo está agitado, complicado e errado, trazendo a sensação de falta de ar, aperto no peito e um descontrole emocional muito grande.

Praticar Rapel exige muita concentração para os movimentos, além de muito controle da sua respiração, coisa que a ansiedade não nos deixa fazer. Além disso, a atividade te força a focar no presente, evitando que pense no futuro, o que evita as possíveis crises. Portanto, se você tem ansiedade, o Rapel te ajudará a evitar os picos das crises, além de diminuir a sua carga de descontrole.

Melhora sua coordenação motora

Isso com certeza alegrou aos mais desastrados, pois o Rapel tem a capacidade de ajudar nisso. É necessário uma dose extra de atenção durante a prática dessa modalidade, pois é indispensável que você se atente onde segura ou pisa, além do controle intenso das cordas, freios e etc.

Com a constância em praticar rapel, você ficará cada vez mais atento, além de despertar a sua agilidade. Isso consequentemente melhorará a sua coordenação motora e futuramente te ajudará a não ser tão desastrado com as coisas.

Aumenta sua força muscular

O Rapel é uma modalidade que como, você já pôde observar, é necessário a constância em segurar cordas e ter que sustentar o peso do próprio corpo. Inevitavelmente, o Rapel tem o brilhante benefício de aumentar a sua força muscular, pela quantidade de esforço que a atividade te obriga durante a aventura.

Portanto desmistifique que somente dentro de uma academia você poderá garantir alguns músculos a mais, pois você pode assegurar isso, curtindo uma adrenalina, e de quebra, ainda contemplar uma linda paisagem.

Reduz o estresse

Não é segredo para ninguém que a natureza nos proporciona um alívio de stress muito grande sem ao menos precisarmos nos esforçar. Só a presença de algum ponto natural, já nos proporciona uma leveza muito grande.

Praticar um exercício físico por si só já é bom, imagina então, fazer isso estando em contato direto com a natureza? Essa junção te possibilita um relaxamento indescritível, ajudando na liberação da serotonina, um hormônio de bem-estar, que ameniza os sintomas de estresse.

Portanto, se você procura uma atividade que te relaxe, você não irá se arrepender ao eleger o Rapel.

Dicas importantes para a prática do Rapel

Mulher se desafiando no rapel

É indispensável que você, antes de praticar o esporte do rapel, busque seguir algumas dicas que serão de grande importância. É necessário muita supervisão profissional, pois não é uma atividade tranquila e sim bastante perigosa, além de um planejamento antecedente.

É importante também, conhecer a empresa com qual você fará a atividade, pesquisar sua reputação, assim como à dos profissionais que você elegerá para te acompanhar nessa aventura. Se você quer garantir uma experiência incrível no rapel e evitar surpresas inesperadas, leia a próxima sessão.

Supervisão profissional

É interessante que você se atente na hora da escolha dos profissionais que serão responsáveis por supervisionar a sua atividade no Rapel. Preze por profissionais certificados pela Confederação Brasileira de Rapel, pois são pessoas conhecedoras e capacitadas para exercerem o trabalho. Eles garantirão uma experiência incrível, e claro, segura para você e sua família.

É importante nunca tentar ir sozinho sem a supervisão de um profissional, porque somente eles conhecem e são especializados na modalidade.

Planejamento

O fator da pesquisa é indispensável. Portanto, antes de ir até à sua aventura, converse com pessoas que já praticaram o esporte e troque informações. Isso é de muito bom uso para que você possa ouvir a experiência de alguém próximo.

Além disso, tente entender qual a forma com a qual a empresa que você contratou trabalha, pois alguns lugares exigem que a própria pessoa seja responsável por levar os equipamentos essenciais. Portanto, é crucial que você se informe sobre quais são os equipamentos essenciais, como os que citamos anteriormente.

Lembre-se: tudo que é planejado sai conforme o que queríamos e evita constrangimentos e surpresas inesperadas, portanto planeje bem a sua aventura antes de ir.

Conheça a modalidade

Nunca encare alguma modalidade sem antes identificar as principais recomendações, localidades, investimentos, instrutores, etc. Isso te proporcionará uma melhor segurança, evitando até de que seja enganado ou que caia em algum golpe.

Se aprofunde em conhecer o que a atividade requer, se ela não te proporciona nenhum risco, ou até se você atende a todos os requisitos exigidos pela modalidade sem comprometer sua saúde ou as dos seus familiares. Todos esses fatores são importantes para que, não somente você não seja enganado, como para que entenda as dificuldades daquilo que enfrentará.

Reconhecimento da área

Antes de começar a atividade, identifique o local em que você terá que passar com o Rapel. Hoje, isso é facilmente realizado pela internet, que te proporciona uma visualização perfeita das áreas que você elegeu.

Isso te trará segurança, pois te ajudará a identificar os pontos certos onde poderá "relaxar" (por ser uma região menos perigosa) e onde precisa se atentar (por ser uma região que apresenta mais dificuldade). Você se sentirá muito melhor, pois já saberá exatamente o que deve fazer antes de encarar o desafio.

Verificação de segurança

Sempre bom verificar a segurança dos equipamentos aos quais você comprou, assim como verificar o ambiente e os guias que contratou. Todos eles devem ser certificados, com boas recomendações.

Lembre-se: nesse momento, é melhor investir um bom dinheiro, em troca de segurança e responsabilidade. Portanto, não poupe dinheiro nessas horas.

Cuidados na descida

Fale com o seu tutor ou guia sobre os devidos cuidados que você deve ter durante o trajeto. Provavelmente você terá esse suporte, mas de qualquer forma, não hesite em perguntar se surgir alguma dúvida.

Tome cuidado para as explicações de descidas, pois elas são as cruciais que você deverá se atentar. Caso já queira pesquisar antes, é importante, pois a internet também dispõe de várias dicas interessantes que te ajudarão nesse momento.

Rapel: aqui você encontra tudo sobre essa atividade radical!

Rapel em uma bela vista

Disponibilizamos aqui as principais informações sobre a atividade Rapel para que você possa saber de tudo o que precisa antes de praticar essa modalidade.

No geral, você não irá se arrepender, caso queira dispor algum tempo da sua vida em praticar Rapel, pois além de benefícios físicos, como reduzir ansiedade e estresse, tornear seus músculos e fortificá-los, você ainda garantirá uma linda experiência de vista (pois as paisagens são lindas), assim como memórias de momentos relaxantes e intensos.

Autor deste artigo

Miriele Veloso é redatora, escritora e revisora de 20 anos de idade. Formada em Letras pela Universidade Cidade de São Paulo, é amante da escrita. Gosta de escrever sobre diversos assuntos e possui paixão pela sua profissão.

Últimos posts


Zamioculca: Como cuidar da planta, significado da sua flor e mais!

Zamioculca: Como cuidar da planta, significado da sua flor e mais!

Você sabia que a Zamioculca pode "chorar"? Confira nesse artigo essa e outras curiosidades, além dos cuidados necessários com a planta.


Os 10 Melhores Esmaltes de 2022: Impala, Risqué e muito mais!

Os 10 Melhores Esmaltes de 2022: Impala, Risqué e muito mais!

Está procurando pelos melhores esmaltes do mercado? Veja aqui quais os 10 melhores esmaltes de 2022 e confira como escolher o produto ideal para as suas unhas!


Os 10 Melhores Bastões de Caminhada de 2022: Guepardo, Trilhas e Rumos e muito mais!

Os 10 Melhores Bastões de Caminhada de 2022: Guepardo, Trilhas e Rumos e muito mais!

Quer conforto e estabilidade? Veja neste artigo um ranking com as 10 melhores opções de bastões de caminhada atualmente e dicas de como escolher o modelo ideal!


As 10 Melhores Sombras para Sobrancelhas de 2022: Ruby Rose, Max Love e mais!

As 10 Melhores Sombras para Sobrancelhas de 2022: Ruby Rose, Max Love e mais!

Quer a sobrancelha perfeita? Veja aqui dicas de como escolher a melhor sombra para sobrancelha e um ranking com as 10 melhores opções do mercado atualmente!


Os 10 Melhores Leite Condensado de 2022: Piracanjuba, Moça e muito mais!

Os 10 Melhores Leite Condensado de 2022: Piracanjuba, Moça e muito mais!

Quer fazer doces deliciosos? Veja neste artigo um ranking com as 10 melhores opções de leite condensado atualmente no mercado e dicas de como escolher o ideal!


Palavras do momento

Palavras-chave do momento no PortalVidaLivre


Internet e Conexão Perfume Ar e ventilação