Flexão nórdica: como fazer corretamente, músculos e mais!

Flexão nórdica: como fazer corretamente, músculos e mais!

Você não sabe como fazer a flexão nórdica? Confira a seguir como fazer e quais músculos que são usados durante este exercício.


Flexão nórdica, um treino pesado!

Embora as pessoas achem que a flexão nórdica é um exercício fácil de se fazer, enganam-se, é um treino muito pesado e que exige muito condicionamento físico. A seguir, você aprenderá como deve ser executada essa flexão, para que você faça da maneira certa e não tenha problemas.

Como também, você aprenderá quais são os músculos que são usados, os seus benefícios, e quais são as precauções que se deve ter antes de começar a praticar esse exercício. Afinal, ele tem muitas vantagens mas também tem algumas desvantagens que devem ser levadas em consideração na hora de executá-lo.

Você verá que não são todas as pessoas que podem praticar a flexão nórdica, pois ela exige muito esforço. Além de que, gera muita fadiga, dificuldade para controlar os movimentos e manter um bom equilíbrio. Continue lendo este texto e saiba com mais detalhes sobre esse exercício e se você pode fazê-lo.

Sobre a flexão nórdica

A flexão nórdica é um tipo de exercício muito utilizado por atletas da modalidade de atletismo e futebol, já que fortalece muito a musculatura. Sendo assim, confira a seguir tudo sobre esse tipo de exercício.

Como fazer corretamente a flexão nórdica

Durante este exercício você sentirá muito a musculatura das coxas, a parte de trás. Então, você precisará de uma almofada para apoiar o joelho e caso vá fazer sem o aparelho, precisará do auxílio de uma pessoa. Sobre a almofada, fique de joelho com os pés em paralelo ao corpo o tempo todo.

Em seguida, com os joelhos no chão, incline seu corpo para frente, no caso, o seu tronco, o máximo que você conseguir e depois volte à posição inicial. Caso você não tenha alguém para ajudar, você pode usar uma barra de ferro também para prender os pés.

Músculos utilizados na flexão nórdica

Durante a flexão nórdica é trabalhado somente dois músculos, o isquiotibiais e o gastrocnêmio. O músculo isquiotibiais é conhecido também como posterior da coxa, que durante esse exercício é muito estimulado. Acredita-se que esse tipo de flexão é mais recomendável para quem quer hipertrofiar essa região do corpo.

Além disso, o músculo gastrocnêmio é muito estimulado durante esse exercício, principalmente em sua fase excêntrica. Esse músculo fica na parte posterior da perna, conhecido popularmente como “batata da perna”. Sendo assim, um dos motivos que levam este exercício é muito bem avaliado por fisiculturistas e atletas de diferentes modalidades.

Benefícios da flexão nórdica

Esse tipo de flexão tem muitos benefícios, principalmente para atletas das modalidades de atletismo e futebol, já que eles correm muito, logo usam essas regiões do corpo. Além disso, esses músculos são muito usados na hora de correr, andar e pular, sendo essencial exercitá-lo.

Assim sendo, fortalecendo essas musculaturas, você conseguirá executar essas atividades com mais facilidade durante o seu cotidiano. Além disso, como o músculo isquiotibiais é mais vulnerável a ter lesões e distensões, principalmente em atletas, o que faz com que seja indispensável o fortalecimento dessa musculatura para evitar machucá-lo futuramente.

Não exagere no treino de flexão nórdica

Embora tenha muitos benefícios em fazer essa flexão, não se pode exagerar nesse tipo de treino, pois ele exige muito esforço. Caso você esteja começando agora, inserindo esses exercícios na sua musculação, o ideal é que faça poucas sessões para que não machuque os músculos, logo no início, será normal sentir dor.

Como também, por ser um tipo de flexão que força muito o joelho, a compressão patelar pode acabar agravando caso a pessoa já tenha algum problema nessa região. Durante a execução deste exercício pode haver um deslocamento patelar, e caso a compressão seja forte pode haver uma lesão.

Procure o médico

É muito importante antes de começar a fazer qualquer tipo de atividade física, que você faça um check-up. Ao fazer exercício físico você se esforçará, o que é novo para seu corpo, então acontecerá mudanças metabólicas em seu organismo. Será possível também durante os exames descobrir se a pessoa tem alguma doença.

Sabendo com a sua saúde está será possível saber se a flexão nórdica é adequada para você praticar ou se tem alguma limitação. Afinal, como você pôde ler anteriormente, este exercício requer muito esforço, então, pode ser que seu médico não recomende que você faça logo no início.

É eficiente a flexão nórdica?

Durante alguns anos esse exercício gerou dúvida entre os profissionais da educação física, se era eficiente e quem podia praticá-lo. Atualmente, estudos já comprovaram que é muito eficiente a flexão nórdica, pois melhora a contração da região do joelho. Mas, se a pessoa tiver algum problema no joelho é melhor consultar um médico.

Como também, esse exercício ajuda a atrofiar os músculos isquiotibiais e o gastrocnêmio medial e lateral. Como você pôde ler aqui, é muito eficiente também devido evitar lesões na parte posterior da coxa, pois fortalece a musculatura muito usada em determinadas atividades, como correr e pular.

Para quais pessoas são indicadas a flexão nórdica?

É importante saber antes de começar a praticar este exercício que ele exige muito esforço, então não é recomendável para quem está começando agora a praticar musculação. Então, esteja ciente de que se você começar a fazer sentirá dores, mesmo que já tenha experiência.

Sendo assim, a flexão nórdica é indicada para pessoas que querem atrofiar e fortalecer a musculatura posterior da coxa. Além de ser para pessoas que praticam algum esporte que use muito essa parte do corpo, como os jogadores e o da modalidade atletismo.

Vantagens de usar a flexão nórdica

Pessoas felizes na academia

Agora que você já sabe como fazer a flexão nórdica, para o que ela serve e quem pode fazer, chegou a hora de descobrir quais são as suas vantagens. Confira a seguir!

Maior fortalecimento de isquiotibiais

Ao executar este exercício você irá trabalhar principalmente o músculo isquiotibiais, fazendo com que essa região do seu corpo tenha mais capacidade de força e hipertrofia. Existem outros exercícios que têm o mesmo foco, como é o caso do stiff ou cadeira flexionada.

Porém, a flexão nórdica se trata de um exercício mais apropriado devido sua eficiência. Este tipo de flexão também possui uma mecânica muito distinta, o que faz com que seja um exercício essencial quando se trata de adaptação.

Melhora da força excêntrica

Dentro da realização de um movimento na musculação existem várias fases, sendo uma delas a excêntrica. Na fase de força excêntrica, o seu músculo ficará relaxado, pois você estará alongando a musculatura, sendo nesta fase a força da resistência vence a força do peso usado pela pessoa ou até mesmo a força de seu próprio corpo.

Sendo assim, quando não trabalhada a força excêntrica será mais comum você ter lesões nessa região do seu corpo, ou seja, na parte posterior da coxa, mas, quando exercitada que evitará que você tenha lesões. Sua musculatura se tornará mais resistente quando for fazer algum exercício que exija algum esforço do músculo isquiotibiais e do gastrocnêmio.

Aumento do controle motor e equilíbrio muscular

Estando dentro de um dos benefícios de se realizar este tipo de exercício, ao fazê-lo você estará aumentando o controle motor e o equilíbrio da sua musculatura. Trabalhando o controle muscular, ajudará a evitar lesões também, sendo que essa é uma das partes mais trabalhadas durante a flexão nórdica, caso contrário você cairá ao realizá-lo.

Além disso, esse exercício é indicado para pessoas que já possuem um bom nível de treinamento, mas que ainda têm dificuldade quando se trata de ter controle sobre sua musculatura. Caso essa seja a sua situação, então a flexão nórdica é indicada para você.

Desvantagens da flexão nórdica

Homem com dor na patela

Assim como a flexão nórdica tem suas vantagens, ela também tem algumas desvantagens que podem causar alguns danos caso você não possa fazer este tipo de exercício. Veja a seguir com mais detalhes sobre cada uma das desvantagens desse tipo de flexão.

Compressão patelar

Este é um dos pontos que gera opiniões diferentes acerca deste exercício, pois alguns especialistas dizem que não se deve fazer com o joelho apoiado em colchonetes. A maioria das pessoas realiza a flexão nórdica com os joelhos apoiados em um colchonete, o que não é recomendável.

Para pessoas que são totalmente saudáveis, esta compressão patelar não fará nenhum mal para a pessoa. No entanto, pessoas que já possuem algum problema de joelho podem agravar ainda mais, pois forçará demais essa região. Existem outras maneiras de fazer esse movimento, sem usar o colchonete como auxílio, com bancos e aparelhos específicos.

Dificuldade em controlar o movimento

Da mesma forma que a flexão nórdica tem como uma de suas principais vantagens a necessidade de se ter controle motor, por outro lado isso pode ser uma desvantagem também. Caso você não esteja acostumado e não tenha uma boa coordenação motora, você terá dificuldade para executar esse exercício.

Embora esse exercício pareça fácil de ser feito, fazer os movimentos de maneira certa não é tão fácil quanto parece, logo é necessário manter o tronco reto e fazer de forma lenta. Sendo assim, em diversos casos a flexão nórdica não é indicada para iniciantes e pessoas que não tenham um bom condicionamento físico.

Fadiga muito rápida

Para finalizar, essa é uma das desvantagens que mais fazem pessoas que não tem um bom condicionamento físico desistirem de praticarem este exercício na primeira vez que o fazem. A flexão nórdica pode causar muita fadiga logo no início, caso a pessoa não tenha o costume de trabalhar o músculo isquiotibiais e o gastrocnêmio.

Caso você não tenha um bom condicionamento físico ou esteja começando agora a praticar a flexão nórdica, será normal logo no início você apresentar fadiga muito rápido. Embora pareça ruim, pois você ficará logo cansado e terá que parar, você conseguirá atingir um bom nível de treinamento.

Tenha preparo físico para fazer flexão nórdica!

Como você pôde ler ao longo deste artigo, a flexão nórdica tem muitos benefícios, porém, é importante que você tenha um bom preparo físico para realizá-lo. Sendo assim, não é um exercício fácil de ser feito, pois exige muito equilíbrio e força muscular. Além disso, você descobriu quais são os músculos que são trabalhados durante esse exercício.

Logo em seguida, você aprendeu que a flexão nórdica tem muitas vantagens e desvantagens. Sendo algumas das vantagens o fortalecimento do músculo isquiotibiais, melhoramento da força excêntrica e o aumento do equilíbrio e do controle motor.

Já as desvantagens incluem a compressão patelar, ou seja, é um tipo de exercício que força muito a região do joelho, não sendo muito indicado para pessoas que já apresentam algum problema. Como também, a fadiga logo no início para quem não tem um bom condicionamento físico. Agora que você aprendeu, é só partir para a prática!

Autor deste artigo

Atualmente sou estudante de Psicologia e nas horas vagas amo cuidar de plantas, caminhar ao ar livre e ver o pôr do sol.

Últimos posts


As 10 melhores tequilas de 2021: José Cuervo, El Jimador e mais!

As 10 melhores tequilas de 2021: José Cuervo, El Jimador e mais!

Pensando em apreciar uma deliciosa tequila? Confira neste artigo as 10 melhores tequilas, os tipos de envelhecimento e como escolher a ideal para seu gosto.


Os 10 melhores whiskys de 2021: Jack Daniels, Ballantines e muito mais!

Os 10 melhores whiskys de 2021: Jack Daniels, Ballantines e muito mais!

Se você aprecia um bom whisky, confira aqui as opções mais recomendadas do mercado atual e aprenda a escolher a garrafa ideal para você!


As 10 melhores chapinhas de 2021: de cerâmica, de titânio, de turmalina e mais!

As 10 melhores chapinhas de 2021: de cerâmica, de titânio, de turmalina e mais!

Em busca de uma chapinha? Neste artigo, confira os 10 melhores modelos de 2021, como escolher a ideal para o seu cabelo e outras dicas de compra.


Os 10 melhores matizadores de 2021: da Salon line, Kamaleão color e mais!

Os 10 melhores matizadores de 2021: da Salon line, Kamaleão color e mais!

Indecisa sobre qual matizador comprar? Confira aqui os melhores matizadores para as diversas cores de cabelo, quando usar, tempo de duração e dicas de compra!


Os 10 melhores repetidores de sinal WiFi de 2021: da Intelbras, Xiaomi, Multilaser e muito mais!

Os 10 melhores repetidores de sinal WiFi de 2021: da Intelbras, Xiaomi, Multilaser e muito mais!

Veja aqui um guia básico para encontrar um bom repetidor de sinal Wi-Fi, uma seleção de ótimos modelos para todos os orçamentos e onde comprar!


Palavras do momento

Palavras-chave do momento no PortalVidaLivre


Ciclismo