Plantas que podem ficar na água: quais são, como cuidar e mais!

Plantas que podem ficar na água: quais são, como cuidar e mais!

Neste artigo, venha conhecer as plantas aquáticas que são ideais para decoração de ambientes internos por serem resistentes e belas!


Por que ter uma planta que pode ficar na água?

Planta com caules em copos com água em casa

O cultivo de plantas na água é uma excelente opção para as pessoas que não possuem um grande espaço para o plantio ou que estão em busca de plantas que podem ficar em ambientes internos sem maiores problemas.

Além dos fatores citados, também é uma ótima ideia, porque essas plantas não precisarão de adubo e nem substrato para o seu cultivo, o que para áreas internas pode ser muito positivo, evitando assim que ocorram alguns potenciais transtornos. Com isso, nos últimos anos esse tipo de cultivo se popularizou e a seguir falaremos sobre algumas plantas que podem ser cultivadas desta forma!

As plantas que podem ficar na água

Algumas plantas, devido às suas estruturas físicas, conseguem suportar o excesso de água e até mesmo preferem ambientes dessa natureza para o seu desenvolvimento. Portanto, estas são as mais indicadas para adotar esse tipo de plantio, que vem se popularizando e crescendo na preferência de jardineiros. Leia mais sobre elas!

Singônio

A Singônio, ou também Sygnonium podophyllum, é uma das plantas que tem despertado muito o interesse das pessoas para finalidades de paisagismo e decoração. Além de se tratar de uma bela planta, ela possui a facilidade para crescer em ambientes aquosos.

Por ser muito fácil de ser encontrada e também pela sua adaptação positiva à água, a Singônio se tornou uma das preferências para esse tipo de cultivo, pois são extremamente resistentes. O desenvolvimento da planta na água é tão positivo que em apenas algumas semanas ela consegue desenvolver as suas raízes e até mesmo ter o crescimento de novas folhas.

Jiboia

Foto próxima de uma Jiboia com várias folhas verdes

A Jiboia é uma excelente opção para realizar o plantio na água devido à sua adaptação a ambientes muito úmidos e também pelo fato de que sua folhagem com caimento chama a atenção. Por isso, pode ser utilizada em decorações de ambientes internos.

As folhas dessa espécie são brilhantes e com o tempo e a maturidade da planta se modificam, visto que inicialmente são pequenas e com o crescimento da planta elas se tornam mais largas e adquirem até mesmo um novo formato, com recortes. Por ser tipicamente tropical, a jiboia não suporta climas muito frios e nem geadas.

Espada-de-são-jorge

Várias folhas de Espada-de-são-jorge

A espada-de-são-jorge, em geral, é plantada em substratos com terra, mas também consegue se adaptar facilmente a esse tipo de cultivo na água, de forma que se desenvolve e cresce de forma saudável, sem malefícios para as suas raízes e estruturas. Nesse caso, é indicado que a água cubra apenas a parte mais grossa das raízes da espada-de-são-jorge, pois dessa forma garantirá o seu desenvolvimento correto.

Essa área é a de coloração mais escura da raiz. Além de ser muito usada como decoração pelas suas belas folhas, a espada-de-são-jorge também é conhecida por garantir proteção espiritual, sendo comum em muitos lares.

Dracenas

Dracenas em um vaso e algumas outras plantas ao lado

As espécies contidas no gênero Dracena são excelentes opções para realizar o cultivo na água. A mais conhecida delas é a pau d’água, que como seu nome sugere, se adapta facilmente a ambientes com excesso de água. Para se desenvolver, essas plantas precisam de áreas muito iluminadas e com incidência de sol.

Mas é preciso cuidado porque não toleram muito bem a incidência direta do sol nas suas folhas e podem acabar morrendo. Por este fator, as Dracenas são ideais para cultivo interno, pois assim não receberão incidência solar direta. Sendo assim, são muito utilizadas para decoração de salas.

Lírio da paz

Um lírio da paz branco

O Lírio da paz é uma espécie que se adapta rapidamente a locais com muita água, mas para se desenvolver corretamente e de forma saudável precisa de espaços muito iluminados para realizar os seus processos e ter as condições ideias para o desenvolvimento das suas raízes.

Com uma folhagem verde escura e brilhante, o Lírio da paz se destaca na decoração de ambientes. O seu crescimento acontece de forma muito mais rápida durante o verão e ele adquire um volume considerável de folhas. É importante que seja cultivado em locais à meia sombra, que lhe garanta iluminação, mas sem incidência solar direta.

Costela de adão

Folhas da costela de Adão e o rio

A Costela de Adão se tornou uma forte tendência para a decoração de ambientes e paisagismo de jardins devido às suas belas folhas e por ter um plantio muito fácil, o que é mostrado pelo fato de que além de se adaptar bem a terra, também se desenvolve na água.

Essa é uma planta muito resistente e que consegue se adaptar a ambientes e condições diferentes, mesmo que estes sejam parcialmente iluminados. A exposição direta ao sol pode causar danos graves às duas folhas. Podem ser usadas até mesmo para auxiliar no crescimento de outras plantas porque fornecem estruturação a elas.

Saintpaulia

Saintpaulia de pétalas violetas

A Saintpaulia, que também é conhecida como Violeta, é uma planta muito delicada e tem um cultivo muito simples, o que garante que pode se desenvolver em ambientes aquosos. As suas folhas contam com uma tonalidade diferente a depender da variedade da espécie.

Em geral, possuem um tom de verde mais escuro e as suas folhas são em um formato semelhante ao de um coração. As flores também podem se apresentar de cores diferentes, como branco, salmão, violeta e rosa. Essa é a planta ideal para se cultivar em ambientes internos e em pequenos vasos, por isso é tão utilizada em decorações.

Baby's Tears

Baby's Tears em um vaso

A Baby’s Tears, ou Lágrimas-de-bebê, é uma planta herbácea que possui uma folhagem ornamental e cresce de forma indefinida na horizontal. Por serem rasteiras, essas plantas normalmente são vistas cobrindo o solo, mas também podem ser plantadas na água.

As suas folhas são bem pequenas e apesar de contarem também com flores que em geral são brancas, elas não possuem grande importância ornamental e somente as folhas são levadas em consideração nesse sentido. São usadas em pequenos vasos em ambientes internos e também são muito utilizadas pelo paisagismo em locais que possuem chance de sombra por longos períodos do dia.

Begônias

Várias begônias rosas desabrochadas

As Begônias são plantas muito delicadas e que possuem um grande valor como ornamental devido à sua beleza diferenciada. As suas raízes são tuberosas e as suas folhagens suculentas, com bordas que podem variar nas cores verde e vermelho. As flores das begônias são muito vistosas e podem se apresentar em várias cores, como branco, amarelo, rosa, salmão e vermelho.

A delicadeza dessas plantas as torna ideias para decoração de ambientes internos, já que podem ser plantadas em pequenos e delicados vasos. O cultivo da begônia deve ser feito em ambientes com incidência de sol controlada, mas que tenham a luminosidade necessária para o seu desenvolvimento.

Cóleus

Cóleus com plantas vermelhas e as bordas amarelas

O Cóleus é uma planta herbácea muito valorizada pelas suas folhagens coloridas que se destacam em qualquer espaço. Por isso vem sendo tão utilizada para decoração de ambientes internos. As suas folhas são grandes, muito macias e podem ser vistas em diversas cores diferentes, como amarelo, vermelho, roxo, verde, marrom e rosa.

As flores dessa espécie contam com um tom azulado e podem surgir em formato de espiga, acima da folhagem. Por se tratar de uma planta de baixa manutenção e pela capacidade de se adaptar a ambientes aquosos, é ideal para ser utilizada como decoração, além de só atingir 40 cm de altura.

Impatiens

Várias Impatiens de pétalas rosas

As plantas desse gênero são herbáceas e contam com folhas macias. Uma das mais conhecidas é a beijo-turco, que tem uma folhagem em verde escuro e possui uma floração que dura o ano inteiro. As suas flores possuem cinco pétalas e contam com um esporão delgado. A depender da espécie, as suas cores variam entre salmão, rosa, laranja, vinho, vermelho e branco, podendo se apresentar até mesmo em um dégradé com essas tonalidades.

O seu fácil cultivo a coloca em destaque para finalidades diversas, como o paisagismo e a decoração, pois preferem ambientes com menos incidência de sol direto, mas que contem com iluminação constante.

Philodendron

Várias folhas verdes de Philodendron

A Philodendron, ou Filodendro, é uma planta nativa do Brasil e consegue se adaptar rapidamente a ambientes internos. Por isso, essa espécie é constantemente vista em decorações internas, uma vez que mostra-se muito delicada ao mesmo tempo que possui folhas resistentes.

A espécie é ideal para ser plantada em pequenos vasos ou cestas pendentes e por isso serve como adorno para locais que contem com uma iluminação adequada para a sua sobrevivência. O ideal é que fiquem à meia-sombra. O crescimento dessa espécie é lento e ela pode demorar a chegar à maturação. Nesse ponto as suas folhas mudam de verde claro para um tom mais escuro.

Spiderwort

Uma Spiderwort roxa

A Spiderwort, conhecida também como trapoeraba-peluda, é uma planta tropical e herbácea, que conta com uma folhagem muito diferente. As suas folhas são suculentas e geralmente a planta floresce durante o verão. As suas flores aparecem no centro, entre as folhagens, e comumente são na cor violeta.

Quando as hastes florais dessa espécie secam, acabam se assemelhando a aranhas marrons e por isso ela recebeu o apelido de toca-de-aranha-marrom. Devido às suas especificações, a trapoeraba-peluda é muito utilizada como planta ornamental e pode ser cultivada em vasos e jardineiras em locais com iluminação. Também exigem pouca manutenção para crescer.

Chlorophytum comosum

Várias folhas da Chlorophytum comosum

Conhecida como Clorofito, essa é uma planta de porte pequeno e a sua aparência é semelhante à de uma grama, contando com folhagens longas e brilhantes que chegam a atingir cerca de 30 cm. A floração da espécie acontece ao longo do verão, mas não conta com importância ornamental, pois, nesse caso, a Clorofito é lembrada nesse setor pelas suas folhas vistosas, esverdeadas e brilhantes.

São plantas de fácil cultivo, se adaptam facilmente a diversos ambientes e por isso podem tanto ser plantadas em substratos quanto na água. É comum que sejam colocadas em vasos suspensos e jardineiras.

Tradescantia zebrina

Foto próxima de uma Tradescantia zebrina

A Tradescantia zebrina, conhecida pelo seu nome popular Lambari, é uma herbácea perene e que conta com uma folhagem suculenta muito diferente, pois as suas folhas são brilhantes e possuem uma cor verde escura com listras prateadas na sua face superior.

Durante a floração, ela conta com flores pequenas e róseas, que por mais que não sejam o verdadeiro destaque da espécie, também são levadas em consideração pela sua importância ornamental. Essas são plantas de pequeno porte e por isso podem ser inseridas em ambientes internos, mas devem ficar à meia-sombra porque a incidência solar em excesso pode prejudicar as suas folhagens.

Aglaonema

Folhas de Aglaonema

Aglaonema se refere a um gênero que conta com mais de 50 espécies diferentes, mas todas possuem uma capacidade de se adaptar a ambientes internos de uma forma muito fácil. São herbáceas e de porte pequeno, com alturas que podem variar de 20 até 150cm.

As suas folhas são grandes e assumem um tom de verde, mas contam com alguns padrões de manchas mais claras. As flores da espécie não são consideradas importantes para fatores ornamentais. Por possuírem folhas de aspectos tão diferentes e chamativos, estas espécies são ideais para decoração interna, visto que se adaptam muito bem nessas condições.

Ficus elástica

Foto de perto de uma Ficus elástica

A Ficus elástica, conhecida também como falsa-seringueira, é uma árvore nativa da Ásia Tropical, e muito utilizada como ornamental em várias regiões do mundo todo porque se adapta a ambientes internos muito facilmente. Cultivada sem espaços abertos, essas plantas podem até mesmo produzir raízes aéreas.

Devido às suas particularidades, elas podem também ser cultivadas em água e assim podem ser inseridas em ambientes internos sem maiores problemas. Possuem folhas grandes e brilhantes. Quando jovens, contam com um tom avermelhado e com o tempo assumem uma cor verde oliva, podendo variar em amarelo de acordo com a espécie em questão.

Geranium

Fotografia macro de um gerânio vermelho

O Gerânio é uma planta que chama a atenção pela sua aparência. As suas flores parecem pequenos buquês e também pelo fato de que exalam um perfume excelente. As flores podem aparecer em diversas cores ou até mesmo em uma mescla de tons. As suas folhas possuem um formato de coração, o que faz com que essas plantas sejam ideais para decoração de ambientes internos.

Por possuírem uma grande resistência, é preciso que recebam a incidência de sol direto em alguns momentos do dia. Em geral, são cultivadas em vasos e jardineiras porque como são utilizadas pelas suas capacidades ornamentais, destacam-se mais dessa forma.

Melhores recipientes para plantas que ficam na água

O cultivo de plantas na água é uma excelente ideia não somente para facilitar o uso destas em locais fechados e para fins ornamentais, mas também pelo fato que o excesso de água na terra pode apodrecer as raízes. A seguir, comentaremos mais alguns detalhes sobre isso. Continue a leitura.

Vasos

Planta em um vaso cheio de água

Para o cultivo das plantas na água, é preciso que se tenha alguns cuidados. Os vasos são uma excelente ideia. Escolha um vaso que não conte com os seguintes materiais na sua composição: latão, cobre ou chumbo.

Algumas das substâncias na composição desses materiais podem causar danos à saúde das plantas e em contato com a água, elas podem ser liberadas em uma quantidade maior, prejudicando o seu desenvolvimento. Portanto, escolha vasos até mesmo de plástico. O ideal é que como será utilizada água no plantio, eles sejam fechados ao fundo, diferente dos que são utilizados para plantios com substratos como terra.

Jarras

Flores azuis em uma jarra de vidro com fundo de madeira

As jarras são muito utilizadas para essas finalidades porque possuem diversos modelos que podem ser combinados com as plantas escolhidas. A depender da forma como as folhagens crescem, podem ser escolhidos vasos maiores ou menores.

Se, nesse caso, for uma planta como a jiboia, por exemplo, que tem essa qualidade de trepadeira, alguns vasos maiores de chão podem ser uma opção diferenciada e darão um caimento bonito ao local. Plantas que possuem flores em geral também podem ser colocadas em jarras porque garantem ao ambiente um ar de aconchego e até mesmo refinamento, a depender da jarra escolhida.

Vidros

Folhas de uma planta em um vaso de vidro na mesa interna

Os vidros são muito usados como vasos porque como as plantas estão sendo cultivadas em água, as suas raízes podem ser vistas através desses receptores, o que torna a decoração ao mesmo tempo rústica, mas muito simples e elegante.

É ideal que se troque a água desses recipientes constantemente e se utilize água filtrada porque ela beneficiará muito mais as plantas. Os vidros podem ser usados em cima de prateleiras ou mesas e dão um ar leve e descontraído ao ambiente. A Filodrendro é um excelente exemplo de plantas que combinam perfeitamente com essa escolha de recipiente para plantio e decoração.

Tubos de ensaio

Pequenas plantas em tubos de ensaio

Os tubos de ensaio também podem ser usados para essas finalidades, mas por possuírem tamanhos reduzidos, o indicado é que sejam colocadas plantas que casem com essa proposta. A escolha da planta deve ser feita de forma cuidadosa. Em geral, as que possuem folhas menores podem se adaptar muito mais facilmente a esse tipo de recipiente porque não possuem muito espaço para se expandir e crescer.

É preciso ter cuidado, visto que como é um local pequeno, as plantas podem acabar não resistindo. Por isso, é muito importante que se escolha uma planta pequena e que consiga se adaptar a esse espaço reduzido.

Decore sua casa com as plantas que podem ficar na água!

Pessoa Regando Plantas Domésticas

A decoração com plantas que podem ser cultivadas na água é uma opção muito boa para valorizar o ambiente porque fornece diversas possibilidades, tanto de recipientes diferenciados quanto também em relação às folhagens e flores diferentes que as plantas podem ter.

Decorar um ambiente utilizando essas belezas da natureza favorece o local, além de garantir uma sensação de bem-estar em contato com as plantas. Com uma diversidade tão grande de cores e texturas, todos os ambientes podem contar com esse tipo de decoração.

Encontre a planta que mais te agrada e invista nessa modalidade. Com certeza a sua casa terá outra vida!

Autor deste artigo

Últimos posts


Os 10 melhores iluminadores de 2022: Ruby Rose, Oceáne e muito mais!

Os 10 melhores iluminadores de 2022: Ruby Rose, Oceáne e muito mais!

Procura algo que realce seus traços e garante aquele brilho lindo na pele? Confira neste artigo os melhores iluminadores e como encontrar o perfeito para você!


As 10 melhores espreguiçadeiras de 2022: Mor, Belfix e muito mais!

As 10 melhores espreguiçadeiras de 2022: Mor, Belfix e muito mais!

Você está em busca de relaxamento ao ar livre? A resposta está nas espreguiçadeiras. Conheça neste artigo os principais modelos do mercado e dicas de compra!


As 10 melhores poltronas para leitura de 2022: reclinável, redonda e muito mais!

As 10 melhores poltronas para leitura de 2022: reclinável, redonda e muito mais!

Buscando a poltrona para leitura perfeita? Confira neste artigo as dez melhores poltronas para leitura, como escolher a mais confortável, preços e onde comprar!


Os 10 melhores shampoos sem sal de 2022: Truss, Granado e muito mais!

Os 10 melhores shampoos sem sal de 2022: Truss, Granado e muito mais!

Procura por um cabelo dos sonhos com muito brilho, força e maciez? Então veja neste artigo os melhores shampoos sem sal do mercado e dicas para comprar o ideal!


Os 10 melhores fixadores de cabelo em 2022: CHARMING, Karina e muito mais!

Os 10 melhores fixadores de cabelo em 2022: CHARMING, Karina e muito mais!

Em busca do melhor fixador para o cabelo? Confira neste artigo as principais opções do mercado e dicas infalíveis para escolher o melhor produto.


Palavras do momento

Palavras-chave do momento no PortalVidaLivre


Limpeza Produtos de cozinha Ar e ventilação Cabelo Higiene e saúde