Trapoeraba roxa: como cuidar, curiosidades, características e mais!

Trapoeraba roxa: como cuidar, curiosidades, características e mais!

Quer cultivar uma Trapoeraba roxa? Veja neste artigo cuidados com o plantio, cultivo, se é comestível e muitas outras informações dessa linda planta!


Trapoeraba roxa: conheça as características dessa incrível planta!

Planta Trapoeraba roxa com pequenas flores, cultivada em um jardim.

A Trapoeraba roxa, também conhecida como coração-roxo, possui esse nome graças à linda coloração de suas folhas e caules inteiramente roxos, além de gerar flores de tom magenta. Algumas de suas características notáveis são a sua durabilidade a diversas condições, a sua rápida propagação e o fácil manuseio em relação à manutenção, rega, entre outros cuidados.

Com tantos atributos, ela é uma planta muito requisitada para o paisagismo urbano e ideal para quem está começando a aventurar-se na jardinagem. Aqui estão reunidas as instruções elementares para o cultivo da sua Trapoeraba, bem como as principais decorações que podem surgir a partir do seu visual. Confira a seguir mais detalhes sobre como cuidar da Trapoeraba roxa!

Informações básicas da Trapoeraba roxa

Planta Trapoeraba roxa cultivada em um vaso no jardim.

Nome científico
Tradescantia pallida purpurea

Outros nomes

Trapoeraba-roxa, Coração-roxo e Trapoeraba

Origem

México

Porte

30~60 cm

Ciclo de vida

Perene

Floração

Primavera e Verão

Clima

Tropical, equatorial e subtropical


A Trapoeraba roxa é largamente comercializada como planta ornamental, tanto para o ambiente doméstico, quanto para o paisagismo ao ar livre. É uma herbácea suculenta e membro da família Commelinaceae, nativa do México e com mais de 40 gêneros e 600 espécies conhecidas. Seus caules são longos e suas folhas crescem retas e, depois, inclinam-se, gerando um efeito em cascata.

Como cuidar da Trapoeraba roxa

Sobre a madeira um regador, garfo e pá de jardinagem.

Os cuidados com a Trapoeraba, apesar de serem muitos, não são nada complicados: essa planta é muito amiga de quem não tem tanto tempo para jardinagem. Veja a seguir, tudo o que você precisa saber sobre a manutenção da Trapoeraba roxa!

Iluminação ideal para Trapoeraba roxa

A Trapoeraba roxa é uma planta que adora a luz solar direta. Cultivá-la num local em que ela receba pleno sol durante o dia inteiro ajuda no seu desenvolvimento. Seu caules crescem rapidamente e sua coloração púrpura fica ainda mais vibrante.

Em jardins externos, portanto, ela expande-se com tanta facilidade que pode cobrir vastos terrenos. Na criação indoor, as melhores localizações para a Trapoeraba roxa são parapeitos de janelas voltadas para a direção norte, a qual recebe a maior incidência de iluminação direta durante o ano.

Mesmo assim, não faz mal a sua criação em lugares que recebam meia-luz ou iluminação branda, como o nascer ou pôr-do-sol. Os efeitos desencadeados são o retardamento do crescimento e o esverdeamento dos caules.

Temperatura ideal para Trapoeraba roxa

A Trapoeraba roxa possui uma grande amplitude térmica devido à sua resistência e capacidade de adaptação climática. As temperaturas ideais para o seu cultivo partem dos 15ºC e vão a 35ºC. É necessário prestar mais atenção durante o frio: ela tolera até 10ºC, mas não abaixo desse nível, principalmente se ocorrerem geadas e eventos de mesma natureza.

Caso a temperatura externa esteja rigorosa demais para a Trapoeraba, é necessário transferi-la para dentro de casa e recorrer à climatização do ar. Nesse caso, tome cuidado para não deixar sua planta próxima a saídas de ar, como o ar-condicionado ou o aquecedor. Isso pode prejudicar suas folhas com o ressecamento.

Rega da Trapoeraba roxa

A irrigação da Trapoeraba roxa deve ser realizada quando a superfície do solo estiver seca, basta inserir a ponta do dedo indicador para checar. Suas folhas são suculentas, fazendo com que ela suporte mais períodos de seca, o que é ótimo para quem não tem muito tempo disponível para jardinagem.

A frequência de regas varia de acordo com, principalmente, o tempo que leva para a água do vaso evaporar. Por conseguinte, a Trapoeraba que estiver recebendo sol direto durante o dia inteiro necessita de água todos os dias, enquanto aquela que ficar à meia-sombra pode receber a cada 3 dias. O importante é tomar cuidado com o excesso, pois as raízes apodrecem.

Solo ideal para Trapoeraba roxa

O solo da Trapoeraba roxa deve ser poroso, rico em matéria orgânica e úmido. A porosidade é necessária para que não sejam acumulados excessos das regas, enquanto a umidade deve ser controlada de modo a não deixar a planta secar completamente. A matéria orgânica cumpre a função de reter a umidade substancial, além de contribuir para a nutrição da planta.

Com isso, a composição ideal do solo da Trapoeraba é feita de turfa, perlita e composto. O musgo de turfa serve para a preservação da água, a perlita proporciona a oxigenação e drenagem essenciais e o composto é a fonte primária de nutrientes. As misturas padrão para flores e jardins também são perfeitas.

Adubos e substratos para Trapoeraba roxa

A Trapoeraba roxa deve ser fertilizada durante a primavera, o verão e o outono, num período regular de 30 dias. Essa frequência deve ser interrompida no inverno, pois a lentidão do seu desenvolvimento no frio faz com que ela deixe de absorver os fertilizantes.

Além de ser um desperdício de produto, o acúmulo satura a terra, sendo preciso realizar a troca do solo. A quantidade a ser aplicada deve ser bem dosada, visto que a estrutura da planta armazena nutrientes, portanto deve-se apenas repor o mínimo.

As composições com maior concentração de fósforo, como o NPK 4-18-8 ou NPK 10-14-10 são as mais apropriadas, pois favorecem a floração. Sempre regue antes da fertilização para evitar a queima das raízes.

Floração da Trapoeraba roxa

A floração da Trapoeraba roxa começa na primavera e estende-se por todo o verão. Nessa época, os arbustos mais volumosos de Trapoeraba ficam salpicados com pequenos pontinhos claros, tornando-os ainda mais graciosos. As flores são de um encanto particular, e sua delicada estrutura é um toque final sobre as folhas de roxo intenso.

Elas nascem individualmente, ocupando o topo dos caules. Possuem três pétalas de cor magenta-claro, quase um lilás, e ostentam pequeninos estames amarelos no meio. Quando a floração está no seu pico, nascem várias flores por dia, que murcham ao anoitecer e são renovadas no dia seguinte.

Manutenção da Trapoeraba roxa

A manutenção da Trapoeraba roxa é praticamente nula, mais uma vez devido à sua resistência. A remoção de suas folhas secas e envelhecidas durante o verão e o outono é suficiente. No entanto, o seu crescimento acelerado demanda um controle regular, a fim de evitar problemas de competição com outras espécies.

Se ela estiver num vaso exclusivo, faça o replantio para um recipiente de 2,5cm a 5cm maior quando suas raízes preencherem a terra por completo, começando a atravessar os orifícios de drenagem. Se estiver compartilhando o espaço, é fundamental a poda constante para evitar que ela se aproprie de todos os nutrientes do substrato, prejudicando as demais plantas.

Vasos para plantar a Trapoeraba roxa

Ao escolher o vaso para a sua Trapoeraba roxa, verifique se os seus orifícios de drenagem são bem espaçados e distribuídos, pois isso é de suma importância para garantir o escoamento correto.

Por esse mesmo motivo, recomenda-se não utilizar o pratinho característico sob o vaso, já que ele pode obstruir os furos. Se você optar por um vaso suspenso, a Trapoeraba crescerá até atingir o efeito cascata, tornando-a ainda mais charmosa.

Vasos simples também conferem muita formosura caso sejam de cores que combinem com a sua tonalidade roxa, como o lilás, o rosa ou, para os mais ousados, o laranja, que é um tom complementar.

Poda da Trapoeraba roxa

As podas da Trapoeraba roxa possuem motivação sobretudo estética, sendo, portanto, eventuais e simples de serem feitas. Consistem no corte das folhas queimadas ou envelhecidas, e igualmente na remoção das flores murchas diariamente durante o período de floração.

Como a Trapoeraba tem uma alta taxa de crescimento, seus caules podem ficar compridos e finos muito rapidamente, o que gera um visual desagradável para a paisagem. Portanto, as podas também podem ser empregadas nesse contexto, removendo a metade superior dos caules sobressaídos. A melhor época para o corte é o verão, pois a planta não sente efeitos adversos e logo se reconstitui.


Pragas e doenças comuns da Trapoeraba roxa

Em relação à possíveis doenças, a Trapoeraba roxa não é vulnerável. A preocupação maior deve ser voltada à presença de pragas, que são amplamente atraídas para seus caules e suas folhas.

As pragas que mais aparecem no cultivo doméstico são os ácaros e as cochonilhas, que se alimentam de seiva. Estas podem ser facilmente removidas com um inseticida à base de óleo de neem.

Já no ar livre, a planta é um alvo fácil para caracóis e lagartas, que consomem demasiadamente suas folhas. Para estes, uma camada de cascalho ou terra diatomácea são ótimas soluções.

Propagação da Trapoeraba roxa

A propagação da Trapoeraba roxa pode ser feita por meio de dois processos: a estaquia e a germinação. O primeiro consiste no corte de um ramo com 2 a 3 gemas, isto é, intersecções com o caule.

Em seguida, basta colocá-lo diretamente na água sob luz solar constante, até que apareçam as raízes e possa ser plantado num vaso. O segundo é a semeadura das sementes produzidas pela Trapoeraba, que podem ser aéreas ou subterrâneas.

Caso você tenha a intenção de montar um canteiro ou jardineira, plante as novas mudas a uma distância de 10cm a 15cm uma da outra. Os novos brotos são frágeis a ventos fortes, por isso dedique-se à elaboração de barreiras que impeçam as correntes de ar.

Como fazer mudas da Trapoeraba roxa

Como visto anteriormente, as mudas da Trapoeraba roxa são obtidas a partir dos métodos de propagação. Vale ressaltar que ela é muito fácil de ser disseminada, não apenas pela sua resistência e capacidade de adaptação, mas também pela sua estrutura muito propícia à multiplicação.

Ela conta com dois tipos de sementes aéreas e dois tipos de sementes subterrâneas – estas podem germinar espontaneamente, enquanto aquelas são lançadas ao vento. Os ramos também têm um potencial a mais de enraizamento, sendo desnecessário o uso de hormônios ou outros estimulantes. Por conta disso, elas são capazes de aparecer em locais impróprios, sendo não raro consideradas plantas daninhas de difícil combate.

Conheça o ciclo de vida da Trapoeraba roxa

O ciclo de vida da Trapoeraba roxa é o perene, cuja nomenclatura significa algo que é perpétuo e incessante. Isso diz muito sobre o seu comportamento, pois as plantas perenes são aquelas cuja longevidade é de dois anos ou mais e sem queda de folhas. A floração é anual ou bienal, e no caso da Trapoeraba, é anual.

O ciclo perene apresenta uma série de vantagens que são observadas na Trapoeraba. A manutenção é simples (reduzindo os custos), a produtividade é maior (no caso de espécies frutíferas) e a estrutura vegetal e foliar é forte. Isso ocorre graças ao firme e consistente alicerce das raízes, permitindo a melhor nutrição e ampla sustentação da planta.

Características e curiosidades da Trapoeraba roxa

Planta Trapoeraba roxa crescendo no muro próxima a uma calçada.

Além de ser uma planta ornamental muito fácil de ser mantida, a Trapoeraba tem certas características que a deixam ainda mais interessante e simbólica. Veja abaixo, mais detalhes sobre os usos da Trapoeraba roxa!

Os benefícios da Trapoeraba roxa

O maior benefício da Trapoeraba roxa é a sua atuação como filtro de ar dentro de casa. Ela é capaz de purificar ambientes confinados, excepcionalmente aqueles em que possa haver VOC's, isto é, compostos orgânicos voláteis.

Os VOC's são liberados por itens como vernizes, solventes de tinta e produtos de limpeza a seco, frequentemente utilizados para reparos domésticos. Eles possuem carbono na composição, sendo tóxicos quando concentrados e inalados por muito tempo.

A Trapoeraba também apresenta vantagens psicológicas à saúde humana. A cor roxa estimula a criatividade, fazendo com que as atividades desempenhadas sejam produtivas. Além disso, a presença de plantas no local de trabalho, como escritórios ou cômodos Home office, reduz os níveis de estresse e ansiedade.

Trapoeraba roxa é comestível?

A Trapoeraba roxa não é comestível. É importante ressaltar essa informação porque muitas pessoas confundem a Trapoeraba roxa (Tradescantia pallida) com a Trapoeraba azul (Commelina erecta), também conhecida como Erva de Santa Luzia. A Trapoeraba comestível é a de coloração azul.

Além do mais, a trapoeraba roxa é tóxica e nociva tanto para pets, quanto para humanos. O corte do seu caule ou de sua folha libera uma seiva que causa vermelhidão e irritação na pele, sendo perigosa ainda mais para crianças, por conta da maior sensibilidade da derme. Caso haja contato com a seiva, lave a área com água e sabão em abundância. Se ela for ingerida, a ajuda médica ou veterinária é fundamental.

Feng Shui e a Trapoeraba roxa

Segundo o Feng Shui, não se aconselha a decoração do lar apenas com a Trapoeraba roxa ou outras plantas que não tenham verde. Tons arroxeados ou violetas são considerados prósperos, remetendo a poder e realeza. Caso não sejam harmonizados, trazem sentimentos de ambição e desinteresse.

Para equilibrar as energias, há algumas plantas indoor que cumprem esse papel muito bem, além de combinarem com várias espécies. Entre elas, pode-se citar o lírio-da-paz, de cores verde e branca, promovendo tranquilidade e paz, e a zamioculca, que também atrai a prosperidade, além de saúde e esperança com suas folhas verdes brilhantes.

Como utilizar a Trapoeraba roxa na decoração

Em jardins, a Trapoeraba roxa expande-se com grandemente, formando lindos canteiros preenchidos. O quintal ganha um tapete roxo natural, dando ainda mais cor à fachada de casa.

Nas jardineiras, elas aparecem acompanhadas de outras flores, formando lindos arranjos vivos. Recomenda-se contrastar o roxo com folhagens de tons complementares, como o amarelo e o vermelho: begônias amarelas e vermelhas são ótimas opções.

Dentro de casa, a escolha de um vaso é uma boa oportunidade para usar a imaginação. Combinar a sua tinta com as folhas da Trapoeraba é uma excelente maneira de realçá-la, mas evite cores escuras, pois isso a apagará. Vasos feitos de cerâmica ou cobertos por sisal conferem um aspecto caseiro e rústico à planta, deixando-a ainda mais alegre.

Decore sua casa com a Trapoeraba roxa!

Vaso com a planta Trapoeraba roxa em um fundo branco.

A Trapoeraba roxa é um verdadeiro vislumbre com sua nuance profunda e impactante, sendo uma planta adaptável e versátil. Colocando-a à disposição de luz solar constante e regando-a apenas quando o solo secar.

O seu cultivo certamente será muito bem-sucedido, trazendo mais charme e leveza para o seu lar. Não economize na criatividade: use e abuse das cores vivas e complementares para a decoração com a sua Trapoeraba.

Seja em locais externos ou internos, ela proporcionará encanto e fluidez com lindos arranjos e combinações, só não esqueça da toxidade de sua seiva. Com isso, a experiência de cuidar de uma Trapoeraba roxa será muito prazerosa e trará muitos benefícios para o seu bem-estar!

Autor deste artigo

Estudante de Letras e apaixonada por jardinagem e decoração. Entrar em contato com a natureza, cuidar do ambiente em que eu vivo e manter minha rotina em ordem são atividades que me trazem um grande bem-estar, e poder compartilhar esse conhecimentos é ainda melhor.

Últimos posts


Os 10 Melhores Monitores 75Hz de 2022: LG, AOC e muito mais!

Os 10 Melhores Monitores 75Hz de 2022: LG, AOC e muito mais!

Em busca do melhor monitor 75 Hz? Confira neste artigo dicas de como escolher o ideal para você, além de um ranking com os 10 melhores produtos de 2022!


Os 10 Melhores Celulares para Jogar Free Fire de 2022: Xiaomi, Realme e muito mais!

Os 10 Melhores Celulares para Jogar Free Fire de 2022: Xiaomi, Realme e muito mais!

Pensando em como escolher o melhor celular para jogar free fire? Acompanhe as dicas de escolha e o ranking com os 10 melhores produtos da categoria a seguir.


As 15 Melhores Smart TVS de 2022: da LG, Samsung e mais!

As 15 Melhores Smart TVS de 2022: da LG, Samsung e mais!

Procurando a melhor Smart TV para comprar? Veja neste artigo os melhores modelos do mercado, como escolher a ideal e encontre a Smart que mais combine com você!


As 10 Melhores TVs de 55 polegadas de 2022: LG, Samsung e muito mais!

As 10 Melhores TVs de 55 polegadas de 2022: LG, Samsung e muito mais!

Quer curtir seus programas favoritos na telona? Neste artigo, apresentamos as 10 melhores TVs de 55 polegadas do mercado, como escolher e onde comprar!


As 10 Melhores Geladeiras com Bom Custo-Benefício de 2022: Brastemp, Panasonic e muito mais!

As 10 Melhores Geladeiras com Bom Custo-Benefício de 2022: Brastemp, Panasonic e muito mais!

Quer uma geladeira de qualidade que seja em conta? Aqui você encontra um ranking com as 10 melhores geladeiras com bom custo-benefício e aprende como escolher!


Palavras do momento

Palavras-chave do momento no PortalVidaLivre


Perfume Alimentação Saúde sexual Doces e sobremesas Sapatos