Plantar espinafre: saiba como, em vaso, o que é e muito mais!

Plantar espinafre: saiba como, em vaso, o que é e muito mais!

Você conhece o Popeye? Neste artigo você aprenderá como plantar o espinafre que ele comia, além de conhecer suas curiosidades e benefícios. Confira!


Plantar espinafre: conheça mais sobre essa hortaliça rica em vitaminas e benefícios!

Prato com espinafre em cima de mesa de madeira

O espinafre é uma herbácea rasteira que tem suas origens no continente asiático e possui o nome científico de Spinacia oleracea, além disso suas folhas podem ser ingeridas, contando com um ótimo valor nutricional. É rico em vitamina K, A, C, B, além de possui ácido fólico, magnésio, ferro e cálcio. Sendo ingeridas cruas ou fervidas, as folhas de espinafre fazem muito bem à saúde.

Originário da Pérsia, essa hortaliça é famosa pelo seu sabor forte e por ser o principal alimento do marinheiro Popeye, que ingeria latas de espinafre para salvar sua amada Olívia. Esse artigo explorará todas os detalhes do cultivo de espinafre, além de suas curiosidades, seus benefícios e propriedades da planta. Confira o texto abaixo para mais informações.

Como plantar espinafre?

Plantação de espinafre

Nessa seção do texto, você aprenderá como plantar um espinafre, seja por sementes ou por mudas, além de conhecer as necessidades da planta no que diz a respeito de temperatura ideal, irradiação de luz solar, níveis de rega e adubação. Continue lendo para se informar.

Como plantar espinafre em vaso?

Por ser uma planta que aprecia sombras, uma ótima ideia é plantar espinafre em vasos. Para isso, basta escolher um vaso com boa largura, e profundidade média de 20 cm. A largura é mais relevante para as raízes da planta se desenvolverem de forma ideal. Prefira vasos de barro, pois a drenagem de água deles é mais forte.

Semeie as sementes com aproximadamente 1 cm de profundidade da superfície do substrato, elas germinarão entre 1 e 2 semanas após esse processo, se as condições do ambiente estiverem favoráveis.

Plantio por sementes ou mudas

Caso seja da preferência do cultivador, o plantio do espinafre pode ser feito por mudas, que devem ser implantadas no vaso quando estiverem um pouco mais crescidas, com cerca de 4 folhas verdadeiras. Entretanto, especialistas recomendam o plantio com sementes para ter maior controle sobre o cultivo.

Além disso, plantar com sementes é mais fácil, possui maior chance de acerto e as sementes podem ser compradas em diversos sites da internet por preços bem baixos. Pode-se também escolher as variedades de espinafre fazendo dessa forma, o que cumpre as preferências do cultivador.

Iluminação ideal para o espinafre

O espinafre pode ser exposto a luz solar direta durante o dia inteiro, entretanto, a condição para isso é que o clima esteja mais ameno, pois, em regiões mais quentes e secas, a irradiação de sol nas horas mais quentes do dia por períodos consecutivos pode queimar as folhas, ou atrapalhar o pleno desenvolvimento da hortaliça.

Prefira evitar a luz solar do meio dia, deixando a planta em sobra parcial. Dessa forma, ela absorverá todos os nutrientes que precisa e conseguirá se desenvolver plenamente. Uma alternativa é fazer o uso de telas de sombreamento, para que fiquem regulados os níveis de sol na planta. Observe bem as características do clima do local de plantio e evite excessos.

Temperatura ideal para espinafre

O espinafre cresce melhor em regiões de clima mais frio, com temperaturas que variam entre a casa dos 13°C e dos 20°C. Entretanto, o cultivo pode ser feito em praticamente todos os lugares do Brasil, apenas exigindo adaptação nos níveis de rega e de luz sob a planta. É importantíssimo lembrar que temperaturas muito elevadas podem desencadear um florescimento precoce.

Essa situação pode desorganizar o crescimento da planta e posteriormente a colheita. Portanto, prefira iniciar o cultivo no outono, equilibrando o nível de luz que a planta recebe, ao passo que mantenha os níveis de água e temperatura mais baixa no substrato.

Rega ideal para o espinafre

As regas devem ser feitas no solo em que o espinafre está plantado, e ele nunca pode ser encharcado, pois os excessos de água podem sufocar as raízes, além de facilitar a aparição de fungos e outras pragas. Faça regas regulares de acordo com o clima e a umidade do lugar onde está o vasão ou a horta.

Em estações mais quentes como o verão, faça regas regulares, deixando o solo sempre úmido, já que as temperaturas mais altas fazem a água evaporar mais rápido. No inverno, faça menos regas, pois a água demora mais para virar vapor. Caso no verão o clima esteja muito úmido e chuvoso, não regue com tanta frequência. Por via das dúvidas, use um palito na terra para conferir o nível de água.

Solo ideal para o espinafre

O solo para plantio de espinafre deve possuir pH neutro para básico, entre 6 e 7,5. Priorize um substrato que seja arenoso e grosso, para facilitar o processo mais importante para essa planta, a drenagem de água do vaso. Grande umidade pode apodrecer as raízes, portanto, faça uso de casca de pinus, carvão vegetal e brita para facilitar o processo.

Utilize uma terra rica em matéria orgânica, com a escolha do húmus sendo certeira para o bom desenvolvimento da planta e boas colheitas. Solos com grande quantidade de nitrogênio também são apropriados para essa cultura.

Adubos e substratos para espinafre

Para garantir uma coloração verde forte nas folhas de espinafre, a adubação deve ser feita de certo em certo tempo. Especialistas recomendam a adubação no momento de crescimento, que pode ser feita a base de NPK (nitrogênio, fósforo e potássio), com um grande volume de nitrogênio, um dos componentes mais importantes para o bom desenvolvimento da planta.

Pode ser usado também o húmus de minhoca e chorume, materiais facilmente produzidos em casa. Além disso, o chá de esterco pode alimentar muito bem as raízes do espinafre, além, é claro, do próprio esterco seco, que no caso, deve ser aplicado em menores quantidades.

Manutenção para o espinafre

Alguns tratamentos são necessários para o pleno crescimento do espinafre, ainda mais quando se espera uma boa colheita. Caso apareçam algumas ervas daninhas, retire-as do solo, pois elas podem roubar os nutrientes da hortaliça, prejudicando sua absorção. Caso as daninhas continuem a aparecer, considere replantar o espinafre.

Caso a horta em que a planta está erguida fique sob muita irradiação solar, considere o uso de telas de sombreamento (ou sombrite), que podem ser 50% ou 70%, auxiliando a absorção solar da planta. Além disso, em períodos de chuva muito intensos, as telas protegem o solo de erosão ou perda de mudas.

Poda do espinafre

As plantas de espinafre crescem em grande velocidade, e caso o plantio seja feito em uma jardineira com diversas mudinhas, o cultivador deve optar por fazer podas eventuais e superficiais, para que as folhas não se encostem e não compitam por espaço. Caso o plantio seja feito com somente uma semente em um vaso, podas não necessárias.

Pode as folhinhas de forma que um pé não toque o outro. Em casos extremos, onde uma muda ou uma planta inteira estiver tomando espaço e interferindo no crescimento de outra, não hesite em remover a primeira do solo, para não comprometer a harmonia do solo.

Pragas e doenças comuns e como cuidar

Incidências de pragas, doenças e fungos sob as plantações de espinafre são raras. Caso apareçam fungos nas raízes, por decorrência de excesso de água, soluções de vinagre e água podem ser utilizadas. Em caso de pulgões, estimule as populações de joaninha, seus predadores naturais, e em caso de lagartas, faça a remoção manual dos bichinhos e dos ovos.

Mesmo sendo raras, caso não sejam tratadas rapidamente, a aparição de pragas e doenças pode facilmente acabar com a colheita e com a planta inteira. No caso de fungos nas raízes, principalmente, esse cuidado deve ser maior. Portanto, mantenha o solo úmido, mas nunca encharcado.

Propagação do espinafre

O espinafre possui uma propagação muito fácil por sementes, que surgem no estágio adulto da vida da planta, ou por mudas e estacas, sendo todos os métodos bem simples de se concretizar. Para semear a planta, basta deixar as sementes em pequenas galerias no solo com alguns centímetros de distância, para não ocorrer nenhuma disputa entre 2 ou mais.

Para fazer o processo de estaquia, corte um pedaço do caule que contenham algumas folhas maduras e adultas e plante no solo, deixando as folhas para fora. Com a adubação, nível de água e de luz ideais, o galhinho criará raízes e crescerá normalmente. Entretanto, especialistas recomendam fazer o plantio com sementes, para ter maior controle sobre a planta.

Como fazer mudas de espinafre

Para fazer uma muda de espinafre, basta separar um fragmento da planta que contenha folhas saudáveis e plantá-la, com as raízes e tudo, em um substrato rico em matéria orgânica, pois esses nutrientes adicionais ajudarão a planta a crescer melhor.

Mesmo sendo um método eficaz de plantio, especialistas recomendam fazer o cultivo a partir de sementes compradas e controladas.

Conheça o ciclo de vida do espinafre

O espinafre é uma planta que possui ciclo de vida perene, ou seja, inicia sua vida no plantio (recomenda-se plantar no outono), ao passo que vai crescendo, no período de crescimento vegetativo, dando suas flores e com suas folhas crescendo saudavelmente. O espinafre morre quando atinge o auge do seu estado reprodutivo, deixando suas sementes, depois de mais de dois anos.

Suas sementes podem ser replantadas, assim como a planta pode deixar mudas caso seja da vontade do cultivador. Esse processo faz com que sempre se tenham espinafres para colheita. Outros exemplos de plantas com ciclo de vida anual são o feijoeiro, o tomateiro, o manjerico, a ervilhaca, o Saramago e o amor-perfeito.

Saiba mais sobre o espinafre e suas características

Pessoa colhendo espinafre em plantação


Nome popular
Tetragonia tetragonoides
Nome científico
Espinafre-da-nova-zelândia, Espinafre
Origem
Nova Zelândia
Porte
30~60 cm
Ciclo de vida
Perene
Floração
Primavera
Clima
Subtropical


Agora que você já sabe todos os detalhes para cultivar seu espinafre, com saúde e vigor, chegou a hora de explorar um pouco mais o que essa hortaliça tem a oferecer. Nessa seção do texto, você verá curiosidades, a nutrição do espinafre na dieta, dicas de preparo e receitas em que ele cai bem. Confira mais abaixo!

O que é o espinafre?

O espinafre que conhecemos é a Tetragonia tetragonoides, espécie que muitas vezes é confundida com o espinafre verdadeiro, o Spinacia olaracea, que é mais consumido nos Estados Unidos e na Europa. Ao contrário do verdadeiro, que possui suas origens na Ásia, mais especificamente na Pérsia, nosso espinafre vem da Nova Zelândia, mas cresce fácil em terras brasileiras.

É uma planta de pequeno ou médio porte, que apresenta folhas carnudas, de forma triangular, que possuem tons verdes brilhantes. Pequenas flores crescem em seu corpo, de cor verde ou amarela, que surgem em trios. Seus frutos são duras com minúsculos chifres. O cultivo deve esperar cerca de 70 dias para fazer a colheita, após o plantio.

Espinafre comum

Essa variedade de espinafre é muito cultivada por seu sabor deliciosos quando colhida precocemente. Esse tipo de cultivo chama-se baby leaf, onde as folhas são colhidas em estágio prematuro de vida para realçar os sabores e aromas. Essa espécie possui folhas macias e pequenas, sendo muito populares para o preparo de receitas quentes.

O espinafre comum tem de ser mantido congelado, para conservar as propriedades da hortaliça. Prefira comprá-lo ou colhê-lo durante o outono, estação onde as folhas estão mais propícias para o consumo.

Espinafre-da-holanda

O espinafre-da-holanda, como o próprio nome diz, é nativo dos Países Baixos, portanto, compreende-se que essa planta lida melhor com baixas temperaturas e menor incidência de irrigação. Possui, diferentemente do tipo mais comum, folhas grandes e espessas, fator que faz com que a planta seja mais adequada para o preparo de saladas e receitas frias.

Rico em vitaminas e fibras

A ingestão de espinafre é benéfica para a saúde do coração, do cérebro e do corpo em geral. Contendo 67 calorias a cada 100 gramas, a hortaliça oferece ferro, bom para pessoas anêmicas, vitamina A, boa para os olhos e para imunidade, vitamina B, que auxilia no sistema cardiovascular, vitamina C, que fortifica o sistema imunológico e vitamina K, que deixa os ossos mais fortes.

Além disso, possui grandes níveis de cálcio, potássio e magnésio, que auxiliam em todas as partes do corpo, principalmente os ossos e o esqueleto. O espinafre também é rico em fibras, fazendo muito bem à flora intestinal.

Dica especial de preparo do espinafre

Para melhor aproveitar o sabor e os nutrientes do espinafre, escolha as folhas que pareçam frescas, mais novas, sobretudo aquelas que tenham uma coloração verde escura bem forte, pois esse detalhe demonstra que a hortaliça foi bem cultivada e as folhas estão mais adequadas para o consumo, além de estarem mais saborosas.

Outra dica relevante é fazer uma lavagem bem atenta nas folhas compradas ou colhidas. Isso pode retirar pequenos insetos, vestígios de terra ou centenas de bactérias, que podem ser prejudiciais à saúde de quem come. Além disso, espinafres do mercado podem ter sido submetidos a agrotóxicos, e a lavagem auxilia a remoção dessas substâncias

Qual a melhor forma de consumir?

O espinafre cai bem com diversos alimentos, um deles é o ovo, que pode ser preparado como omelete com a hortaliça acompanhando. Além dele, pode se fazer crepiocas, patês e cremes, misturando com ricota. Farofas crocantes são uma ótima opção para fazer junto do espinafre, além das diversas opções de sanduíches que levam a planta.

Bolos e pães também são outras possibilidades, e falando de carboidratos, há variados tipos de macarrão que se dão bem com o espinafre, como o conchiglione e o penne. Lasanhas e nhoques são outro espetáculo à parte, além de diversos tipos de tortas. Todas essas receitas são simples e funcionam para quem quer usar o espinafre fora da usual salada.

Perguntas frequentes e curiosidades sobre o espinafre

Prato com espinafre

Muitas pessoas tem dúvidas em relação ao espinafre na dieta. Por exemplo, quem tem filhos fica preocupado com a saúde das crianças, ou se pode ser feita a ingestão da hortaliça crua. Há até quem queira fazer tratamentos terapêuticos com o espinafre ou comê-lo de sobremesa. Nessa seção do texto, vamos responder suas perguntas e trazer mais curiosidades da planta!

Posso comer espinafre cru?

Não só pode, como deve. Isso porque, quando cozido, o espinafre perde parte de seus nutrientes, que evaporam em altas temperaturas. Entretanto, mantenha em mente que excessos nunca são bem-vindos, pois o espinafre contém grande concentração de ácido oxálico, que, em grandes quantidades pode interferir na absorção de sais minerais, como o cálcio.

Além disso, o ácido pode se acumular nos ossos, criando problemas semelhantes a artrite. Para comer cru, a melhor receita é a famosa salada, onde o espinafre fica muito gostoso com outras hortaliças mais suaves, como a alface, e bem temperado.

Posso inserir na alimentação das crianças?

A maioria dos médicos recomendam introduzir o espinafre na alimentação de crianças somente após os 12 meses, pois a hortaliça possui altos níveis de nitrato, que pode prejudicar os níveis de oxigênio no sistema sanguíneo dos bebês, se for ingerido em excessos. Deve-se lavar bem o alimento, pois o espinafre comercial possui muitos agrotóxicos.

Também é importante lembrar de cozinhar os espinafres, para controlar o nível de ácido oxálico, pelo menos nessa idade. Tirando esses fatores, o espinafre faz muito bem ao corpo das crianças, pois possui alto nível de vitaminas, fibras e sais minerais, que ajudam o desenvolvimento corpóreo e previnem diversas doenças, como câncer e catarata.

Propriedades medicinais do espinafre

O espinafre, por ter grande concentração de fibras, vitaminas e sais minerais, possui propriedades muito estudadas e utilizadas na medicina contemporânea e antiga. Estudos revelam que a planta exerce efeito curativo em pacientes com casos de anemia, principalmente nos casos onde a doença ocorre de forma hipocrômica, onde há a deficiência de ferro no sangue.

Há também artigos que explorem a ação da hortaliça sobre eczemas cutâneos crônicos, onde ela ajuda no efeito da cicatrização e coagulação. Além disso, pacientes com prisão de ventre podem fazer bom uso da planta. Por último, é possível utilizar o espinafre para tratamento das glândulas digestivas do fígado e do pâncreas.

Espinafre de sobremesa

Como se não fosse suficiente, o espinafre ainda vai muito bem quando é preparado como uma sobremesa. Há diversas receitas onde a hortaliça é preparada de forma doce. A mais famosa é o bolo de espinafre, que é preparado como um bolo comum, porém com um maço da hortaliça. O delicioso bolo ainda acompanha uma cobertura de chocolate muito popular entre os confeiteiros.

Há ainda quem arrisque e faça brigadeiros e bombons de espinafre, os quais são feitos também de maneira muito simples, apenas adicionando a planta na receita. Apesar de diferente, as sobremesas podem dar muito certo, pois além de nutritivo, o espinafre possui sabor forte, que pode ajudar a regular os sabores doces dos bolos e chocolates. Tente fazer uma com sua colheita!

Saiba como plantar espinafre em casa e aproveite seus benefícios!

Espinafre fresco na tigela

Uma hortaliça tão gostosa e tão famosa entre o povo, principalmente da geração que assistiu Popeye, não pode ficar de fora da sua horta, não é? O espinafre, além de saudável, é muito versátil. Pode ser usado para quem quer uma alimentação saudável, para quem quer somente cultivar algo, ou para quem quer mandar bem nas receitas da janta.

Aliado a isso, o cultivo do espinafre é fácil e pode ser feito por qualquer cultivador, iniciante ou mais experiente. O plantio ainda se torna uma experiência muito terapêutica, pois a planta cresce fácil em qualquer lugar de nosso país. E tem mais, o plantio ainda pode trazer uma renda extra para quem planta, se quiser fazer a venda, pois o espinafre é uma das folhas mais procuradas nas feiras.

E por último, as plantações de espinafre são super charmosas, então, vale a pensa considerar nossas dicas e plantar em sua horta sementes de espinafre!

Autor deste artigo

Últimos posts


Os 10 Melhores Fornos para Pizza de 2024: a lenha, elétrico, a gás e muito mais!

Os 10 Melhores Fornos para Pizza de 2024: a lenha, elétrico, a gás e muito mais!

Pensando em adquirir um forno para pizza? Confira no artigo a seguir seus tipos, preços, funções extras, onde comprar e como limpá-los.


Os 10 Melhores Aromatizadores de Ambiente de 2024: elétrico, automático e mais!

Os 10 Melhores Aromatizadores de Ambiente de 2024: elétrico, automático e mais!

Quem não ama ter a casa sempre perfumada? Veja neste artigo as melhores opções de aromatizadores de ambiente disponíveis no mercado, seus preços e onde comprar!


As 10 Melhores Araras de Roupas de 2024: de chão, de parede e muito mais!

As 10 Melhores Araras de Roupas de 2024: de chão, de parede e muito mais!

Quer comprar uma arara de roupas? Confira neste artigo uma lista com as 10 melhores de 2024, além de dicas para escolher o modelo ideal para você!


As 10 melhores pipoqueiras elétricas de 2024: com bico direcionado, clássica e mais!

As 10 melhores pipoqueiras elétricas de 2024: com bico direcionado, clássica e mais!

Pensando em comprar uma pipoqueira elétrica? Confira neste artigo os melhores modelos de pipoqueiras de 2024 e veja como escolher qual combina mais com você!


Os 10 melhores licores do mundo em 2024: Amarula, Frangelico, Cointreau e mais!

Os 10 melhores licores do mundo em 2024: Amarula, Frangelico, Cointreau e mais!

Está em busca de um excelente licor? Confira a lista com os 10 melhores licores do mundo que separamos para você e como escolher o licor ideal!


Palavras do momento

Palavras-chave do momento no PortalVidaLivre


DIY Cuidados automotivos Doces e sobremesas Treinos