Como plantar caqui: com sementes, em casa, espécies e mais!

Como plantar caqui: com sementes, em casa, espécies e mais!

O caqui é um deliciosos fruto, por que não aprender mais sobre ele, suas espécies, características, como cultivar e seus benefícios? Confira neste artigo!


Descubra como plantar caqui em casa

Indivíduo plantando uma muda de árvore no jardim.

O caqui é fruto de uma árvore chamada caquizeiro, a qual é originária do continente asiático. O nome científico da planta é Diospyros kaki, vindo do grego antigo e significando alimento de Zeus (rei dos deuses da mitologia grega). Os frutos possuem de 4 a 5 gomos, muitos doces, que possuem coloração alaranjada, e as folhas são largas e bronzeadas.

Estudos comprovam que o país que provavelmente originou o caqui é a atual China, e a árvore possui tronco tortuoso, que pode atingir até 15 metros de altura, entretanto, recomenda-se controlar a altura para facilitar a colheita dos frutos. As raízes firmam-se com vigor e profundidade no solo, e as flores possuem tom branco ou rosadas, nascendo na primavera.

Esse artigo vai ensinar como fazer o cultivo do caqui, detalhando os processos e direcionando o cultivador para uma melhor colheita, além de explicar sobre os tipos de caqui e seus nutrientes. Confira!

Como plantar caqui

Indivíduo próximo de um caquizeiro, colhendo um caqui maduro.

Essa seção do texto vai explicar como fazer o plantio do caqui, em qual época deve-se fazer isso e qual o melhor substrato para o cultivo. Confira os tópicos abaixo, para melhores informações!

Plantando caqui com sementes

Para plantar o caqui com sementes, deve-se ter paciência. As sementes podem ser adquiridas dos frutos maduros ou em lojas, e somente germinam após passar por um período de dormência induzido por baixas temperaturas. Pode-se simular esse processo refrigerando as sementes envolvidas em papel toalha úmido durante três ou quatro meses.

Após isso, faça o plantio em um substrato profundo, pois as raízes cavam bastante o solo mesmo antes da germinação. Coloque as sementes abaixo de 5 cm do solo, e elas levarão cerca de 2 meses para germinar.

Quando plantar o caqui?

O plantio do caqui deve ser feito no período que compreende o final do inverno e o início da primavera, entre setembro e novembro. Isso porque o clima ideal para crescimento da planta é o subtropical, e as temperaturas mais amenas do período, aliadas com os níveis de luz ideia auxiliam a planta a crescer saudavelmente.

Entretanto, o cultivo pode ser iniciado em qualquer época do ano, apenas os resultados podem ser menos satisfatórios, sobretudo se for iniciado no verão, ou no inverno mais forte.

Como cultivar o caqui em vaso

O cultivo em vaso é possível, entretanto, o caqui crescerá menos e dará menos frutos, pelo espaço menor. Comece germinando a semente e separando um vaso de 40 litros. Nele, coloque uma camada de drenagem de argila ou pedras, e por cima, areia. Húmus de minhoca é super bem vindo como fertilizantes.

Após essas camadas, ponha cerca de duas sementes deitadas e as cubra com terra ou com as misturas acima, e irrigue, deixando sempre úmido. É uma boa ideia erguer uma estaca de madeira ou bambu para edificar e apoiar o caquizeiro.

Melhor solo para o caquizeiro

O solo para caqui pode ser variado, entretanto, solos argilo-arenosos são melhores para seu pleno desenvolvimento. Um solo com grande profundidade é ideal, pois as suas sementes criam raízes profundas. Além disso, o solo deve ter uma boa drenagem, então o cultivador deve revirá-lo e completá-lo com casca de pinus, carvão vegetal e outros materiais.

É importante usar compostos orgânicos para o caqui crescer mais rápido e com mais vigor. Dê preferências ao húmus de minhoca, vermiculta ou outros materiais naturais com bastante partes orgânicas animais ou vegetais.

Cuidados com o caqui

Flores rosas e ferramentas de jardinagem espalhadas no gramado.

Agora que o caqui está plantado, o cultivador deve se manter atento a alguns cuidados essenciais que impactarão diretamente o desempenho do crescimento do caqui e sua colheita, como os níveis de luz, água, adubação, podas, temperatura e adubação ideais. Confira mais abaixo!

Quantidade de luz ideal para caqui

O caqui, por ser uma planta de climas mais amenos, não aprecia grandes quantidades de iluminação, entretanto, a falta desse recurso também pode ser fatal. E não é como se a planta não se desenvolvesse no calor, ela apenas cresce melhor em lugares mais frios. Dias frios e ensolarados são os melhores para o caquizeiro.

Se for possível, o cultivador pode instalar telas de sombreamento para proteger o caqui, entretanto, na maioria dos casos isso não se faz necessário, além da instalação ser dificultada em pomares e campos.

Frequência de regas do caqui

Deve se regar o caqui com frequência enquanto ele estiver em estado de muda, todos os dias em que não houver chuvas. Quando crescer, regue de 2 a 3 vezes por semana, quando o clima estiver seco, diminuindo com maiores níveis de umidade. No verão, devido a altas temperaturas, regue mais frequentemente, e no inverno, menos, pelo menor índice de evaporação da água.

Confira sempre a umidade do solo com uma vareta, enfiando-a na terra, ou com medidores digitais de umidade, encontrados em lojas maiores de jardinagem. De padrão, costuma-se regar 4 vezes por semana no verão e primavera, e 1 a 2 no inverno e outono.

Poda do caqui

Podas no caquizeiro são essenciais para fazer as colheitas valerem a pena. O trato cultural deve ser feito, primeiramente, com a primeira colheita, com o máximo de precisão e na árvore toda.

No verão, faça a poda dos galhos mais longos, para que estes aguentem o peso das frutas que crescerão. Quando adulta, as podas devem ser feitas com certa frequência. Além de garantir boas colheitas, as podas conferem à árvore uma estrutura firme e forte, para que ela cresça de novo com força e equilíbrio.

Clima e temperatura ideal para o caqui

O caqui é uma planta típica de climas subtropicais, porém, se adapta a diferentes climas, e pode ser plantada em zonas temperadas e tropicais. A temperatura média anual ideal para o bom crescimento dos caquis varia dos 13°C aos 20°C, com níveis de precipitação moderados, pois água em excesso podem apodrecer as raízes do caquizeiro.

O cultivador deve ter em mente que ventos de muita força podem afetar a colheita, fazendo-se necessária a instalação de muretas ou quebra-ventos nas ocasiões de maior ventania.

Adubo e fertilizantes para o caquizeiro

Boas adubações são essenciais para boas colheitas do caqui. Deve-se analisar o solo para saber melhor o que ele precisa. Nos primeiros anos de vida, o cultivador deve fazer a adubação com NPK com maior concentração de fósforo, pois esse é o elemento mais apreciado pelo caquizeiro.

O húmus de minhoca também é bem-vindo. Após colher os frutos é interessante fazer aplicações de esterco, fósforo e potássio, para recuperar a planta. A adubação com nitrogênio em maior número deve ser feita no início das brotações.

Quando colher o caqui

Após florir, os frutos de caqui passam a aparecer maduros depois de 170 a 200 dias, ou 5 a 6 meses nos galhos da árvore. Deve-se deixar que os caquis amadureçam o máximo sem colhê-los, pois esse processo faz com que eles percam a substância natural que dá a sensação de “travamento na língua”. Caso não seja possível, deixe a fruta em repouso por alguns dias em temperatura ambiente.

É usual que a colheita seja realizada entre o outono e no inverno, sendo um processo muito simples, O ideal é pegar as frutas com cuidado e cortar com uma tesoura o caule acima, para não avariar a coroa da fruta. O cultivador deve tomar cuidado para não estragar as frutas forrando o recipiente em que estão elas.

As espécies de caqui

Agora que você já sabe como plantar um caqui, além de saber cuidar dele da melhor forma. Chegou a hora de entrar ainda mais nesse universo e conhecer as diversas espécies de caqui que temos, uma mais gostosa que a outra. Confira!

Chocolate

Um dos menores exemplares de caqui, essa planta é extremamente popular nos pampas do Rio Grande do Sul e Curitiba, onde o clima frio faz a planta se desenvolver bem. Possuem, em sua árvore, plantas masculinas e femininas, sendo autofértil e gerando frutos com muitas sementes.

A polpa é firma, escura e doce, e pode ser armazenada por longos períodos. Os frutos são redondos, porém, se achatam nas pontas, com um tamanho médio. A copa do caquizeiro de Chocolate, também conhecido como Kyoto é aberta e recebe bastante luz, transformando-a em grande produtividade para suprir o mercado.

Fuyu

Caquizeiro com frutos da espécie Fuyu, visto do alto.

Sendo a variedade doce mais cultivada, este caqui possui tamanho médio, com produção abundante, que necessita de climas mais amenos e tratos em sua cultura, como podas, para crescer mais regularmente e com maior qualidade, além de plantas polinizadoras próximas. Os frutos são achatados, com polpa firme e crocante, cor laranja sem sementes e conservação excelente.

O fruto não tem tanino, a substância da sensação de travamento da língua e é rico em vitaminas A, B1, B2, C, potássio e fibras. Muitas vezes é confundido com um tomate, pela cor, tamanho e pela coroa de folhas. É recomendado para ser plantado em casas ou hortas menores.

Jiro

Uma pilha de caquis maduros da espécie Jiro.

O Jiro é um tipo de caqui que possui a árvore, o caquizeiro, de médio porte, diferente de seus frutos que possuem maior tamanho e polpa firme e saborosa, com cerca de 180 gramas, bem maiores que os caqui Fuyu.

A produção, entretanto, é menor, principalmente em condições tropicais de nosso país. A espécie exige clima ameno, temperado ou subtropical, crescendo muito bem nos pampas. Tratamentos culturais, adubação e podas são essenciais para colher bons caquis Jiro, entretanto, essa variante é menos doce que as mais populares.

Giombô

O caqui Giombô possui esse nome mais popular devido ao fato de que suas sementes, quando expostas, deixam o fruto com a cor mais escura, quase amarronzada. Suas sementes podem ou não aparecer, dependendo da árvore. Possui casca laranja e polpa firme e crocante.

Sua polpa também é muito doce, sendo muito apreciada por equinos em pastos e pelo mercado brasileiro, com os frutos sendo de formato ovular. Aprecia climas amenos e a polpa pode possui tanino caso não tenha sementes.

Rama Forte

O caqui Rama Forte possui coloração vermelha muito intensa, e esse fator faz com que ele pareça um tomate, fruto bem mais popular no Brasil, de forma que confunda muitas pessoas. É um cultivo que vem se expandindo no Sudeste, pois é muito produtivo. O fruto é médio, achatado e possui polpa mole.

É necessário fazer o processo de destanização, pois os frutos contem a substância em excesso. A planta é vigorosa e cresce facilmente em regiões de climas um pouco mais quentes, como o planalto paulista.

Taubaté

O caqui Taubaté é a variedade mais cultivada no Estado de São Paulo, pois suas árvores crescem facilmente no clima tropical chuvoso da cidade. Com produções e colheitas abundantes, os frutos de caqui Taubaté são grandes, com polpa bem gelatinosa e casca de boa aparência.

Os galhos normalmente quebram perto da maturação, se fazendo necessário o escoramento. Pelo alto teor de tanino, deve-se fazer a destanização, processo onde o fruto amolece e fica ideal para o comércio. Pode ser usado para produzir frutas cristalizadas ou passas industrialmente. É o tipo de caqui mais consumido pela população brasileira.

Benefícios do caqui

Mulher de blusa clara, comendo caqui ao ar livre.

O caqui é uma fruta muito saudável, principalmente após a destanização, se necessária. Possui diversos nutrientes e vitaminas, que fazem bem para todas as partes do corpo. Essa seção do texto vai explorar esses benefícios e detalhá-los. Veja mais abaixo!

Faz bem para o coração

Caqui é ótimo para o sistema cardiovascular. O grande número de antioxidantes na fruta reduz o risco de contração de doenças no coração, principalmente por reduzir o acúmulo de gordura nos vasos sanguíneos (aterosclerose coronariana), que pode ocasionar, se não for tratada, em infartos e outros problemas.

E mais, as substâncias antioxidantes diminuem a pressão do sangue nas artérias e o índice de colesterol negativo no corpo, chamado de LDL. A inserção de caquis na dieta das pessoas pode reduzir em até 18% as chances de morrer por doenças ou complicações cardiovasculares, segundo estudos.

Melhora o sistema digestivo

O fruto do caqui é rico em fibras, que auxiliam o bom funcionamento do intestino. Além de deixar as paredes do órgão mais resistentes, as fibras dão mais consistência ao bolo fecal, formado no final do processo de digestão de alimentos, tornando mais fácil a excreção de fezes pelo reto.

O montante de fibras em cada fruto é de 6,5% de sua polpa e casca. Para que os benefícios sejam ativados com mais facilidade, é importante que seja feita o consumo de níveis elevados de água ou sucos naturais, para digerir melhor as fibras do caqui.

Faz bem para visão

O caqui é rico em luteína e zeaxantina, nutrientes oxidantes que agem no controle e no combate de radicais livres. Essas, por sua vez, são moléculas que ferem o tecido dos olhos. Portanto, a ingestão de caqui previne diversas doenças oculares, como a catarata, e garante uma boa saúde ocular, principalmente com o passar dos anos.

E mais, o grande número de vitamina A da fruta faz parte de um importante processo na proteção das membranas finas dos olhos. Por ter esse nutriente, o consumo de caqui previne doenças como degeneração muscular, olhos secos e cegueira noturna.

Aumenta a imunidade

O fruto do caqui é rico em vitamina C e licopeno, nutrientes que fazem com que haja mais glóbulos brancos no sangue. Essas células são responsáveis por combater bactérias e moléculas indesejadas no sangue, para mantê-lo saudável, assim como o resto do corpo.

Portanto, comer caqui estimula o sistema imunológico a funcionar melhor. E também, a presença de antioxidantes, vitamina E e A auxilia no melhor funcionamento da proteção do corpo, evitando doenças e patógenos.

É bom para gestantes e praticantes de atividades físicas

Além de possui sabor doce muito apreciado por gestantes, o caqui possui um papel muito saudável para quem está esperando um filho. Isso porque a presença de vitamina A nos frutos faz com que os fetos cresçam bastante e de forma vigorosa. E as fibras auxiliam o trânsito intestinal, evitando a prisão de ventre, um problema que pode ocorrer em grávidas.

Para os fãs de esportes e atividades físicas, comer caqui é uma ótima fonte de energia, pois o fruto contem bastante açúcar. E mais, o potássio perdido na transpiração é reposto na ingestão do caqui, e as fibras dão sensações de saciedade para quem está treinando, auxiliando na perda de peso.

Combate o estresse oxidativo

O caqui combate estresse oxidativo pois possui betacaroteno, que conhecido como um antioxidante que combate radicais livres, que fazem danos as células do organismo. Fazendo a ingestão moderada do fruto de caqui, diminuem-se as chances de doenças crônicas se desenvolverem, como o câncer, demências e diabetes, que muitas vezes podem ser fatais.

A vitamina C do fruto também possui papel na desoxidação dos tecidos do corpo, junto dos flavonoides e da vitamina C que lutam contra inflamações. A cor vermelha do caqui se dá pelo teor de licopeno, que previne inflamações, câncer e outras doenças crônicas.

Veja também os melhores equipamentos para plantar e cuidar do caqui

Neste artigo apresentamos informações gerais e dicas de como plantar o caqui, e já que entramos nesse tema, também gostaríamos de apresentar alguns de nossos artigos de produtos de jardinagem, para que você cuide cada vez melhor de suas plantas. Confira abaixo!

As 10 melhores mangueiras de jardim de 2022: Flexzilla, Tramontina e muito mais!

https://portalvidalivre.com/articles/2088

Em busca de uma mangueira de jardim? Confira neste artigo as 10 melhores do mercado, juntamente com dicas de como escolher que vão auxiliar na sua compra!

Os 10 melhores kits de jardinagem de 2022: da Tramontina, NOLL e mais!

https://portalvidalivre.com/articles/1041

Pensando em comprar um kit de jardinagem e se aprimorar nessa atividade? Confira aqui os melhores modelos disponíveis no mercado e dicas de como escolher!

As 10 melhores tesouras de poda de 2022: Tramontina, Vonder e mais!

https://portalvidalivre.com/articles/1523

Você quer comprar uma tesoura para jardinagem mas não sabe qual escolher? Confira a seguir o ranking com os 10 melhores modelos de tesouras!

Plante caqui em casa, é fácil e traz benefícios para você!

Homem de chapéu colhendo caqui do pé.

O caqui é um fruto bonito, gostoso, fácil de cultivar e que cai bem em qualquer dieta. Esses fatores são mais do que o suficiente para ter um lindo caquizeiro em seu quintal, horta ou pomar, pois, além de enfeitar o ambiente.

As colheitas renderão deliciosas refeições e nutrientes que farão sua vida ser mais leve e saudável. O cultivo, por ser simples, porém demorado, pode se tornar um ótimo exercício para a paciência, se tornando uma experiência terapêutica e agradável para quem planta.

É possível ainda, explorar as mais diversas receitas, espécies e formas de comer o caqui, degustando seus sabores, e sempre que necessário, fazendo a destanização do fruto. Então, se você gostou do caqui, escolha a espécie de seu agrado e faça o plantio agora mesmo!

Autor deste artigo

Últimos posts


Os 10 Melhores Fornos para Pizza de 2024: a lenha, elétrico, a gás e muito mais!

Os 10 Melhores Fornos para Pizza de 2024: a lenha, elétrico, a gás e muito mais!

Pensando em adquirir um forno para pizza? Confira no artigo a seguir seus tipos, preços, funções extras, onde comprar e como limpá-los.


Os 10 Melhores Aromatizadores de Ambiente de 2024: elétrico, automático e mais!

Os 10 Melhores Aromatizadores de Ambiente de 2024: elétrico, automático e mais!

Quem não ama ter a casa sempre perfumada? Veja neste artigo as melhores opções de aromatizadores de ambiente disponíveis no mercado, seus preços e onde comprar!


As 10 Melhores Araras de Roupas de 2024: de chão, de parede e muito mais!

As 10 Melhores Araras de Roupas de 2024: de chão, de parede e muito mais!

Quer comprar uma arara de roupas? Confira neste artigo uma lista com as 10 melhores de 2024, além de dicas para escolher o modelo ideal para você!


As 10 melhores pipoqueiras elétricas de 2024: com bico direcionado, clássica e mais!

As 10 melhores pipoqueiras elétricas de 2024: com bico direcionado, clássica e mais!

Pensando em comprar uma pipoqueira elétrica? Confira neste artigo os melhores modelos de pipoqueiras de 2024 e veja como escolher qual combina mais com você!


Os 10 melhores licores do mundo em 2024: Amarula, Frangelico, Cointreau e mais!

Os 10 melhores licores do mundo em 2024: Amarula, Frangelico, Cointreau e mais!

Está em busca de um excelente licor? Confira a lista com os 10 melhores licores do mundo que separamos para você e como escolher o licor ideal!


Palavras do momento

Palavras-chave do momento no PortalVidaLivre


DIY Cuidados automotivos Doces e sobremesas Treinos