Peixe pacu: pesca, características, criação, gastronomia e mais!

Peixe pacu: pesca, características, criação, gastronomia e mais!

O pacu é um curioso peixe com dentes parecidos com o dos humanos: confira neste artigo mais informações sobre ele, formas de pescá-lo e consumi-lo!


Pacu: peixe que parece ter dentes humanos!

Peixe pacu nadando no mar

Pertencente à família dos Caracídeos, o pacu é um peixe muito presente nos rios e bacias da América do Sul. Com um formato comprido e achatado, seu corpo lembra a aparência de um disco em tonalidades de castanho a cinza escuro e ventre amarelado. Uma das principais características desse peixe é a presença de seus dentes molariformes. Assim, devido a evolução dessa espécie, ele desenvolveu uma arcada dentária no formato molar, do qual se assemelha muito aos dentes do ser humano.

Além de seu curioso aspecto físico, esse peixe é ótimo para ser pescado e possui uma carne muito saborosa. Por tal motivo, ele passou a ser criado amplamente em diversos pesqueiros e em tanques em todo o território brasileiro. Para saber mais sobre as características, formas de pescar e consumir esta interessante espécie, leia o artigo abaixo.

Pesca do peixe pacu

Pescador segurando um peixe

Saber quais equipamentos de pesca, iscas e dicas sobre o pacu é fundamental no momento de fisgá-lo. Assim, você terá uma pescaria muito mais prazerosa e com sucesso na captura do peixe. Para tanto, veja abaixo mais informações e detalhes de como pescar essa espécie.

Equipamentos para pescar peixe pacu

Para pescar o pacu, utilize uma vara de tamanho 5 ou 6 com linha entre 0,2 a 0,3 milímetros. Tendo em vista que essas variações irão depender do local da pesca, lembre-se que onde tiver a incidência dessa espécie em maior porte, como grandes rios, opte pelos materiais mais resistentes e alcances maiores.

Em relação aos molinetes e carretilhas, eles ficam a critério do pescador. Já aos anzóis, opte pelo 2/0 ou de dimensão maior. Como sugestão, leve junto com o equipamento de pesca empates de aço de 10 centímetros, pois o uso deles irá evitar que o pacu corte a linha de pesca.

Iscas artificiais e naturais para peixe pacu

Um dos principais alimentos que o pacu é acostumado a consumir são as pequenas frutas que caem sobre as margens dos rios. Por conta disso, como forma de simular esse alimento e atrair o peixe, dê preferência para iscas naturais, como: caranguejos, minhocuçu, minhocas comuns, fígados de boi, frutas cortadas, embutidos ou massas caseiras.

Caso você prefira as iscas artificiais, utilize as do tipo sticks e spinners. De qualquer forma, independente do tipo de isca, lembre-se de mover anzol com leves movimentos pelo molinete. Assim será mais fácil chamar a atenção do peixe durante a pesca.

Tenha paciência na hora de pescar o pacu

No momento da pesca, o pacu é uma espécie que não desiste fácil e nada rapidamente para se abrigar próximo das margens. Por isso, ao primeiro impulso, o ideal é deixar o animal nadar um pouco para que se canse. Assim, puxe a linha aos poucos até trazer o peixe para próximo de si.

Para fazer uma pesca com maior facilidade, opte por pescar antes do amanhecer ou então no final de tarde, pois o pacu costuma estar mais ativo nesses horários. Desse modo, ele estará mais propenso a morder as iscas.

Sobre o peixe pacu

Rosto de lado de um peixe pacu

O pacu é um peixe muito presente em diversos rios e pesqueiros do país. Com uma característica muito peculiar que é ter uma arcada dentária parecida com humanos, ele também possui outras características no corpo e curiosidades que o diferencia das outras espécies de peixe. Veja abaixo mais detalhes e informações sobre a origem do nome, habitat, reprodução e alimentação dessa curiosa espécie.

Origem do nome pacu

Proveniente dos rios da América do Sul, principalmente da região amazônica e pantanal, o nome pacu tem origem de pacau, da língua tupi guarani. Dessa forma, ele significa o “comer desperto”, por conta das características de alimentação da espécie.

O uso do nome pacu é dado para algumas espécies de peixes da família dos Caracídeos, caracterizados por terem pequenas e numerosas escamas, quilha ventral, espinhos, corpo comprimido e em forma de disco. Assim, é possível encontrar variedades desse peixe, como o pacu comum, pacu borracha e pacu caranha.

O que é peixe pacu?

O pacu é um peixe de água doce e possui mais de 20 espécies desse tipo no Brasil, sendo as mais comuns: pacu branco, pacu prata, pacu borracha, pacu caupeté e pacu caranha. Além disso, também é feito o cruzamento do macho do pacu com a fêmea do tambaqui, gerando o tambacú.

Com o corpo no formato de um disco, em diferentes tamanhos e pertencente à família dos Caracídeos, embora ele seja “parente” das piranhas, o pacu possui um temperamento tranquilo e convive bem com outras espécies. Por isso, ele é usado desde a pesca esportiva, consumo e fins ornamentais.

Características física do peixe pacu

Composto por escamas, um corpo arredondado e achatado na tonalidade marrom ou cinza, o pacu é uma espécie que é facilmente encontrada com cerca de 8 quilos e 50 centímetros de comprimento. No entanto, ele pode pesar até 30 quilos, dependendo do local onde se encontra e da alimentação. Fato que torna a captura das espécies maiores, mais difícil.

A principal característica presente nesse animal é a sua dentição. Por conta da evolução, o pacu desenvolveu uma arcada dentária com formato molar e extremidades retas, o que o torna bem parecido com a do ser humano. Além disso, esse peixe possui uma cabeça resistente e forte, podendo causar danos graves para quem se aproxima dessa região.

Criação do peixe pacu

Por conta da fácil adaptação, temperamento calmo e carne com boas propriedades nutricionais, além do habitat natural, o pacu também é criado dentro de tanques. Assim, o cardume passa por monitoramento, alimentação e desenvolvimento de forma a obter uma maior produtividade para comercialização e consumo do peixe.

Oferecendo altos lucros para a piscicultura, o pacu é muito utilizado na alimentação brasileira em refeições e petiscos. Além disso, ele é exportado principalmente para os países europeus, onde possuem um clima com temperaturas muito extremas, o que dificulta a criação e qualidade dessa espécie por lá.

Benefícios do peixe pacu

Altamente nutritivo, o pacu é um peixe ideal para ser consumido na alimentação de forma a manter uma dieta equilibrada. Não obstante, uma porção de 100 gramas dele contém 292 calorias, 0 carboidratos, 17 gramas de proteína, 25 gramas de gordura e 34 miligramas de sódio.

Além de seus valores nutricionais, esse peixe é rico em ômega 3 e vitamina A. Consequentemente, no organismo humano, ele contribui para o desenvolvimento do corpo e atua positivamente no sistema imunológico.

Habitat do peixe pacu

Tendo em vista que o pacu não consegue subir a trechos de rios e quedas d’água com muitos desnivelamentos, o habitat ideal para essa espécie é em ambientes mais planos e com águas mais tranquilas.

Como um peixe tipicamente de água doce, ele está presente em grandes rios da América do Sul. Com o tempo, ele foi introduzido em cativeiros e lagos privados, por isso essa espécie também pode ser encontrada em ambientes com águas paradas.

Onde encontrar o peixe pacu

O peixe pacu é de origem sul americana. Por isso, há grande incidência dele em rios das bacias do Amazonas, do Prata, do Araguaia e Tocantins. Nesses ambientes naturais, essa espécie costuma ficar em áreas com águas mais rasas e próximas da superfície.

Por conta da qualidade da carne e por oferecer uma pesca prazerosa aos praticantes, ele também foi introduzido em diversos pesqueiros ao longo do Brasil. Assim, é possível encontrar ele em lagos de pesca, nas áreas mais fundas ou em profundidades médias da água.

Reprodução do peixe pacu

A reprodução do pacu ocorre no período de outubro a janeiro, quando eles atingem a maturidade sexual. Neste caso, a partir dos 2 anos de idade o macho atinge o período ideal para se reproduzir, já na fêmea ocorre após o 3 ano de vida.

Em relação ao hábito reprodutivo, essa é uma espécie migradora que segue a piracema. Assim, em períodos chuvosos o pacu nada rio acima para realizar a desova. Por fim, ele apresenta uma produtividade de 70 a 80 mil ovos a cada quilo da fêmea.

Alimentação do peixe pacu

O pacu é uma espécie onívora, mas também possui hábitos herbívoros. Dessa forma, ele se alimenta de pequenas frutas, plantas, sementes e vegetais que caem na beira dos rios e lagoas. Não obstante, muito presente na região do Mato Grosso do Sul, o fruto carandá é muito consumido por esse animal

Além de frutas e vegetais, a depender da oferta de alimento e da época do ano, o pacu também consome outros tipos de alimentos, como: moluscos, peixes com menor porte e alguns crustáceos, como os caranguejos.

Por que o pacu geralmente é encontrado em planícies?

Em ambiente natural, o pacu tem o hábito de ficar em partes mais rasas da água e próximo da superfície. Ele possui esse costume de permanecer perto de margens de rios, pois ficam à espera de frutos oriundos de árvores próximas, como forma de se alimentar deles.

Diferença entre o macho e a fêmea

O macho e a fêmea de pacu são muito parecidos fisicamentes. Eles possuem apenas como diferenciação a granulação superficial da nadadeira traseira, durante a época de desova do peixe. Fato que torna muito difícil para os pescadores diferenciarem o sexo dessa espécie.

Peixe pacu na gastronomia

Peixe pacu grelhado com legumes

Com uma grande versatilidade e um ótimo custo benefício, o pacu é uma carne branca da qual fica muito saborosa quando feita assada, frita ou ensopada. Não obstante, esse peixe está presente em diversos pratos, petiscos e lanches. Para saber como aproveitar esse incrível peixe, veja abaixo o preço médio, receitas e combinações possíveis para se fazer com ele.

Preço médio do peixe pacu

Com uma carne saborosa e bem apreciada, o pacu é um peixe com ótimo custo benefício. Em média, o quilo dessa espécie é encontrado entre 16 a 20 reais, a depender da região e do mercado onde ele será comprado.

Além de ser encontrado em peixarias e na ala de pescados dos mercados, esse peixe também está presente em diversos pesqueiros e pode ser adquirido depois da pesca. Nesse caso, quanto maior for o porte do peixe, mais caro tende a ser o quilo dele, variando desde 15 reais até 250 reais o quilo.

Receita de pacu

O pacu é uma ótima opção para ser consumido em refeições. Assim, além de combinar com diversos temperos e vegetais, ele também é saboroso quando consumido apenas com um pouco de sal. Por isso, como forma de enaltecer o sabor do peixe, utilize: 1 pacu inteiro, 1 limão, sal a gosto e uma assadeira.

A primeira etapa é limpar bem o peixe e retirar todas as escamas. Em seguida, coloque o suco do limão em todo o peixe e esfregue o sal ao redor da superfície. Deixe marinar nessa mistura por cerca de 15 minutos. Feito isso, coloque a carne em uma assadeira e leve ao forno por 1 hora e meia ou até dourar. Caso deseje, você pode rechear esse peixe com farofa na parte interna, antes de assar.

Petiscos e lanches com pacu

Tanto forma assada quanto frita, além de ser consumido como prato principal de refeições, o pacu também é apreciado em petiscos e lanches. Assim, ele é um alimento ideal para ser consumido em pequenas porções ou dividido com amigos e familiares.

A forma mais comum de encontrar petiscos desse peixe em bares, restaurantes e até em casa, é na forma de iscas fritas. Desse modo, ele é cortado em tiras ou pequenos pedaços, empanado com uma camada de farinha de rosca e frito em óleo quente ou fritadeira elétrica.

Molhos e pastas com pacu

A priori, o limão e o vinagre são ótimos para serem usados em peixes, pois além de deixar o prato saboroso, eles suavizam o cheiro do animal, deixam a carne mais consistente e evitam que ela se desmanche durante o preparo. Por isso, os molhos a base desses ingredientes combinam muito bem com o pacu.

Tendo em vista que o pacu possui um sabor suave, ele combina com diversos tipos de temperos. Assim, a depender do gosto de quem irá consumir a carne, você pode optar pelos seguintes molhos: tártaro, verde à base de salsinha e azeite, pimenta e agridoce, como o maracujá.

O peixe pacu é parente das piranhas!

Dois peixes pacus olhando para a câmera

De mesma família que as piranhas, o pacu é um peixe muito presente em rios e bacias do Brasil, inclusive na Amazônia e no Pantanal. Porém, diferente da outra espécie, ele possui dentes menos pontiagudos e um temperamento bem mais tranquilo. Proporcionando uma pesca agradável e divertida, essa espécie pode ser encontrada em diversos trechos de rios e pesqueiros.

No estilo “pesque e pague”, este peixe será uma ótima forma de entretenimento e consumo, devido ao seu sabor agradável e as propriedades nutricionais. Assim, aproveite as dicas e informações deste artigo para pescar um pacu e saborear essa incrível espécie.

Autor deste artigo

Estudo Administração e adoro de praticar esportes e viajar. Além disso, me interesso em ler e aprender sobre temas relacionados a atividades ao ar livre e estilo de vida.

Últimos posts


Os 10 Melhores Alarmes para Motos de 2022: Positron, Taramps e muito mais!

Os 10 Melhores Alarmes para Motos de 2022: Positron, Taramps e muito mais!

Está em busca de um bom alarme para sua moto? Aprenda a como escolher o melhor alarme e também confira quais são os 10 melhores alarmes para moto de 2022!


As 10 Melhores Cafeteiras Expresso de 2022: Nespresso, Oster e muito mais!

As 10 Melhores Cafeteiras Expresso de 2022: Nespresso, Oster e muito mais!

Quer adquirir uma cafeteira expresso para fazer um café delicioso e não sabe qual comprar? Veja neste artigo as 10 melhores cafeteiras e como escolher a sua!


As 10 Melhores Bicicletas Aro 16 de 2022: Caloi, Nathor e muito mais!

As 10 Melhores Bicicletas Aro 16 de 2022: Caloi, Nathor e muito mais!

Em dúvida sobre qual é a melhor bicicleta aro 16? Veja dicas de como escolher o modelo ideal para seu filho e uma seleção com 10 melhores bicicletas do mercado!


Mouse Hyperx é bom? Lista com os 6 melhores modelos de 2022!

Mouse Hyperx é bom? Lista com os 6 melhores modelos de 2022!

Saiba como escolher o melhor mouse HyperX por meio das dicas e do ranking com os 6 melhores modelos do mercado. No fim, faça um investimento que compensa!


Os 10 Melhores Cobertores de 2022: de casal, queen e muito mais!

Os 10 Melhores Cobertores de 2022: de casal, queen e muito mais!

Procurando o melhor cobertor de 2022? Confira neste artigo dicas imperdíveis sobre como escolher o ideal e um ranking com os 10 melhores produtos do mercado!


Palavras do momento

Palavras-chave do momento no PortalVidaLivre


Perfume Treinos Alimentação